A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 25 de Julho de 2014

05/07/2011 09:39

Dois irmãos morreram em acidente entre Fiesta e Scania na BR-163

Nadyenka Castro e Francisco Júnior

Eles eram passageiros do carro

Carreta passou por cima do Fiesta, o qual ficou completamente destruído. (Foto: João Garrigó)Carreta passou por cima do Fiesta, o qual ficou completamente destruído. (Foto: João Garrigó)

Dois irmãos morreram no acidente ocorrido no início da manhã desta terça-feira, na BR-163, entre o distrito de Anhanduí e o município de Nova Alvorada do Sul, a aproximadamente 70 quilômetros de Campo Grande.

Alan Diony Marques da Silva, 30 anos, e Roberson Marques da Silva, 24 anos, estavam no Fiesta de KUM-2891 de Cuiabá, Mato Grosso, conduzido por Cleber Almeida Sobrinho, 24 anos, que também morreu no local.

O carro em que os três estavam rodou na rodovia e uma carreta Scania passou por cima do veículo.

De acordo com Carlos Viscardi Filho, 30 anos, motorista de uma das Scanias envolvida no acidente, ele seguia sentido Campo Grande e viu quando o motorista do carro de passeio perdeu o controle da direção.

Com isso, conta Carlos, o Fiesta que trafegava em direção a Nova Alvorada do Sul rodou na rodovia, invadiu a pista contrária e bateu na Scania.

A outra Scania, de placa de Maringá, Paraná, que seguia atrás, não conseguiu frear e passou por cima do veículo. O Fiesta ficou completamente destruído e embaixo da carreta conduzida por Claudinei Faneco, 26 anos. Os dois veículos foram parar na vegetação às margens da rodovia.

Osmar Ribeiro Gibin, 43 anos, é o proprietário das duas carretas e também da qual ele próprio conduzia. Ele diz que os três veículos estavam vazios e seguiam em comboio para Chapadão do Sul onde seriam carregados de soja e milho.

Segundo Osmar, o Fiesta rodou na rodovia, invadiu a pista contrária e bateu no pára-choque e em uma das rodas traseiras da primeira Scania. A segunda passou por cima do carro.

Devido ao acidente, o trânsito na rodovia é lento. Para retirar a Scania de cima do carro de passeio será utilizado um guincho. Os motoristas da carreta saíram ilesos.



nao concordo com umas pessoas que disseram que os caminhoneiros sao os donos da rodovias sabe porque eu marido tambem e caminhoneiro e ja viajei muito com ele e eu vi cada absurdos que carro pequeno fazem para ultrapassar diz um dito certo a pressa e inimiga da perfeiçao siei que muitos vao concordar comigo cada e dono dos seus atos e atitudes
 
rosangela alves ferreira em 16/11/2011 10:40:40
cabe as autoridades investigar na integra e realmente punir se for o caso. pois sempre os condutores de veiculo pq morre . eai e so a versao do carreteiro arebitados.. eu nunca vi 1 carreteio errado estao senpre certos . morto nao fala.ne
 
gilmar almeida em 09/07/2011 10:03:32
OS CAMINHONEIROS PARECEM DONOS DAS ESTRADAS.VIAJO MUITO NO TRAJETO CPO GRDE A SÃO GABRIEL.OS CARRETEIROS MESMO EM FAIXAS PRÓRIAS PARA ELES, PERMANECEM DA VIA SEM DAR ESPAÇO AOS VEÍCULOS PEQUENOS. E CARRETA CARREGADA DIMINUI A VELOCIDADE....ACHO ISSO UM ABUSO. ENTRAM PARA PODAR OUTROS CARRETEIROS IMPEDINDO OS CARROS DE PASEIOS SEGUIREM, FORMANDO GRANDES CONGESTIONAMENTOS........ SE TIVESSEMOS SERES HUMANOS CONSCIÊNTES, CERTAMANTE TERIAMOS MOTORISTAS TAMBÉM CONSCIÊNTES, NÃO É MESMO?
 
ilda laidens conci em 07/07/2011 04:33:17
As autoridades do Brasil, não fazem nada! Muitos e não todos que fique bem claro, mas, muitos carreteiros, sem consciência do que devem efetivamente fazerem nas rodovias deste país, pensam que as estradas foram feitas apenas para eles, excedem na velocidade, fecham os veículos menores, quando estão em ¨comboio¨ não têm paciência para continuar no ¨comboio¨, o carreteiro imprudente que está no meio da fila do comboio não aguenta ficar ali e a todo instante tenta ultrapassar a carreta da frente, e, se ele realmente põe em prática este ato, caso na pista oposto estiver vindo um veículo menor, que saia da frete, pois a carreta vai pra cima mesmo, caso esteja vindo outra carreta, obviamente o infrator vai tentar voltar para fila, caso não seja possível, o outro carreteiro na fila contrária vai praticamente parar e sair fora da pista, saindo da linha de ação do infrator, POR ISSO CARRETEIRO NÃO BATE DE FRENTE COM OUTRO CARRETEIRO, vejo estas imprudências todos os dias na péssima Rod dos Imigrantes (entre Cuiabá e Várzea Grande), rodovia mal cuidada (não sei se já foi), sem conservação, com excesso de tráfego e pista simples, simplesmente ridícula. Inclusive para os maus motoristas de carretas e grandes carretas, caminhões para eles não deveriam tráfegar em rodovias, eles fazem comentários sobre os caminhões menores por exemplo, ¨o que esta muriçoca quer fazer na estrada¨ referindo-se aos caminhões truco ou toco, por exemplo 1113, não gostam de ver caminhões baú destes que transportam mudanças, falam ¨não andam nada, só atrapalham o embalo, em vez de irem para o acostamento¨, não sou carreteiro, sei desses comentários contado por um carreteiro, pois viajamos de automóvel e ele me falou o que acontece nas rodovias, quando se encontram naquelas situações. EM RELAÇÃO AO ACIDENTE NA BR 163 MS, precisa realmente ser melhor esclarecido, investigar o que houve, pois em relação aos acidentes, não tenho conhecimento do que tem acontecido no que se refere às apurações dos fatos e punições se for o caso, ainda mais, que estamos tendo que saber que a toda hora temos várias e várias vítimas fatais. Que Deus dê forças aos familiares dos rapazes falecidos neste trágico acidente. Consciência a todos os motoristas, motociclistas, que andam por estas rodovias, que respeitem as sinalizações, que não precisam morrer, a vida vale muito mais, os familiares sofrem, os amigos sofrem. OK.
 
João Camargo em 06/07/2011 10:16:52
eu gostaria que os proficionais do volante,sr. carreteiros e caminhoneiros quando estivevesse chovendo ligase osfarois e nao ameia luz.voces tem uma visao bem melhor do que os que tem carro de passeio.
 
alcione candido ferreira em 06/07/2011 09:18:26
Boas opiniões , a estrada esta boa , bem sinalizada , carros pequenos limite 100km/h ,Caminhões e ônibus 80 km /h ,mas infelizmente não é isto que acontece , sempre viajo nesta estrada , estou a 100Km/h a carreta ou ônibus , vem querendo ultrapassar de qualquer maneira , com distância curta ou quase encostando em seu carro , sem falar a noite com os super faróis que atormentam , vc está á 100 Km/h , a carreta ou ônibus ultrapassa e some ,viajar nas estradas hoje mesmo com todo cuidado transformou -se em verdadeiro martírio ,mesmo sendo prudente nós um dia seremos a próxima vítima .
 
Paulo Roberto Marques Pereira em 06/07/2011 03:27:50
Certamente a carreta que vinha atrás nao conseguiu frear pq guardava uma distancia segura da primeira, suficiente para evitar passar por cima do carro. Tenho certeza disso...
E não adianta dizer que é dificil parar carreta. Quanto mais dificil, maior a distancia de seguimento.
Caminhoneiro não ta nem aí pra quem ta na estrada. Se querem ultrapassar, quem vem na pista contraria que se vire.
Se matarem uma família, sabem que é apenas um contratempo, uma pequena dor de cabeça com juiz e advogado, e que logo vao estar de volta na estrada.
 
Athaide Romero em 05/07/2011 12:17:27
Como sempre, comentarios de pessoas que não trafegam lá quase que diariamente. Os limites entre Nova Alvorada e Anhadui são ruins, é um entrocamento Pessimamente planejado, tido como perigoso. Existem inumeros acidentes no MESMO trecho, um historico de acidentes fatais e não é de hoje.
 
Ronan Alves em 05/07/2011 12:00:06
Não sei quem estava certo ou errado. o certo é que 3 vidas se foram e que os familiares vão sentir a falta pelo resto da vida.
Que Deus conforte a cada um dos familiares.
 
JOSE ROBERTO ROQUE em 05/07/2011 11:45:34
eu já viajei pr esta rodovia, os caminhoneiro abrem pra podar e vc que tem q sair da frente e ir pro acostamento (mato) se não quiser morrer, mas neste caso acho que o motorista tentou podar as carretas e ao podar as 2 primeira não iria dar para podar a 3(frente) e entrou no vão entre a 1ª e 2ª carreta espremido, onde ocasionou o esmagamento pela 2ª carreta.
 
henrique de oliveira em 05/07/2011 11:45:18
Acho bom investigar muito bem isso aí. Se o automóvel perdeu o controle e rodou na pista, deve haver marcas da derrapagem. Outra coisa, nem um carro roda sem mais nem menos. Além disso, as duas carretas envolvidas, são do mesmo proprietário e é claro que todos vão falar a mesma coisa. Por fim, é estranho como os motoristas de automóveis gostam de "se jogar" em baixo de carretas...
 
Adriano Roberto dos Santos em 05/07/2011 11:06:18
Não sou caminhoneiro, mas tenho viajado muito pelo interior do Estado nos últimos dois meses, inclusive pela BR-163, no trecho onde ocorreu o acidente. A grande maioria dos caminhoneiros tem se mostrado bem educados no trânsito e dirigem com prudência. Aliás, é muito comum a colaboração deles nas ultrapassagens, no sentido de proteger os demais veículos. Porém, não posso dizer o mesmo de muitos carros de passeio que andam por aí nas estradas. É o que tenho visto.
 
Sergio Marcos Garcia em 05/07/2011 10:48:35
Sempre tem motoristas que acham que carro deve voar, se fosse para voar, já viria de fabrica com azas, ou então quer medir forças com a maquina de ferro,aí perde o controle e a vida, levando também a de outras pessôas,e fica mas gente sofrendo,será que não dá para explorar menos o motor dos carros?ter mais conciência,e respeito e saber que a vida é para ser vivida com respeito a própria e a dos outros.
 
teresa Moura em 05/07/2011 10:37:31
Aumenta a visão do video e ai qualquer um pode verificar o estado (PESSIMO) dos pneus da carreta. fator primordial para o acidente. tudo bem, o acidente foi com a outra carreta, mas seria do mesmo dono desta. (HOMICIDIO CULPOSO)
 
AMILTON ALMEIDA em 05/07/2011 10:31:36
Bom pessoal utilizo essa BR ao menos duas vezes por semana e sei bem o que acontece, a estrada é muito boa, entre Nova Alvorada e Anhandui foi recém reformada e ficou um tempo sem sinalização, hoje está toda sinalizada realmente muito boa, durante todo o tempo que utilizo essa estrada o maior problema que eu relato aqui é a imprudência dos motoristas sem diferença entre carros, carretas e ônibus pois já tive problemas com todo tipo de motoristas, as placas são bem claras em relação a velocidade permitida, mas ousamos a desrespeitá-las já vi onibus com quase 40 passageiros me ultrapassar a mais de 120 KM, bem como ja fui perseguido por carreta a mesma velocidade, sem contar com as ultrapassagens que colocam vidas em jogo, nas curvas, subidas e com faixa dupla, com certeza se tivesse mais fiscalização por parte das autoridades muitas vidas serão poupadas porque infelizmente a inconciência é grande...aos familiares desses rapazes só resta pedir a Deus que os conforte e pedir a Deus tambem que ilumine a mente e o caminho de cada um que por alí passar.
 
Charles Vargas em 05/07/2011 07:57:01
Eu passei pelo local e tinha pouco tempo que tinha acontecido o acidente. Tinha marcas de derrapagens do acostamento para o asfalto do fiesta e a marca da batida na mão em que vinha o caminhão.
 
Luiz Fernando em 05/07/2011 07:25:54
Bom gente uma coisa é verdade, um Fiesta não tem motor sulficiente para ultrapassar uma ou mais carretas sem se arriscar, precisamos ter muito cuidado ao fazer tal manobra, juntando o perigo de trafegar nesse trecho, tiro uma ligeira conclusão, alta velocidade causa esse tipo de tragédia, sem pressa a gente sempre chega, que Deus possa confortar os familiares de mais essas vítimas da 163.
 
Oswaldo Benites em 05/07/2011 06:18:47
Como já disseram, muitos trafegam por esta BR diariamente, e muitos só sabem dirigir nas cidades. Alguem disse q este trecho é ruim, com certeza não anda por lá, esse trecho entre Anhandui e Nova Alvorada, pelo contrario do que foi dito, é o melhor trecho da Br 163, de Campo Grande a Nova Alvorada. Talves esse seje o problema... rodovia boa+ alta velocidade+ falta de conhecimento = tragédia.
 
adiles menezes em 05/07/2011 06:00:37
Antes tínhamos o costume de viajarmos de carro...
Agora tenho muito medo. Já vi diversos acidentes nas BRs. O carro passa por vc agora, e daqui a pouco vc vê a desgraça.
Sei que tem pessoas que dirigem correto, prudentes... Como também aquelas que pensam estar em pista de corrida. Tem muitas pessoas que tem habilitação, mas não põe em prática nada de defensiva ( O quê? O que é?) e nem sabe que palavrão é este. Sinceramente, fico assustada quando abro o jornal de MS. Sei que em todo País tem acidentes direto. Agora mesmo deve ter um. Mas acredito que este Estado é recordista de imprudência!!!!! e MORTES!!!
 
cleidiane mendes em 05/07/2011 03:12:04
.... é válido qualquer comentário, a respeito de carreteiro dirigir em alta velocidade, não respeitar carros menores, mas seria ótimo cada um rever seus comentários, pensar e analisar no que vai deixar escrito para os nossos leitores, o que aconteceu? Porque aconteceu? Como aconteceu? Isso fica a cargo das nossas autoridades civis e policiais, as quais são compentes e cabem a eles elucidar os fatos...
 
Antonio Marcos em 05/07/2011 03:08:05
todo acidente em rodovia , envolve um carro de passeio, e muito dificil dois
caminhoes baterem de frente , tem carro de passeio andando a 150km ,na
rodovia, entao nao preciso dizer mais nada senhores.......
 
adilton peixoto em 05/07/2011 03:08:02
É muito fácil criticar os motoristas das carretas, afinal quem morreu foram os ocupantes do carro. A verdade é que as rodovias do nosso Estado estão precárias, não estou para defender ninguém; até mesmo os profissionais com anos de experiência passam por situações dificies, pista molhada, buracos.... não cabe a nós julgar quem está certo ou errado, e sim cobrar do poder público melhorias e segurança. Já vi muitos casos de imprudencia, tanto de veículos de passeio quanto caminhões e ônibus. Enquanto os motoristas tiverem essa "rivalidade" os acidentes vão acontecer, os indíces por vítimas fatais vão alavancar e seremos meros espectadores assistindo a escalada do descaso praticado pelo poder público.
 
Jéssica Lima em 05/07/2011 02:54:47
Muitos caminhoneiros e motoristas de carro de passeio são às vezes imprudentes. Aqueles porque sabem que em caso de acidente levam a melhor (nem sempre) e estes (carros, motos, camionetes) dirigem nas estradas como se estivessem na via urbana. Dirigir em BRs e outras exige concentração constante e previsão de perigo (direção defensiva) a todo momento, coisa que não é certamente ensinado em auto-escolas. Daí o número assustador de colisões e tragédias nessas vias. Imagine ainda estradas ruins, falta de sinalização e de motoristas habilitados (também nem sempre) mas incompetentes. Buscar culpados depois desses tristes episódios vão apenas acirrar o meio jurídico, não trarão de volta vidas ceifadas, faz-se necessário uma competente ação de conscientização para os cidadãos que se utilizam das rodovias por parte dos Detran's de todos os estados.
 
Fernando Andrighetti em 05/07/2011 02:31:23
As pessoas estão sendo precipitadas em seus comentário condenando os carreteiros, e algumas parecem que não leram a reportagem. As carretam estavam trafegando no sentido Campo Grande e o Fiesta no sentido Nova Alvorada, então não tem como o fiesta estar ultrapassando uma das carretas envolvidas, a colisão foi frontal. Pra comprovar se é verdade o que os carreteiros disseram não é difícil, e com certeza a polícia já fez isso, é só verificar onde se deu o ponto de colisão, em que lado da pista, em que faixa, qual o sentido dela, através de vestígios no pavimento asfáltico. Como alguém disse, ninguém perde controle do nada, realmente é verdade, pode ser pneus gastos, pista molhada ou suja, cochilo no volante, manobras bruscas, defeito mecânico, tudo isso se agrava também na medida que a velocidade aumenta. Não está difícil de saber a culpa neste acidente, mas isto não vai trazer de volta a vidas dos que morreram. Devemos ter mais consciência no volante, nenhum acidente é intencional, mas se tivéssemos noção e consciência que eles acontecem sem querer mesmo, tomávamos mais cuidado. Não ultrapassaríamos na faixa sem querer; não falaríamos no celular dirigindo sem querer; não correríamos demais sem querer; etc . . .
 
jose antonio em 05/07/2011 02:01:40
Sou de MS, atualmente moro em Cuiabá/MT. Todo final de ano vou para Campo Grande. Tenho observado que maioria dos caminhoneiros não respeitam os veículos de menor porte e até mesmo os condutores de menor porte não respeitam a si mesmo e nem o próximo. Acham que são imortais, é lamentável. Eles colocam a própria vida em risco e principlamente de outros. É necessário uma fiscalização autêntica para que os perigos nas rodovias sejam cada vez menores.
Se os governantes não olhassem para seus próprios interresses. Creio que o país teria condições de ampliar essas rodovias federais e estaduais. Separando Veículos de maior porte dos veículos menor porte. Este é o meu sonho. Mas pode ser que um dia se torna realidade.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
 
Antonia Correa em 05/07/2011 01:36:19
imagem transparente

Desenvolvido por Idalus Internet Solutions