A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

27/11/2013 06:12

Aplicativo que avalia homens vira febre e já tem campo-grandense bem preocupado

Anny Malagolini
Todas as avaliações dos perfis são anônimas (Foto: Cleber Gellio)Todas as avaliações dos perfis são anônimas (Foto: Cleber Gellio)

A nova sensação na internet tem nome de mulher e, realmente, é exclusividade delas. Foi criada para as meninas desabafarem sobre os homens. Disponível para Android e iOS, o aplicativo “Lulu” virou clube virtual e coloca o "desempenho" deles na mira dos dedinhos afiados de quem digita.

Veja Mais
Após 36 horas, maratona tecnológica escolhe os projetos vencedores
Competidores ficam sem dormir para solucionar desafios em saneamento

O aplicativo agora reúne informações de ex e do pretendente, com a “ajuda” de quem já conhece o dito cujo. É uma legião de ex-namoradas, "ficantes" e admiradoras, que avaliam o perfil dos amigos do Facebook, dando notas de 0 a 10 e usando hashtags.

Todas as avaliações são anônimas e notam, desde o beijo, ao desempenho sexual. Algumas são detalhistas e entregam até como é a relação de carinho com a mãe. Não escapada nada. Também é o recurso que faltava para a vingança, com avaliações maldosas.

Com o Lulu, as mulheres classificam os homens em categorias de relação que tem ou tiveram e respondem a um questionário de múltipla escolha. As hashtags são usadas para calcular uma nota, que vai de zero a dez.

Avaliações como “Não liga no dia seguinte” e “Dá sono”, são as reclamações mais comuns apontadas pelas mulheres.

Em Campo Grande, Felipe Lira caiu na cilada das avaliações e já acumula 30 avaliações. A nota média é mediana, 7,4. Entre as frases dirigidas a quem está interessada nele, há considerações do tipo “olhos de ressaca” e “não quer nada com nada”. Mas para ele, o app não é algo para ser levado muito a sério. “Não sabia que existia, estou surpreso, mas achei engraçado”, comenta.

Já tem gente por aí falando de “machismo invertido”, mas quem tem o aplicativo parece não se importar com a polêmica. O mecanismo foi criado em 2012 para ser usado só por mulheres, por isso o login é feito via Facebook. Os homens podem até acessar o app, mas não tem acesso as notas.

O publicitário Everton, de 26 anos, é outro a cair na rede da mulherada aqui da Capital. A nota é maior, 7,7 e a hashtags colaboram, com “Safado na medida certa” e “Bom partido”. O que vem pela frente é o maior temor do rapaz. “Gostei, pela minha avaliação ter sido positiva, mas tenho medo de comentários maldosos. Passar uma expressão pessoal pode acabar com a pessoa”.

Tiago Pithan, de 34 anos, também é publicitário e foi surpreendido com as avaliações, mas diz aprovar “Acho engraçado, divertido. Vejo com bom humor. Os homens vivem fazendo isso, porque as mulheres não podem?”. A nota do perfil de Tiago é até alta, 8,4. Mas entre as avaliações, a mulherada também critica. “Quase um fã de comédia romântica”, foi uma das hastags criadas. “Ao menos a nota não foi ruim, né?”, brinca.

Mas tem também aqueles que recebem nota vermelha. Um universitário da UFMS ganhou 4.0. Os motivos, segundo o julgamento das participantes, foram argumentados nas hashtags com “Sem comentários”, “Sem estilo” e até “Não sabe fazer”.

A coisa ficou tão séria e comprometedora, que o próprio aplicativo criou uma saída contra o crivo das mulheres. Aos homens que não gostaram da brincadeira das “Luluzinhas”, a solução é encontrar o caminho no http://company.onlulu.com/deactivate. Ali é possível retirar o perfil do aplicativo.

Aplicativo disponível em celulares.Aplicativo disponível em celulares.
WhatsApp deixará de funcionar em alguns modelos de smartphone
O aplicativo WhatsApp anunciou hoje (3) que irá parar de funcionar em alguns modelos de celulares a partir do dia 31 de dezembro deste ano. Os modelo...
Em MS, drone é usado em festas e mapeamento ambiental
Apesar de não possuir regulamentação nem fiscalização, o uso do drone é cada vez mais comum no Estado. Os valores variam de R$ 500 para casamentos a ...



Nada melhor do que descobrir que o nota 3 daquelazinha lá...vira nota 10 com vc...Homem e mulher é muito mais do que isso.
 
Luciana Villamaina em 28/11/2013 00:11:52
O "FEITIÇO" VIROU CONTRA OS FEITICEIROS...
 
HELO DIAS em 27/11/2013 17:22:43
grande descoberta, como eu poderia viver sem um aplicativo destes, isso vai revolucionar a ciencia mudar o mundo inteiro. Por que nao vão gastar tempo de dinheiro com informações que possam ser relevantes para a saude ou educação, esses meios de comunicação que temos é um bando de hipocritas como nossos politicos.
 
adolfo cristaldo em 27/11/2013 17:20:32
Priscila Suzuki

Infelismente, hoje em dia as "feministas" (eu prefiro chamar de feministóides, ja que feministas de verdade são diferentes) não veem isso. Para elas, que infelizmente são a maioria, só é sexismo quando o homem faz.
 
igor oliveira em 27/11/2013 16:06:26
Essas recalcadas, deveriam se avaliar antes, perante si e Deus, uma vez que copulam com diversos homens e querem "zuar", bem coisa de corna, mal amada !
 
Caio Magno em 27/11/2013 15:37:14
Bem criação de pessoa desocupada, por isso a coisa não flui passam tempo criando aplicativos que de nada contribui para o desenvolvimento da cultura do ser humano !
 
Marcos Oliveira em 27/11/2013 14:30:36
A sociedade está um lixo. Há determinados momentos em que gostaria de ter nascido 2,3 décadas além da que nasci.
 
Michell Mosciaro em 27/11/2013 13:12:26
Mulheres se conhecem (mulheres confiam uma nas outras quando o assunto é esse? Só se for uma pessoa muito próxima e olhe lá). E sabem que muitos comentários podem estar cheios de inverdade baseado somente na insatisfação de não ter firmado um namoro. E as mulheres sabendo disso não deixarão de conferir, mesmo pq é aquela história, a atual ou a pretendente perguntar pra ex, ou praquelas cujo relacionamento não deu certo, informações do cara, é mto estranho. Ainda mais de maneira anônima, parecendo vingança gratuita.
 
Adriano Magalhães em 27/11/2013 12:54:35
Bom não conheço muito bem este aplicativo porque eu não uso, mas acredito que só pode ser avaliada uma pessoa que cria um perfil no app. Sendo assim se a pessoa se propõe a ser avaliada então deve estar ciente e aceitar as consequência que isso pode lhe causar. Usa quem quiser.
 
Katia Rodrigues em 27/11/2013 11:37:22
As mulheres deveriam é se dar o valor, que com certeza encontrarão o homem certo. Muitas estão se tornando tão "baixas", que só alcançam homens "baixos" também.
 
Mara Paz em 27/11/2013 11:26:17
Concordo com a Priscila Suzuki, pois isso só tem graça porque não é o seu nome que esta lá. Imagine, um App desses mas para homens e em determinado momento passa uma "senhorita" e a avaliação dela é tipo: "Fácil, não sabe fazer, fim de festa". Não aprovo nada que possa prejudicar uma pessoa.
 
Will Caetano em 27/11/2013 11:17:46
Caros comentaristas,
Primeiramente, quem garante que quem criou este aplicativo é realmente uma mulher?!?
Não coloquemos nosso julgamento sexista sem antes conhecermos os verdadeiros "criadores".
Concordo plenamente que quem o fez não tinha nada, absolutamente útil, para fazer na vida.
E sou favorável a que o Ministério Público entre e cobre como "invasão de privacidade" e outros crimes mais, esses "pseudos criadores" do aplicativo e os penalize com o devido rigor.
É lastimável ver a inteligência sendo utilizada para fins tão pequenos e fúteis.

 
Eliane Fernandes em 27/11/2013 10:42:28
iiiiiiiiiiiii me dei mal
 
Alex andré de souza em 27/11/2013 10:36:32
Isso é não ter o que fazer, quero ver quando pessoas se sentirem lesadas ou desmoralizadas, e começar a processar esse clube virtual ou aplicativo, por danos morais.
 
Ulisses Silva em 27/11/2013 09:59:50
O Advogado Thiago Amorim fez um artigo falando sobre os direitos constitucionais violados por esse aplicativo. vale a leitura.
http://www.mosenaamorim.com.br/artigos/aplicativo-lulu-viola-direitos-constitucionais/7/
 
Thaís Bett em 27/11/2013 09:35:36
Na boa, coisa de gente que não tem o que fazer e só quer cuidar da vida dos outros. Não importa se quem é avaliado é homem ou mulher, isso é ridiculo
 
igor oliveira em 27/11/2013 09:25:32
Sexismo idiota! Querem pagar de feministas, mas descem o nível ao incentivar o uso desse aplicativo. Se fosse um app de homens avaliando as mulheres, ia brotar "feministas". Larguem desse sexismo besta e desnecessário! Feminismo =/= Sexismo
 
Priscila Suzuki em 27/11/2013 08:35:18
invasão de privacidade, logo, logo o ministério publico cairá matando.
 
efraim dutra em 27/11/2013 08:12:05
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions