A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

31/08/2016 10:12

Cadeirante que matou no trânsito ficou paraplégico em acidente de carro

Viviane Oliveira
Carro que o rapaz dirigia no dia do acidente ficou com a frente destruída. (Foto: Julia Kaifanny) Carro que o rapaz dirigia no dia do acidente ficou com a frente destruída. (Foto: Julia Kaifanny)
O rapaz posa para foto ao lado do carro que foi adaptado. (Foto: Reprodução / Facebook) O rapaz posa para foto ao lado do carro que foi adaptado. (Foto: Reprodução / Facebook)

Acusado de matar no trânsito sob efeito de álcool, o cadeirante Vinícius Sátilo Oliveira Pereira, 24 anos, ficou paraplégico em acidente de carro que ocorreu há quatro anos. O rapaz matou atropelada uma mulher, que ainda não foi identificada, no sábado (26), na Avenida Das Bandeiras esquina com a Rua Ouro Branco, no Bairro Marcos Roberto, em Campo Grande.

Veja Mais
Mulher que morreu em acidente de trânsito continua sem identificação
Motorista bêbado atropela e mata pedestre na Avenida das Bandeiras

Ele foi preso em flagrante por homicídio culposo, qualificado por omissão de socorro e embriaguez ao volante. Vinícius foi encaminhado para o Estabelecimento Penal de Segurança Máxima e, na segunda-feira, depois de passar por audiência de custodia, foi beneficiado com prisão domiciliar. Ele só poderá sair de casa com autorização judicial, sob pena de revogação do benefício.

No acidente de sábado, o rapaz não quis fazer o teste do bafômetro, mas confirmou à polícia que havia ingerido bebida alcoólica. Porém, durante audiência, o rapaz negou que tivesse bebido. Ele contou que sofreu acidente de carro há cerca de 4 anos, ficou paraplégico e por causa dos problemas de saúde faz uso de sonda e não pode consumir bebida alcoólica.

Conforme o processo, Vinícius afirmou ainda que no dia do acidente o sinal estava aberto para ele e só tentou fugir, porque as testemunhas queriam o agredir. O advogado de defesa do rapaz vai pedir exame toxicológico na mulher que morreu. Segundo informação a vítima era andarilha.

O caso - Vinícius seguia na via com um veículo Fiat Palio adaptado, de cor prata, quando atropelou a mulher, que atravessava a via. Após o acidente, o rapaz tentou fugir, mas foi detido por testemunhas até a chegada da Polícia de Trânsito.

O motorista não sofreu ferimentos. Ele não quis fazer o teste do bafômetro, mas apresentava sinais de embriaguez e confirmou à polícia que havia consumido bebida alcoólica.

A vítima foi arrastada e parou em cima da calçada. Ela morreu no local e a suspeita é que estivesse grávida. O veículo, que ficou com a parte da frente danificada, foi apreendido e levado à delegacia.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions