A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

07/01/2013 09:00

Ministério e governo de MS firmam convênio de R$ 46 milhões para o rio Taquari

Aline dos Santos
Rio Taquari sofre processo de degradação. (Foto: Divulgação)Rio Taquari sofre processo de degradação. (Foto: Divulgação)

O Ministério da Integração e Mato Grosso do Sul firmaram convênio de R$ 46 milhões para a implantação de sistema de contenção de cheias na bacia do rio Taquari, em Coxim.

Veja Mais
Governo assina ordens de serviço para recuperar rio Taquari
Agesul abre licitação de obras para conter assoreamento do Taquari

O convênio tem validade de hoje até julho de 2014, com exigência de apresentação de documentos. Segundo o coordenador estadual da Defesa Civil, coronel Ociel Ortiz, o montante foi solicitado em projeto para desassoreamento do rio.

A contrapartida da Agesul (Agência Estadual de Gestão e Empreendimento) será de R$ 4.698.491,43. De acordo com o Diário Oficial da União, o restante dos recursos, no valor de R$ 46.184.914,31, serão alocados futuramente.

O termo foi assinado pelo secretário substituto de Infraestrutura Hídrica, Aurivalter Cordeiro Pereira da Silva; governador André Puccinelli (PMDB) e secretário estadual de Obras, Wilson Cabral Tavares.

O rio Taquari, que nasce no Mato Grosso, sofre com o assoreamento em Mato Grosso do Sul. O leito é alterado pela formação de bancos areias, resultantes da grande quantidade sedimentos. O processo de degradação foi acelerado pela pecuária.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions