A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

03/06/2012 09:46

"Ele tirou nosso direito de sonhar", diz esposa de segurança morto

Elverson Cardozo

Viúva aos 23 anos, Lays Mariane está com o filho de 1 ano e 1 mês na casa dos avós. Tragédia chocou familiares, amigos e desconhecidos, que pedem justiça

Lays não segura o choro e passa a maior parte do tempo com a cabeça baixa. (Foto: Minamar Junior)Lays não segura o choro e passa a maior parte do tempo com a cabeça baixa. (Foto: Minamar Junior)

Victor Gabriel, de 1 ano e 1 mês, levanta a cabeça quando ouve qualquer barulho de motocicleta. Desde a madrugada de quinta-feira (31) está à espera do pai, o segurança David Del Vale Antunes, de 31 anos, que morreu após ser atropelado na avenida Afonso Pena, por um motorista que, segundo a polícia, estava bêbado e trafegava em alta velocidade.

"Ele tirou nosso direito de sonhar, do meu filho ter um pai para levar ele para escola, de dar presente no aniversário; tirou o direito de tudo", conta a mãe do garoto, Lays Mariane Oliveira da Silva, se referindo ao estudante de Direito Richard Ildivan Gomide Lima, de 21 anos, que atropelou o segurança.

Abalada, ela não segura o choro e passa a maior parte do tempo com a cabeça baixa. As lágrimas e o olhar distante denunciam o tamanho do estrago causado por uma tragédia que poderia ter sido evitada. "Até agora eu não acredito nisso", conta a jovem.

Notícia- No dia do acidente, afirmou, o marido telefonou ainda de madrugada, às 3h54, pedindo que o esperasse no portão da casa dos avós, onde costumava passar a noite quando ele estava trabalhando. "Ele falou que estava saindo", disse.

Mas a espera fugiu do habitual. Lays permaneceu em frente à residência por 1h. David não voltou. "Ele não iria mandar eu levantar de madrugada com o bebê no colo para ficar lá na frente parada", explica.

Avós da jovem estão revoltados com a tragédia. (Foto: Minamar Júnior)Avós da jovem estão revoltados com a tragédia. (Foto: Minamar Júnior)

Como o segurança não chegava, resolveu ligar para um amigo policial que sabia que estava de serviço naquela madrugada. Queria saber se havia acontecido algum assalto.

A notícia do acidente envolvendo o esposo veio minutos depois. O policial retornou a ligação e pediu o endereço de onde Lays estava. "Eu já achei estranho, mas depois soube que ele já tinha visto ele morto ", conta.

Ao chegar a residência, o militar pediu que ela chamasse os avós. "Daí ele falou: O David não volta mais", relembra, aos prantos.

Menos de uma semana depois de enterrar o marido, Lays Mariane se diz "anestesiada" e ainda não sabe o que fazer. Até agora não recebeu qualquer ligação da família do estudante que atropelou o marido.

Embora desempregado, David era quem sustentava a casa com os freelances e trabalhos temporários que fazia. Na madrugada em que foi morto, trabalhou no bar Miça, localizado na avenida Afonso Pena.

Sonhos interrompidos - Segundo a esposa, o marido havia terminado um curso de segurança de carro forte há pouco tempo e nesta sexta-feira (1) seria contratado por uma empresa da Capital.

David, o filho Victor Gabriel e a esposa, Lays Mariane. (Foto: Arquivo Pessoal)David, o filho Victor Gabriel e a esposa, Lays Mariane. (Foto: Arquivo Pessoal)

"Só a gente sabe a dificuldade que foi para ele concluir", afirma, acrescentando que o sonho do esposo era ter a casa própria. "Ele falou para mim: Esse ano a gente financia nossa casa e sai do aluguel", disse.

Lays Mariane ainda não sabe como vai continuar criando o filho pequeno sem a presença de David, que era muito apegado ao garoto. "Ele vivia falando que iria colocar ele no judô, na natação, levar ele para malhar junto na academia...".

No velório, Victor Gabriel tentou abraçar o segurança dentro do caixão. "Para ele o pai estava dormindo", conta a avó da jovem, Maria Alice de Oliveira Mota, de 57 anos, ao lado do marido, o aposentado Antonio Alves de Oliveira, de 73 anos, que está revoltado com a situação.

A tragédia, pontuou Maria Alice, é irreparável. "Não tem palavras para explicar o tamanho da tristeza, da decepção. Era como nosso filho", afirmou. A família, que ainda em estado de choque, agora pede justiça.

"Uma pessoa irresponsável que está contrariando os códigos de lei", opina a avó, sobre a conduta do estudante Richard Gomides. "Para quem está estudando Direito, que tipo de advogado ele seria se não está cumprindo a lei"?, questionou a esposa do segurança.

Lays Mariane e David Del Vale estavam casados há 3 anos. Se conheceram em 2009, dentro de um ônibus, na época em que o segurança trabalhava como cobrador em uma empresa de transporte coletivo de Campo Grande.

À casa onde mora, a jovem só voltou para escolher o terno com que David foi enterrado. O filho, sem saber o que aconteceu, espera o pai no carrinho de bebê, na casa da avó, onde também está a motocicleta de brinquedo que ganhou da irmã do segurança na semana passada.

David Del Vale estava desempregado. Na madrugada em que foi morto, fez um trabalho como segurança do bar Miça. (Foto: Arquivo Pessoal)David Del Vale estava desempregado. Na madrugada em que foi morto, fez um trabalho como segurança do bar Miça. (Foto: Arquivo Pessoal)

Entenda o caso - O acidente aconteceu na madrugada desta quinta-feira (31), no cruzamento das avenidas Afonso Pena com a Arquiteto Rubens Gil de Camilo, em frente ao Shopping Campo Grande, por volta das 04 horas.

Segundo a Polícia Civil, a vítima estava parada em um semáforo que tem no cruzamento quando foi atingida por um veículo Punto em alta velocidade, que era conduzido pelo estudante Richard Ildivan Gomide Lima, de 21 anos.

Com o impacto, David Del Valle foi lançado a 38 metros de distância e morreu no local. A moto foi parar a quase 60 metros do ponto de colisão. No local ficaram pedaços da moto e do carro, além de vestígios de sangue.

A Polícia acredita que o condutor trafegava a mais de cem por hora. O radar no cruzamento onde ocorreu o acidente registrou uma velocidade de 83 km/h, com o carro já em desacelaração quando atingiu a vítima, que tinha acabado de sair do bar Miça.

Richard Ildivan. (Foto: Minamar Junior)Richard Ildivan. (Foto: Minamar Junior)

Após o acidente, Richard Ildivan fugiu do local e telefonou para a namorada acionar o resgate, mas acabou preso logo em seguida por policiais militares que atendiam uma ocorrência no bar onde o segurança trabalhava.

O jovem foi encaminhado à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do centro, onde foi autuado por homicídio doloso, quando há intenção de matar.

De acordo com informações do 1º BPM (Batalhão da Polícia Militar), quando foi abordado o rapaz mal conseguia sair do veículo e exalava forte cheiro de bebida alcoólica, mas Richard se recusou a realizar o teste do bafômetro. Dentro do carro foram encontradas duas latinhas de cerveja.




Acredito que a sociedade esta com o olhar muito CRITICO!
Todos gostam de ser o juiz, ser o acusador queria que todos esse críticos se colocasse no lugar de réu, no lugar do acusado, não estou defendendo o Richard mais acredito que o tempo é a cura para qualquer sentimento, já o estrago que esse jovem causou em sua vida por alguns minutos de erro jamais sera apagado nem mesmo com o tempo.
 
Dayane Rocha em 04/06/2012 12:07:50
Essa matéria foi de vingança pq o Advogado do Richard desmentiu a última matéria feita por vocês do CG News né? Na boa, o muleque já está preso, o cara já está morto, ficar
publicando o sofrimento da família é notícia POR QUÊ?
Não tem fato novo nenhum aí! Vamos trabalhar decentemente, sem sensacionalismo, por favor!
 
maysa mariano em 04/06/2012 12:01:34
Vai tirar um tempo de cadeia...la vai aprender a ser homem.
E a família do rapazão aspirante a piloto, seja decente...sustente esse guri até ele terminar a faculdade.
 
Athaide Romero em 04/06/2012 10:49:12
Que o Richard tem que pagar pelo o que fez é OBVIO, é claro! O que eu coloquei em questão foi o sensacionalismo para influenciar a população. Um jornal não tem esse direito e melhor, NÃO PODE fazer isso! Relatar um acidente é uma coisa, influenciar a população é OUTRA. Defendo o direito dela como qualquer um de vocês, só não defendo a mídia em relação a isso tudo.
 
Juliana Nogueira em 04/06/2012 10:37:25
Bom, há mais ou menos 3 meses atrás isso aconteceu dentro da minha própria casa. Vocês se lembram do acidente com uma idosa na br 262? a que estava parada e um caminhão simplesmente bateu no carro dela a 120 km/h? Pois é... eu já estive sim do outro lado da cena e sei MUITO bem o que é isso. O que está em jogo agora, e o que eu comentei não foi o fato do Richard ter que pagar pelo o que ele fez...
 
Juliana Nogueira em 04/06/2012 10:34:43
Ele não deu um tiro mesmo, atropelou covardemente pelas costas, sem chance da vítima se defender.
 
Lúcio Xarão em 04/06/2012 10:31:46
Isso pode acontecer com todos o cara não deu um tiro na cara do outro por inveja ou qualquer outra razão .... sensacionalismo total campo grande news colocando fogoo na palha "!
 
Julio Artega em 04/06/2012 09:19:58
Sr.a Lays Mariane, peço a Deus que venha iluminar os seus caminhos,pois não será fácil,mas acredito que com muita fé e amor ao seu filho vc vai superar, agora com relação a esse MONSTRO filhinho de papai que receba aquilo que mereçe, pois para justiça de Deus não existe dinheiro... SR. Richard, mas que belo advogado o senhor seria!?!?!?! " Pelos frutos se conhece a árvore"
 
Alex André em 04/06/2012 08:54:32
Que todos os que defendem esse marginal sintam na carne o que a família desse rapaz está sentindo, o Campo Grande News tem que divulgar, tem que avacalhar mesmo, para que ele sinta, pelo menos vergonha na cara, já que não ama nem sua mãe morta, nem seu pai, sua irmã ou sua namorada que ele fez de corna. Os amigos não devem defender pois amgio de verdade não acoberta erros, vcs são sanguessugas.
 
Juliano Moraes em 04/06/2012 07:10:59
ESTUDANTE DE DIREITO. Esse jovem pelo jeito só comparecia as aulas, pois não aprendeu nada na universidade. É uma vergonha para o curso de Direito.
 
Lucio Xarão em 04/06/2012 07:01:43
Juliana Nogueira deve ser parente do playboy, só pode. Sabe pessoal, o mais triste disso tudo é que não acredito que va haver justiça para esse cidadão. A verdade e que passando 1 à 2 meses todo mundo vai esquecer isso, pior que o Senhor velocidade maxima já vai estar até dirigindo de novo se duvidar. Isso é revoltante, que justiça é essa!!! Chega, ta na hora de agirmos!
 
Maykon Monaco em 04/06/2012 02:38:18
Concordo com o Valmir nogueira a proxima pode ser você Juliana Nogueira ou um parente seu!!!!! Sera que você teria tanta dó desse assassino????
 
Camila Rodrigues em 04/06/2012 01:15:58
David Del Vale Antunes
A morte não suaviza o aviso é fatal
Parado na madrugada a esperar o sinal
A morte que vem de punto. Ali chegou pontual
David! Confiar no ser humano, este foi seu grande mal...

O ser humano é tinhoso às vezes no natural
Beber além dos limites velocidade é fatal
Não respeitar uma vida às vezes se é normal
Quem perde é a família que fica com todo o mal...

O destino é estranho às vezes se entrelaça
Mata o pobre fica o rico emaranhado em desgraças
Do filinho que ficou a sorte se despedaças
Daqueles que a ele choram a sorte lhes foi madrasta...

Apenas deixo um alerta, aquele que vivenciaram
A vida de um ser humano pouco valor é se dado
Bebidas junto aos volantes muitas vidas têm ceifado
Agora nesta historia! Prejuízo pros dois lados...

Um filho cresce sem pai, um pai chora o filho amado
A mãe que em desespero vê seu filho ser enterrado
O pai do irresponsável que verá o filho julgado
Tudo isto se compreende... Bebidas e a morte do lado.
(Zildo)


 
zildo de oliveira barros em 04/06/2012 01:01:40
Enquanto isso os Detrans da vida gastam rios de dinheiro com propaganda fraca,ineficiente em que algumas apenas constatam estatisticas das causas de acidentes de maneira "criativa"sem ajudar efetivamente a resolver os problemas do trânsito.Como se fosse apenas uma questão do motorista.Mas são outras questões que envolvem essas barbaridades....dinheiro público usado de maneira irresponsavel.Triste!
 
candido alberto da fonseca em 03/06/2012 12:01:51
lais muito triste espero q deus te conforte neste momento de dor,,, agora acho q voce tem entrar com acao e pedir uma boa indenizacao pra esse rapaz ,,, poois alem dor de viver sem seu marido voce ainda tera q rebolar pra sustenta esse filho sozinha nao é justo,, esse inresponsavel tem q ajudar voce sim ate seu fiho ter maior idade,,, seu bebe inocente nao tem direito de pagar por erros dos outros
 
rosilene leonel em 03/06/2012 11:13:03
Agora está do jeito que eles gostam, não são obrigados a produzerem provas contra si mesmo; isso virou moda, basta se negar a fazer o teste em aparelho de ar alveolar pulmonar, o famoso bafômetro, então se tá livre: estas são nossas leis flexíveis que aumentam a impunidade no Brasil. Cadeia só para os pobres!!!! Que Deus tenha misericórdia dessa pobre família que um dia sonhou.
 
José Augusto de Carvalho Barbosa em 03/06/2012 10:47:00
nessas horas, só confortando os familiares dizendo que somente creiam em Deus, e ficando em silencio para a resposta da justiça.
 
WILLERSON ZAMPIERI em 03/06/2012 10:02:15
Direitos humanos defendem os desumanos.
Muito triste saber que uma família espera um pai e um marido que não vai chegar.
Tudo o que se espera diante desse quadro doloroso e que no minimo a justiça não fique com os olhos vendados. A impunidade incentiva os maus caráter.
 
Marlene Dualibe em 03/06/2012 09:55:59
Juliana, um dia será vc, um de seus pais, talvez um irmão ou filho que terá sido ASSASSINADO por um deliquente, marginal, idiota, sem educação, sem respeito, sem amor por ninguém, sem caráter ou honra. Daí eu quero ver vc se descabelado na beira de um caixão clamando por justiça. Eu estarei esperando ANSIOSAMENTE a sua vez de sofrer, pq pessoas como vc e esse MARGINAL, FILHO DO DEMÔNIO, merecem.
 
Luana Souza em 03/06/2012 08:51:51
estamos cansado de tanto crime barbaro tanto filhinho papai dando nojo na nossa cidade como caso Brunão ,, caso mayana ,, caso Rayssa Favaro cada dia um inocente morrendo no transito agora outro ,, cada dia vai um coitado trabalhador ,, ja esses bacanas continua ai tirando vidas nada acontece mesmo,,,eles sempre tem um
parente poderoso ,,, justica tem julgar bandido pelo crime, não pelo bolso
 
rosilene leonel em 03/06/2012 08:27:54
Juliana vc acha sensacionalismo fala serio?, vc nao deve ter CORAÇÂO , pois vai defender o filhinho de papai bebum ,essa familia sofrendo perda de um pai tao jovem e vc acha sensacionalismo fala serio gúria? ou vc é namorandinha dele , coitada da namoradinha , justica tem por esse guri pagar pensao pra essa crianca sei que isso nao paga dor nem sentimento do filho perde pai,minimo q ele faz ajuda
 
rosilene leonel em 03/06/2012 08:22:16
Juliana a próxima poderá ser voceeeeeeeeeeeeeeee!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
 
valmir nogueira em 03/06/2012 08:02:42
esses muleques iidiotas so sabem beber e sair dirigindo que nem um retardaaaaaaaaaaaados!!!não tem juizo nessas cabeças ocas deles...por isso matam as pessoas..=[
 
Daniele Pileggi em 03/06/2012 07:19:37
Basta de impunidade, juri popular nesse jovem irresponsável, inconsequente, bebeu dirigiu, matou... que a justiça funcione, que aplique veementemente uma dura pena.
 
Carlos Cardoso em 03/06/2012 06:57:42
Juliana e Tânia, gostaria que só por um minuto vocês fossem a esposa, mãe ou irmã do segurança morto, mas vcs não merecem né?
Não são humanas o suficiente para isso, devem ser amiguinhas desse assassino!!!!!!!!
Todos os dias deve ser regristado o CRIME BARBARO QUE ESSE FILHINHO DE PAPAI COMETEU, ASSASSINO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
 
Ligia Amaral em 03/06/2012 06:39:00
Quem sabe esta moça que disse que o jornal está fazendo sensacionalismo,deve ser alguma amiga do irresponsável -delinquente-filhinho de papai!!!....para ser tão insensível a este fato......queria ver se fosse algum parente dela.......
 
Tania Martins em 03/06/2012 06:25:58
Sensacionalismo???......queria ver se fosse um parente seu.
 
Tania Martins em 03/06/2012 06:20:56
A Matéria foi BOa..!! e em relação a essa familia..q Que Deus conforte eles..e O Rapaz que Atropelou..Tem Mto ..Mto Dinheiro.ele tem q pagar uma indenização e uma pensão da bem Gorda pra essa Criança..Não vai suprir a falta de um Pia..e Esposo..mais é o Minimo q ele pode fazer..!
 
Bruna Santos em 03/06/2012 05:54:00
Vai lavar louça Juliana.
 
Paula lutero em 03/06/2012 05:38:55
COLOCA ESSE BURGUESINHO E A FAMILA DELE SUSTENTAR ESTE BEBÊ QUE FICOU ORFÃO QUERO VER SE ELE VAI CONTINUAR A MATAR , NÃO IMPORTA O QUE ELE PENSE OU FALE, ELE NÃO SAIU DE CASA PARA MATAR AFEEEE....... E O RAPAZ SAIU DE CASA PARA MORRER?? NEM PARA SE DIVERTIR O COITADO TAVA TRABALHANDO, E AGORA?? JUSTIÇA AGORA É ELE MANTER ESTA CRIANÇA ATÉ A IDADE ADULTA COMO COM CERTEZA A VITIMA IRIA FAZER..
 
LINA MAFFEI em 03/06/2012 04:45:32
Boa CG News, sensacionalismo correndo solto!!
 
Juliana Nogueira em 03/06/2012 03:57:07
Pelo perfil do acusado, mais um tipico caso brasileiro, filho de papai ou mamãe rica, acabou com a vida de um pobre, voltando de uma noite de trabalho, enquanto ele voltava da balada. Mas o que é pior, o final disso tudo a gente já sabe,bons advogados, papai amigo de juízes, desembargadores,políticos influentes, e o maldito dinheiro vai falar mais alto, que nojo de um sistema brasileiro falido.
 
José francisco de Assis filho em 03/06/2012 02:40:27
TUDO ISSO, ESSES SONHOS ROUBADOS, DEVEM SER COBRADOS DESSE ASSASSINO NA ESFERA CIVIL. EU SEI QUE DINHEIRO NAO VAI REPOR JAMAIS O QUE NAO SERÁ VIVIDO, MAS É UMA MANEIRA DE PENALIZAR DE VDDE ESSE ASSASSINO. 10 SALÁRIOS MÍNIMOS/MÊS POR 30 ANOS PARA A CRIANÇA. SÓ ASSIM PRA ESSE ASSASSINO.
 
Patrício Lombardi em 03/06/2012 02:31:57
Ótima matéria. Parabéns !
 
MICHELLE ROSSI em 03/06/2012 02:06:21
Sr. candido alberto da fonseca, na minha opinião não há Detran no mundo e nem política de trânsito no mundo que seja capaz de impedir tragédias ocasionadas por pessoas que não receberam educação de suas familias. Educação não é só possuir ou almejar um diploma universitário, mais sim receber educação humana e de como se portar perante o próximo. Um dia alguém disse: "Ame o próximo como a ti mesmo"
 
Alexsander Vega e Moraes em 03/06/2012 01:43:05
E cade A Dra Kelly do direitos humanos??? Ou essa família não tem direito???
 
Arivaldo Paiva em 03/06/2012 01:09:01
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions