A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

22/06/2011 08:47

Após acidente com morte, moradores cobram volta de rotatória em frente ao Extra

Aline dos Santos

“Escuto o barulho e já saio correndo para ver se consigo salvar alguém”

Moradora presenciou mais um acidente com morte. (Foto: Simão Nogueira)Moradora presenciou mais um acidente com morte. (Foto: Simão Nogueira)

“Escuto o barulho e já saio correndo para ver se consigo salvar alguém”. O relato é de Rose Dalzacker Martins Abreu, que hoje assistiu a mais um acidente com morte a poucos metros de sua casa. Ela mora na rua Cândida Barros, no bairro Tiradentes.

“Até reclamei na Agetran [Agência Municipal de Transporte e Trânsito]. Já morreu uns dez motoqueiros nessa rua”, conta. Segundo Rose, os acidentes se intensificaram após a retirada da rotatória na confluência das ruas Joaquim Murtinho, Marquês de Pombal e avenida Marquês de Lavradio, em frente ao supermercado Extra.

O local também dá acesso à BR-262, na saída para Três Lagoas. A conclusão da obra para substituir a rotatória por semáforos foi em 15 setembro de 2009. Logo no primeiro dia, a reclamação dos motoristas foi geral. Em janeiro deste ano, foi anunciado o retorno da rotatória. “Vai voltar a rotatória. O projeto já está pronto. Deu mais confusão do que solução”, afirmou o diretor-presidente da Agetran, Rudel Trindade à época.

Sem a rotatória, a rua estreita e de mão dupla virou acesso principal aos bairros da região do Tiradentes. “Tiraram o retorno e agora cortam caminho por aqui. Essa rua deveria ser mão única”, afirma a moradora.

Marconi de Oliveira passa pelo cruzamento todos os dias. “Isso é uma via local. Não comporta tanto tráfego”, avalia. Ele critica a troca da rotatória por semáforos. “É o trânsito burro”.

Acidente deixou adolescente ferida. (Foto: Simão Nogueira)Acidente deixou adolescente ferida. (Foto: Simão Nogueira)

Vítima – Ivacir Coutinho dos Santos Queiroz, de 49 anos,morreu nesta quarta-feira em acidente no cruzamento da avenida Marquês de Pombal e a rua Cândida Barros. O local é sinalizado com placas de Pare.

Ivacir e a filha Adriane dos Santos Queiroz, de 17 anos, estavam em uma moto Biz (placa HTH-7477), que foi atingida por uma caminhonete (placas HRC-4218).

A adolescente, que estava com uniforme da rede estadual de ensino, sofreu fraturas expostas e foi levada pelo Corpo de Bombeiros para a Santa Casa. A motociclista morreu na ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), após várias manobras de ressuscitação.




A responsabilidade sobre os acidentes não é da sinalização e sim dos péssimos condutores!
 
Mário Paiva em 15/12/2011 09:34:16
e so os condutores prestarem mais atençao na sinalizaçao eu passo no local do acidente todo o dia e esta impossivel dirigir ali sinto muito pela morte da senhora ivacir moro no mesmo bairro dela arnaldo desejo meus pessames a familia que deus os conforte e o condutor que daqui pra frente pare no pare preste a atençao uma voçe ja matou nao mate mais
 
leonardo zenan frança dos santos em 24/06/2011 06:15:40
Seja com rotatória, com semáforo, com túnel, com passarela, seja o que for....Enquanto condutores e pedestres nao se conscientizarem de que devemos transitar com segurança para si mesmo e para os outros, sempre haverá acidentes com ou sem morte e as reclamações também não cessarão.
É tão dífícil respeitar um semáforo, uma placa, dar preferência, ter pasciência e "acordar mais cedo" para nao viver correndo???
O motociclista que tenta ultrapassar entre os carros, "fura" sinal e anda com velocidade acima de 60km/h é suicida! (nao q este seja o caso), bem como o motorista que se acha podoroso envolto da lataria de seu veículo fazendo rachas, nao respeitando pedestres, "furando" sinal, e por aí vai.....todos sabemos como devemos e nao devemos nos portar. Ser diligente e correto é difícil mas nao impossível.
Acredito que se muitos fossem prudentes, ainda que em rua não sinalizada, vidas nao seriam perdidas.

Que Deus abençoe o trânsito de Campo Grande e conforte as famílias!
 
Sarah Lima em 22/06/2011 12:41:25
Nossa!!!como é triste ler esse tipo de reportagem com vítima fatal.Pensa a cabeça dessa jovem, que ficou ferida e ainda perdeu a mãe.
Não acredtito que rotatória, seje a resolução dos problemas naquele trecho.Primeiro falta educação,atenção e consciência por parte dos usuários da referida avenida.Muitas pessoas, não respeitam nenhum tipo de sinalização e muito menos SABEM como proceder em uma rotatória. Vejo cada absurdo...nas rotórias da capital.Parece que muitos tiram CNH por correspondência, não colocam em prática, quase nada que aprenderam. DÊ A PREFERÊNCIA, não existe para a maioria dos condutores.
Semana passada, tive que pegar Enrnesto Geisel e fazer a rotatória da Euler de Azevedo por volta das 7h40', foi uma loucura mesmo com o pessoal da Agetran no local.Nessas horas, a gente percebe a falta de educação,ignorância,respeito... e tudo mais. O poder público peca em muita coisa.Mas educação de um povo não é culpa da AGETRAN e CIPTRAN.
 
Neyde de Oliveira em 22/06/2011 12:26:20
Moro no Arnaldo Figueiredo e sempre que trafego na avenida Marques de Pombal, fico olhando em cada cruzamento com medo de vim algum carro,caminhão ou até outra moto e colidir,porque ninguem respeita as placas de PARE,nem as sinalizações do asfalto.
Vários amigos meus ja sofreram acidentes ali,tinha que ter redutor de velocidade,mais quebra-molas e uma constante ronda da policia de trânsito,pra intimidar os irresponsaveis que nem mereciam estar dirigindo.
 
Maiara Ribeiro em 22/06/2011 11:12:14
Eu já enviei carta denúncia ao prefeito, reclamando dessas obras impensadas que ao invés de melhorar acaba piorando o trânsito, a Prefeitura tem que consultar os usuários antes de fazer essas mudanças, pois muitas vezes têm que ser refeitas, onerando os cofres públicos e causando transtornos à população. Sugeri que nas rotatórias fossem colocado quebra-molas para que os usuários façam a conversão na rotatória em baixa velocidade, diminuindo assim o risco de acidentes, pois muitos vêm em alta velocidade.
 
Luciano Mendes de Oliveira em 22/06/2011 10:58:55
É irreal imaginar que uma rotatória irá diminuir o problema na região. O que precisa realmente mudar é a educação no trânsito e o respeito dos motoristas em geral, sejam motociclistas, ciclistas, motoristas de carros, ônibus ou caminhão, ou mesmo o pedestre.
Isso tudo não é falta de investimento em infraestrutura de trânsito e falta de consciência de todas as partes.
Levem em consideração que a rotatória em discução deveria ficar a quase 300 metros de onde ocorreu esse acidente, em que ela ajudaria?
Estou pesaroso com o ocorrido, passo por essa via todos os dias, e passei hj no momento do acidente, mas infelizmente o que vejo todos os dias são excessos de todas as partes, é uma via larga com boa pavimentação, o que faz com que os motoristas abusem da velocidade no local, mesmo depois de instalado redutores de velocidade nos dois sentidos.
Se não houver consciência que trânsito é coletividade e não apenas seu mundinho dentro do seu próprio veículo, nenhuma ação das autoridades de trânsito ou governantes trará resultados significativos, exceto a proibição completa e total de trânsito de veículos motorizados em nossas vias.
 
Marcus Matos em 22/06/2011 10:24:15
é so respeitar a sinalizaçao e nao querer fazer contornos proibidos que nimguem ira se machucar...
se tem sinalizaçao é para se respeitar...
que perda 3 minutos e faça a rotatoria abaixo....
respeite a sinalizaçao !!!
 
carlos roberto em 22/06/2011 10:22:27
Prefeito é surdo ou está se fazendo de surdo.Tantas reclamações sobre nosso complicado transito q ele não tá nem aí! Julio de Castilhos,Duque de Caxias,Zaranh,tamandaré... Nossa cidade está crescendo rapido e pelo que vemos não há preocupação dos "engenheiros" de trânsito e modernizar o trânsito.Nelsinho está mais preocupado em fazer obras pra poder inaugura-las e barganhar os muitos cargos q o municipio tem.A população carece de lider que atenda os anseios da comunidade.Mexa-se prefeito,faça alguma coisa antes que morra mais um no trânsito.
 
samuel gomes-campo grande em 22/06/2011 10:16:29
ATÉ HOJE NÃO SEI PRA QUE EXISTE ESTA TAL DE AGETRAN, PRA CONSUMIR DINHEIRO ACHO EU, POIS, NESTA CIDADE FALTA , FAIXA NA RUA , PLACAS DE PARE EM ROTATÓRIAS, POIS OS MOTORISTAS NÃO SABEM O QUE SIGNIFICA A PLACA DÊ PREFERENCIA, ESTA UM CAUS, E O TRANSITO NÃO ADMITE ERROS, SE ALGUEM FALHA (AGETRAN COM SINALIZAÇÃO) (MOTORISTAS BURROS ANDANDO DE CARRO) O PREÇO É A VIDA DE UMA PESSOA POR TAIS ERROS.. FICO INDIGNADO.
 
henrique de oliveira em 22/06/2011 10:12:32
Todos os dias continuamos a ver manchetes pela midia que mais uma vida foi ceifada no trânsito de nossa capital. Até que isso não nos atinge simplesmente lemos a matéria e no máximo lamentamos. Duro mesmo é sentir a dor pela perda de pais, filhos ou irmãos em acidentes brutais, dor que não se apaga com remédios, é eterna a ausência, foi embora... não volta mais.

Já passou da hora e a muito tempo, da Prefeitura, da Agetran, ou do Detran ,ou a quem compete, de sinalizar melhor as ruas de nossa Capital, com placas de PARE ou inscrição horizontal pintada no asfalto. SE VOCÊ QUE ESTÁ LENDO ESTA MENSAGEM PENSAR DIFERENTE, AO SAIR NA RUA HOJE PERCEBA SE NO SEU BAIRRO A SINALIZAÇÃO VERTICAL OU HORIZONTAL (principalmente a horizontal,se a pintura no asfalto está clara, se é legível, se você a percebe direito, geralmente estão apagadas. Colocam as estrelinhas no chão, não seria mais objetivo pegar esse dinheiro e sinalizar melhor as ruas?Campanha de sinalização com estrelas resolve O que??? Acredito que nosso transito só melhorará com uma campanha mais agressiva, não é colocando radares, cameras que inibem os acidentes. VEJAMOS: ESTÃO ENCHENDO A CIDADE DE CAMERAS, RADARES E OS ÍNDICES DE ACIDENTES DIMINUÍRAM? ISSO NÃO RSOLVE. VAMOS OPTAR POR ALGO MAIS EFICIENTE. É LÓGICO QUE FINANCEIRAMENTE NÃO DARÁ RECURSOS FINANCEIROS AOS GRUPOS INTERESSADOS, MAS BASTA COLOCAR OBSTÁCULOS( AQUELES QUE ANTIGAMENTE TINHAMOS EM CAMPO GRANDE - LOGICAMENTE PINTADOS BEM SINALIZADOS -VÁRIOS NAS VIAS PRINCIPAIS E NAS SECUNDÁRIAS TAMBÉM). GOSTARIA DE ATÉ PROPOR E SENTIR A OPINIÃO DAS PESSOAS SOBRE O SEGUINTE: - Enquanto essas campanhas MEDÍOCRES que sinalizam o asfalto com estrelinhas marcando o lugar de morte ocorrida, gastos mais eficazes sinalizando e nomeando as ruas da capital( a maior parte estão sem nome),sugiro uma campanha bem mais agressiva e eficaz que seria: - PUBLICAR SEM DEMAGOGIA ELEITOREIRA, FOTOS EM OUTDORS DE ACIDENTES REAIS(CERTAMENTE OMITINDO PLACAS E ROSTOS DAS VÍTIMAS) MAS MOSTRANDO OS VEÍCULOS, PESSOAS MORTAS, SANGUE ESCORRENDO NO ASFALTO, ALGO QUE REALMENTE CHOQUE AS PESSOAS AO OLHAR A CENA, ALGO FORTE COMO: - AQUI MORREU MAIS UMA PESSOA, VÍTIMA DE TRÂNSITO. - E SE FOSSE VOCÊ? - PENSE NISSO!!! ANDE DEVAGAR!!! * IMAGINE A DOR DOS FAMILIARES AO RECEBER A NOTICIA DESTA MORTE> - PENSE NISSO - DIRIJA DEVAGAR. - * SEJA PRUDENTE NO TRÂNSITO PARA NÃO SER MAIS UM NESTA IMAGEM!!! E MUITAS OUTRAS LEMBRANDO QUE A MENSAGEM TEM QUE CAUSAR IMPACTO, MOSTRAR A BRUTALIDADE DA FORMA COMO A VIDA É TIRADA. CHEGA DE GASTAR DINHEIRO PÚBLICO EM PUBLICIDADES ELEITOREIRAS, EM PROMOÇÕES PESSOAIS, CADÊ OS VEREADORES, PREFEITO E DEMAIS INTERESSADOS POLITICAMENTE QUE SÓ APARECEM EM ÉPOCAS DE ELEIÇÃO? NESTE MOMENTO SOMENTE QUEM TEM A CAPACIDADE DE MUDAR ALGUMA COISA NO TRÂNSITO É QUEM É DETENTOR DO PODER (PREFEITO, VEREADORES,AGETRAN, DETRAN, GOVERNO ESTADUAL). SENHORES POLÍTICOS JÁ PENSARAM SE NAQUELA FOTO DO ACIDENTE EM QUE A MAE MORREU E A FILHA ESTÁ NO HOSPITAL FOSSE DA SUA FAMÍLIA? VOCÊS TEM O PODER, A OPORTUNIDADE DE FAZER O MELHOR, DE SALVAR A CIDADE DESSE CAOS QUE ESTÁ O TRÂNSITO E SALVAR MUITAS VIDAS. DEUS OS ILUMINE.
 
JOÃO SOUZA em 22/06/2011 10:12:04
Esse cruzamento é um exemplo de burrice aplicada ao quadrado. Vc atravessa a joaquim murtinho e nao tem como voltar, caso nao dê uma volta pela rua ana ceciclia, depois entra na rua da vovo ziza e volta para joaquim murtinho, uns mil e trezentos metros de distancia, ou ainda, via rua jeribá com distancia maior ainda. Não há como atravessar a pé sem risco de morte. Nao se esquecendo do trãnsito maluco que é a Rua Marques de Lavradio. Uma lástima efetivamente. Haja estrelas amarelas.
 
Luiz Antonio em 22/06/2011 09:42:29
Infelizmente o problema continua a acontecer no local. Inclusive outro acidente no local sem vítimas ocorreu há instantes atrás.
Depois da retirada da rotatatória para a construção do acesso ao Supermercado Extra, o trânsito para os moradores do Bairro Tirdentes e região ficou bastante tumultuado.
Pergunta: Quem em mais direito: o cidadão ou o empresário?
O volume de veículos no local merece uma maior atenção das autoridades. O que não acontece.
Desde janeiro o Secretário de Trânsito anunciou a rotatória no local. Já estamos em junho. Será que estão esperando a estação das chuvas para iniciar as obras?
Desde a inauguração o Hipermercado Extra já possuia edificadasua cerca tipo grade com contornos que sugerem ali a construção de uma via tipo rotatória adentrando o estacionamanto do mesmo.
Porque ao invés de colocarem os agentes da Agetran com seus aparelhinhos geradores de multas nas mãos muntando trabalhadores não se resolve de vez a situação planejando a fluência do trânsito nas vias adjacentes?
Todo o trânsito oriundo da Av. Interlagos e Três barras desemboca na pseudo rotatória em frente ao Extra. Verifiquem "in loco" 7 horas da manhã.
Além do mais, quem vem do Parque dos Poderes não tem como entrar ao Bairro Tiradentes pois não há via específica para contornos à esquerda.
Alguém tem que responder por isso.

Roberto Ribeiro
 
roberto ribeiro em 22/06/2011 09:40:49
bom dia ! Sou morador do bairro e moro nessa rua CÃNDIDA LÍMA DE BARROS e nao é o primeiro acidente com vítima que acontece aqui, e com certeza nao será o ultimo !
Quanto a questao da rotatória em frente ao extra nao sei se vai resolver o problema se nao tiver sinalizaçao como semáros no local e bastante quebra molas distribuidos pelas rua e avenidas para que os irresponsáveis motoristas e pilotos diminuam a velocidade de seu veiculos e tambem uma fiscalizaçao intensa e distribuir multas aos infratores e tem que ser valores autos !
tambem existe a urgencia de redirecionar o intenso tranzito nas vías proximas regiao!
candida lima de barros , marque de lavradio e antonio pinto de barros.

senhores eleitores quem faz leis sao vereadores e principalmentes os deputados vamos combrar leis que nos protejam a todos e nao só aos errados!
 
necime l peres em 22/06/2011 09:36:23
NA VERDADE NÃO ACREDITO QUE O PROBLEMA SEJA A FALTA DA ROTARIA, QUANDO TINHA ERA UMA ZONA, O QUE FALTA MESMO É MAIS ATENÇÃO DESTES MOTORISTAS E MOTOCICLISTAS, AFINAL ACIDENTES NÃO ACONTECEM POR ACASO, SEMPRE TEM UM CULPADO...
 
Lauro Cesar em 22/06/2011 09:21:29
Trafego pela Avenida Marques de Pombal todos os dias, a quantidade de carros e motos irregulares que andam por esta região é muito grande, carros em péssimas condições de rodagem, má sinalização de ruas, más condições no asfalto, imprudência dos motoristas em fazer conversões proibidas, e claro motoristas que não são habilitados ou não tem condições de dirigir, pois, não sabem andar nas ruas, não respeitam faixas, não dão passagem a outros veículos, não sinalizam ao entrar ou sair nos cruzamentos. Sugiro que façam uma fiscalização frequente através de blitz nesta região, irão se surpreender com a quantidade de infrações.
 
Carlos de Barros em 22/06/2011 09:19:09
Ha uma necessidaded "urgente" de substituir essa engenharia de transito de Campo Grande.
O transito é uma "porcaria" e soluções não são apresentadas.
Existem muitas ruas próximas do centro que precisam ser de mão única. Mas ninguém se ppreocupa com isso. E assim vai... Cada dias mais mortes neste transito mal planejado.
 
Claudinei Alves Gouveia em 22/06/2011 09:16:44
realmente e lamentavel os acidentes e as mortes que acontecem nesse trecho, mas todosos acidentes ocorridos nesse trcho e por falta de atençao e por motoristas que furam o sinaleiro pois eu passo por ali todos os dias e o trecho e muito bem sinalizado.
 
roberto correa em 22/06/2011 09:13:56
..'papo aos ciclistas e motociclistas, vamos nos cuidar mais e termos mais atenção, apesar de mesmo fazendo nossa parte não estarmos livres de acidentes, podemos evitar boa parte deles; afinal somos nós que sofremos mais.
 
Adriano Dantas em 22/06/2011 08:59:48
Estivemos nesta tarde no velório da dona ivacir coutinho,que pela manhã perdeu sua vida no trasito de campo grande,oque fazer nesta hora a quem pedir socorro sendo que os engravatados devem estar se preparando para curtir o seu feriado nas fazendas distante da realidade de milhoes de campograndenses sofrem com tanta violencia,cruzaram os braços dentro dos seus gabinetes com ar condicionado ligado e o trabalhador debaixo de um sol castigante trabalhando para pagar o salário daquele que deveria ser os homens que pelo menos deveriam lutar para organizar essa bagunça que esta campo grande,estamos com vergonha de tal desespeito com ser humano vamos dar a resposta a muitos em 2012 e convido a vc para unir-se amim e vamos mudar esta historia dizer não aos corruptos e presunçosos.mande o seu himail e vamos nesta corrente.
 
RONAN EDSON FEITOSA DE LIMA em 22/06/2011 06:14:59
Dirijo a 35 anos,a educação que tenho no transito,não foi auto escola que me deu,eu faço e pratico,respeito pedestre como se fosse eu,dou espaço e tenho cuidados com outros carros, e com motociclistas qdo ultrapassando ou na frente,pois são mais facil de se acidentar ,se estou na preferencial sempre presto atenção nas travessas,em duvida não passo, saio mais cedo de casa para não ter que sair atropelando os outros, porque? os atrazados de carrão tem que passar por cima de quem está na frente.vamos ser mais conciêntes e pensar na direção defensiva que tanto se fala, e começar respeitar os direitos dos outros,quem sabe pára de aparecer tantas estrelas no asfalto de nossa cidade que é tão bonita.Bom feriado aos bons motoristas e motociclistas, e a equipe do Campo Grande news.
 
Teresa moura em 22/06/2011 04:32:07
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions