A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

13/05/2014 07:55

Carro bate em moto e destrói muro em cruzamento sem sinalização

Aliny Mary Dias e Zana Zaidan
Muro de casa de idosa ficou destruído após colisão (Foto: Simão Nogueira)Muro de casa de idosa ficou destruído após colisão (Foto: Simão Nogueira)

Um cruzamento sem sinalização é responsável por tirar o sono de moradores do bairro Tijuca 2 na Capital. Na manhã desta terça-feira (13), um novo acidente entre um Chevrolet Corsa e uma Honda Biz terminou com um muro destruído e um carro dentro do terreno de uma idosa.

Veja Mais
Carro capota após colisão no cruzamento da Bahia com a Barão do Rio Branco
Motorista escapa de capotamento com ferimentos leves

Testemunhas contaram ao Corpo de Bombeiros que a moto seguia pela Rua Cabo Verde e o carro pela Rua Emburus. A rua com parada obrigatória é a Cabo Verde, no entanto, a sinalização é bastante precária tanto em relação as placas quando ao chão.

Para diminuir os acidente, os moradores chegaram a improvisar uma placa de Pare na rua, mas o tamanho da sinalização e uma árvore dificultam a visualização dos motoristas.

Depois de invadir a preferencial, o motociclista, que tem 25 anos e não teve o nome divulgado, acabou colidindo no Corsa conduzido por uma mulher de 33 anos que não quis se identificar. Após a batida, a motorista perdeu o controle da direção e invadiu o terreno de uma casa situada próximo ao cruzamento. O muro ficou bastante destruído, mas o veículo não chegou a atingir a casa de Maria das Dores, 64 anos.

Placa de sinalização foi colocada por moradores no improviso (Foto: Simão Nogueira)Placa de sinalização foi colocada por moradores no improviso (Foto: Simão Nogueira)

Segundo os bombeiros, a motorista do carro não sofreu ferimentos, mas o motociclista teve fratura no fêmur e precisou ser encaminhado pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) até uma unidade de saúde. A situação dele é considerada estável.

Vizinhos afirmam que o cruzamento é palco constante de acidentes. O funcionário público Douglas Dantas conta que no início da semana outra batida foi registrada no local. Para a dona da casa que teve o muro destruído, resta o susto.

“Eu estava dormindo e acordei com o barulho bem forte. Fiquei muito assustada porque minha filha estava em casa, mas ninguém ficou ferido”, desabafa.




Mais uma falha da Agetran e Prefeitura.
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 13/05/2014 09:14:36
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions