A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Janeiro de 2017

15/11/2014 17:03

Acesso na Mato Grosso só será liberado após retirada da rotatória

Aline dos Santos, Caroline Maldonado e Luciana Brazil
Veterinário acredita que acesso vai desafogar Mato Grosso no fim da tarde. (Foto: Alcides Neto)Veterinário acredita que acesso vai desafogar Mato Grosso no fim da tarde. (Foto: Alcides Neto)
Acesso só será liberado depois de retirada da rotatória. (Foto: Alcides Neto)Acesso só será liberado depois de retirada da rotatória. (Foto: Alcides Neto)

Um acesso de 300 metros à rua Antonio Teodorowick, no Carandá Bosque, está pronto desde junho, mas só será aberto ao público quando a rotatória do cruzamento das avenidas Via Parque e Mato Grosso for retirada. Há tanto tempo fechado, o trecho chama atenção de quem passa pelo local.

Veja Mais
Comerciantes pedem semáforo após acidente em que carro invadiu loja
Motociclista tem pescoço cortado por linha de pipa com cerol em bairro

De acordo com o diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Jean Saliba, a liberação do tráfego depende de intervenções, como mudar semáforo de local. “Sem isso, vai criar mais um problema ali, gerar acidente. Vai ter que mudar o semáforo do cruzamento”, afirma.

Ainda conforme ele, a mudança viária depende das obras que deverão ser realizadas pela Seintrha (Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Habitação).

No mês passado, a secretaria responsável pelo setor de obras informou que a remoção da rotatória começaria em novembro. O início da intervenção viária já foi adiada por duas vezes. Em outubro, houve demora para obter licenciamento ambiental.

Estudante diz que acesso vai agilizar o trânsito. (Foto: Alcides Neto)Estudante diz que acesso vai "agilizar" o trânsito. (Foto: Alcides Neto)

A retirada da rotatória depende da realização de um processo licitatório. A obra vai custar R$ 1,6 milhão, sendo R$ 1,3 milhão repassado pelo Detran (Departamento Estadual de Trânsito) à Prefeitura de Campo Grande desde junho.
O restante será pago pela administração municipal. A rotatória foi dimensionada para 600 veículos por hora, porém, é ponto de passagem para mais de mil carros por hora.

Motoristas- Entre os condutores que passam pela região todos os dias, é unânime a expectativa positiva com relação a ativação da via. O veterinário Carlos Roberto, 34 anos, acredita que o acesso vai melhorar o tráfego. "Acho que vai facilitar um pouco, mas o principal dessa intervenção é que vai desafogar a avenida Mato Grosso no final da tarde".

Para o estudante, Matheus, 20 anos, que não mora nas proximidades, mas passa pela rotatória para chegar a casa de um amigo, a via será uma alternativa que promete agilizar o trânsito. "Não é caminho da minha casa, mas tenho amigo que mora nessa região e vai ser mais fácil pegar o acesso ao invés de enfrentar a rotatória da Mato Grosso", disse.

Motociclista tem pescoço cortado por linha de pipa com cerol em bairro
Motociclista de 35 anos foi socorrido após ter o pescoço cortado por linha de pipa com cerol, no final da tarde de ontem (17), na Avenida José Barbos...
Motociclista fica ferido em colisão com carro na avenida das Bandeiras
Um motociclista ficou gravemente ferido em um acidente de trânsito na noite desta terça-feira (17) na Vila Carvalho - região sul de Campo Grande. No ...
Jovem bêbado discute com mulher, perde controle de carro e bate em muro
Heber Luiz de Figueiredo Souto, 26, foi preso por embriaguez após perder o controle de direção do carro durante uma discussão com a mulher e colidir ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions