A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

23/05/2012 17:49

“Complicada”, Afonso Pena terá estudo para corredor de ônibus

Fabiano Arruda
Implantação de corredor exclusivo para ônibus na principal avenida da cidade acabaria de vez com estacionamentos. (Foto: João Garrigó)Implantação de corredor exclusivo para ônibus na principal avenida da cidade acabaria de vez com estacionamentos. (Foto: João Garrigó)

A avenida Afonso Pena, a principal de Campo Grande, deverá contar com corredor de transporte coletivo, mas merece estudo à parte, pois as particularidades da via têm de ser analisadas com cuidado.

Veja Mais
Prefeitura quer concluir este ano viaduto na saída para São Paulo
Diretor da Agetran apresenta o PAC da Mobilidade a vereadores

A declaração foi feita nesta quarta-feira pelo diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Rudel Trindade, que esteve na Câmara Municipal para dar detalhes dos investimentos do PAC Mobilidade Urbana.

O projeto contempla a construção de três corredores exclusivos para o tráfego dos ônibus nas regiões Sul, Sudoeste e Norte na Capital, mas a principal avenida da cidade não foi contemplada, o que gerou até questionamento durante a reunião.

“A Afonso Pena é emblemática e o prefeito Nelsinho Trad revelou que ela deve ser analisada como um caso à parte porque tem que ser estudado com muito cuidado”, explicou.

Segundo ele, um dos empecilhos da construção de um corredor para o transporte coletivo está na estrutura da avenida, que pode exigir tombamentos por conta da preservação do patrimônio histórico, o que deve levar debates com o MPE/MS (Ministério Público Estadual).

Além disto, prevê Rudel, um espaço reservado para ônibus fatalmente eliminaria de vez o espaço para estacionamento na Afonso Pena em trechos que ainda possuem esta alternativa.

Projeto - Um dos corredores contemplará a região Sudoeste do município e seguirá o itinerário: avenida Guinter Hans (Marechal Deodoro) – Terminal Aero Rancho/Terminal Bandeirantes; avenida Bandeirantes - Terminal Bandeirantes/avenida Afonso Pena; Afonso Pena – avenida Bandeirantes/Shopping Campo Grande; avenida Afonso Pena - Shopping Campo Grande/Rua Guia Lopes; Rua Guia Lopes - Afonso Pena/Rua Brilhante; Rua Brilhante - Rua Guia Lopes/avenida Marechal Deodoro; avenida Marechal Deodoro - Terminal Bandeirantes/Terminal Aero Rancho.

Já na região Sul os corredores terá o seguinte trajeto: avenida Gury Marques - Terminal Guaicurus/Terminal Morenão; avenida Costa e Silva - Terminal Morenão/Rua Hélio de Castro Maia; Rua Rui Barbosa – Hélio de Castro Maia/avenida Mato Grosso; Rua 13 de Maio - Mato Grosso/avenida Eduardo Elias Zahran; avenida Costa e Silva - Eduardo Elias Zahran/Terminal Morenão; Gury Marques - Terminal Morenão/Terminal Guaicurus.

Na região Norte os corredores seguirão os percursos: Rua Bahia – Afonso Pena/avenida Coronel Antonino; Coronel Antonino - Rua Bahia/Terminal General Osório; Rua Cônsul Assaf Trad - Terminal General Osório/Terminal Nova Bahia; Rua Cônsul Assaf Trad - Terminal Nova Bahia/Terminal General Osório; Rua Alegrete – avenida Mascarenhas de Moraes/Rua 25 de Dezembro; 25 de Dezembro - Rua Alegrete/Afonso Pena; Rua Antônio Maria Coelho – Rua 14 de Julho/avenida Ceará; avenida Mato Grosso - Ceará/13 de Maio.




Parabéns se surgir esse corredor. É a solução adotada nos grandes centros.
 
Emerson Floriano em 24/05/2012 10:02:43
Concordo com o Ronilço Guerreiro, pois o VLT sendo bem mais confortável que os onibus, inclusive podem ser climatizados, atrairão os usuários dos carros, diminuindo os congestionamentos. Na Europa os VLT acessam ruas de uso exclusivo de pedestres e porisso os motoristas deixam seus carros mais longe do centro, onde o estacionamento é mais barato, e acessam o centro usando o VLT. Centro sem carros.
 
MARIO YOSHINAGA em 24/05/2012 10:02:28
De qualquer forma, o corredor de onibus requer, no MINIMO que a pavimentação seja refeita com piso de concreto, que pode chegar a espessura de base, sub-base, piso, etc, a mais de 50cm até 100cm, dependendo do terreno, senão, com em SP, precisar ser refeito depois de severamente danificada. Com esses custos, seria melhor fazer logo um leito ferroviário para os VLTs. Mais qualidade no transporte.
 
MARIO YOSHINAGA em 24/05/2012 09:56:49
Conheço muito pouco de Campo Grande para palpitar sobre a cidade, mas permitam-me alguns comentários conceituais sobre transportes.
Quando uma via fica congestionada de onibus e eles se enfileiram como se fosse um trem, a propria imagem já sugere que está na hora de entrar em cena o verdadeiro trem urbano, que é o Bonde, ou o VLT. Para isso será inevitável o enfrentamento com o rodoviarios.
 
MARIO YOSHINAGA em 24/05/2012 09:52:14
Já está complicado andar na Av. Afonso Pena com as estreitas faixas de rolamento. São muito apertadas e com os ônibus aí então nem se fala. Na minha opinião deveria ser reduzido o canteiro central, alargar as pistas e colocar corredor de exclusivos para ônibus na R. 15 de Novembro. Alguém concorda comigo? Lúcia
 
Lúcia Muller em 24/05/2012 09:32:32
Os corredores são uma alternativa, porém não é permitido que veículos trafeguem nos mesmos, sendo, algumas vezes, os que tentam converter à direita, atropelados pelos ônibus. E aí, o que fazer com o trânsito cada vez mais caótico e sem estrutura de tráfego em CG?

 
ricardo rodrigues em 24/05/2012 08:17:03
Os motoristas numa lerdeza, com esse corredor ai .. Pronto vão dormiiir no volante;;;.
 
Paloma Victor em 24/05/2012 08:11:45
CONCORDO QUE ALGO PRECISA SER FEITO, MAS JÁ É ERRADO COLOCAR OS ONIBUS NA AFONSO PENA, AGORA IMAGINA COLOCAR CORREDOR, PORQUE NÃO UTILIZAM A 15 DE NOVEMBRO E A BARÃO DO RIO BRANCO, PELO MENOS A NOSSA MAIS BONITA AVENIDA IRIA FICAR BEM MELHOR PARA O FLUXO DE CARRO, SOBRE A RETIRADA DOS ESTACIONAMENTOS NO CANTEIRO CENTRAL JÁ FOI UM CHOQUE MUITO GRANDE, MAS FICOU MUITO BONITO OS JARDINS.
 
LUIS TOCANTINS em 24/05/2012 08:00:25
As autoridades envolvidas e comprometidas, tem a obrigação de trazer um profissional que tenha experiencia, como feito em Curitiba onde o transito da capital Paranaense anda !
Alimentar idéias destes guris recem formados, sem experiencia e nenhuma visão de futuro, é mijar contra o vento, só irão fazer kaka com nosso transito, a começar pela remoção dos estacionamentos da Av Afonso Pena !
 
Eduardo Marques Lucas em 23/05/2012 11:24:59
Esse trafego pessado no centro só é bom para os ônibus. O trânsito é caotico. o engarrafamento fica em duas quadras, e os ônibus são jogados em cima dos carros.
 
Juarez Goncalves em 23/05/2012 09:18:08
Na minha opinião o ideal seria tentar implantar o VLT em Campo Grande, pois iria melhorar a mobilidade em nossa cidade. Eu acredito que se tivéssemos um transporte coletivo de qualidade, neste caso o VLT, iria diminuir os carros da cidade.

Eles estão gastando uma fortuna agora para fazer estes corredores de ônibus e logo logo, começam a pensar no VLT. Por que não pensar JÁ!
 
Ronilço Guerreiro em 23/05/2012 09:01:13
Concordo plenamente com o Sr Gustavo, há a via exclusiva para ônibus e taxi porém ambos não trajetam onde deveriam, e ai serão multados, por que se formos pegos trafegando nesta via com certeza seremos penalizados, Rua Rui Barbosa entre 12:30 e 13:30 é o caus pra quem tem pouco tempo pra ficar no trânsito, talvez a solução seja a construção de um cercado extenso p/ educar os condutores de ônibus.
 
Roberta Silva em 23/05/2012 08:23:40
quero ver o que vai dar isso, se for como as avenidas inauguradas estamos fritos pois as obras são de má qualidade, nem fizeram aniversários e já estão tampando buraco
 
amanda keity em 23/05/2012 07:14:00
Concordo e acho muito valida a iniciativa. Mas sempre me pergunto sobre os cooredores de onibus. Na r. Rui Barbosa por exemplo, os carros nao podem entrar mas eles podem sair e ocupar faixas para carros. Por vezes tem onibus em 3 das 3 faixas de rolamento. Eles podem sair assim mesmo ou existe uma vista grossa por conta de quem deveria fiscalizar o transito ???
 
Gustavo thomaz em 23/05/2012 07:13:24
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions