A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

11/11/2016 16:48

Macaco bugio passeia livremente em residencial no bairro Parati

Fernanda Yafusso
Animal sobe em garagem durante passeio pelo condomínio no Parati (Foto: Direto das Ruas)Animal sobe em garagem durante "passeio" pelo condomínio no Parati (Foto: Direto das Ruas)
Macaco foi encontrado andando em uma região que os moradores chamam de terceira fase (Foto: Direto das Ruas)Macaco foi encontrado andando em uma região que os moradores chamam de terceira fase (Foto: Direto das Ruas)

Moradores de um condomínio em Campo Grande registraram uma situação inusitada na manhã desta sexta-feira (11). Um macaco bugio passeando livremente pelas ruas do residencial Village Parati, no bairro Parati, região sul da cidade.

Veja Mais
Durante operação, PMA recupera papagaios que seriam traficados
PMA inicia operação para combater pesca predatória e tráfico de papagaios

As imagens e relatos foram divulgados em um grupo do Facebook. Segundo moradores, é a primeira vez que o "macaquinho" aparece no local.

Outros moradores chegam a apostar, em tom de brincadeira, qual animal será o próximo aparecer no residencial. Entre eles, a capivara está na lista.

O macaco foi encontrado em uma região que os moradores chamam de "terceira fase", próximo da avenida Senador Filinto Muller. Nesse mesmo local onde o animal foi encontrado, existe um terreno público usado para descarte de lixo. 

De acordo com o morador do condomínio, Alan Peralta, foi um susto ver o filhote andando tranquilamente pelas ruas do residencial.

"Eu estava acordando para ir ao trabalho quando vi o animal. Em um primeiro momento, não percebi que era um macaco. Na hora tinha uns dois moradores tirando fotos e os seguranças do local foram 'escoltando' ele até a saída. Ele não aparentava estar agressivo e sim perdido". 

Cuidado – Em nota, a PMA (Polícia Militar Ambiental) orienta a população para que acione a corporação quando animais silvestres aparecerem em áreas urbanas. 

A PMA orienta, ainda, que as pessoas não se aproximem e nem deixem crianças se aproximarem especialmente dos animais que ofereçam riscos, como os grandes mamíferos e os peçonhentos, que podem atacar ao se sentirem acuados.

Além disso, segundo a PMA, alguns animais apenas saem das grandes reservas florestais, parques e unidades de conservação existentes na Capital e não é o caso fazer a captura, pois os bichos costumam voltar para seu habitat.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions