A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

30/10/2016 09:20

Segundo turno tem “cadeião” e equipes da Polícia Federal em bairros

Aline dos Santos e Julia Kaifanny
Cadeia montada em ginásio ficou vazia no primeiro turno. (Foto: Julia Kaifanny)Cadeia montada em ginásio ficou vazia no primeiro turno. (Foto: Julia Kaifanny)

A eleição deste domingo (dia 30), quando termina o segundo turno em Campo Grande, tem “cadeião” e equipes volantes da PF (Polícia Federal) nos bairros.

Veja Mais
Governador pretende seguir diretrizes da reforma previdenciária de Temer
Detran emprega parentes de diretores e vira alvo do Ministério Público de MS

Apesar de ter ficado vazio no primeiro turno, realizado no dia 2 de outubro, o Ginásio Poliesportivo Dom Bosco foi reservado para receber autores de crime eleitorais. O local vai virar cadeia somente se o total de presos não puder ser acomodado na superintendência da PF.

Hoje, o eleitor pode fazer manifestação individual e silenciosa de sua preferência por partido político, coligação ou candidato. São vetadas aglomerações de pessoas com vestuários padronizado e adesivos que configurem manifestação coletiva.

De acordo com a PF, o efetivo foi reforçado por equipes que atuaram em outras localidades do Estado no primeiro turno.

No dia 2 de outubro, foram registrados as seguintes ocorrência por crime eleitoral em Campo Grande: selfie na urna, distribuição de cesta básica, boca de urna e flagrante de compra de voto. Neste domingo, 595.174 eleitores vão às urnas na Capital.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions