A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

17/02/2015 09:00

PMA autua idoso em R$ 45,5 mil por criar e maltratar aves silvestres

Vanda Escalante
Além dos pássaros, várias gaiolas foram apreendidas no local (Foto: Divulgação/PMA)Além dos pássaros, várias gaiolas foram apreendidas no local (Foto: Divulgação/PMA)

Um equipe da PMA (Polícia Militar Ambiental) de Cassilândia (418 km de Campo Grande) apreenderam, na tarde desta segunda-feira (16), 41 aves silvestres que eram mantidas ilegalmente em cativeiro. Os animais estavam na residência no bairro Jardim América, em Paranaíba (a 422 km da Capital), e pertenciam a um idoso de 64 anos.

Veja Mais
PMA autua fazendeiro por crime de extração ilegal da madeira
PMA prende 5 por pesca predatória; fiança e multas chegam a R$ 14 mil

Foram apreendidos 40 canários-da-terra e um curió, além de 15 gaiolas. Em apenas uma gaiola havia 16 pássaros, que estavam feridos por se debaterem na falta de espaço. Outros pássaros, em outras gaiolas, também estavam feridos, o que caracteriza crime de maus-tratos. A PMA suspeita que o idoso comercializava as aves.

O infrator foi conduzido, juntamente com as aves e as gaiolas apreendidas, à delegacia de polícia civil de Paranaíba. Ele responderá por crime ambiental e poderá pegar pena de seis meses a um ano de detenção pela manutenção dos animais ilegalmente em cativeiro, e de três meses a um ano por maus-tratos. A PMA aplicou multa administrativa de R$ 45,5 mil ao autuado pelas duas infrações. Os animais serão encaminhados ao CRAS (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres), em Campo Grande.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions