A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

02/03/2012 09:01

Em 5h, acidentes de trânsito matam quatro em Campo Grande e Terenos

Fernando da Mata

Acidentes aconteceram na BR-262, município de Terenos, e na avenida Costa e Silva, em Campo Grande

Marcas de frenagem deixada por veículo em terminal (Foto: Marlon Ganassin)Marcas de frenagem deixada por veículo em terminal (Foto: Marlon Ganassin)

Em um intervalo de 5 horas, quatro pessoas morreram vítimas de acidentes de trânsito em Campo Grande e Terenos entre a noite de quinta-feira (1º) e a madrugada desta sexta-feira (2).

O primeiro foi registrado às 21h55 na BR-262, município de Terenos, 20 km após o Indubrasil, distrito de Campo Grande. Conforme a PRF (Polícia Rodoviária Federal), um carro Volkswagen Gol, placas de Terenos, invadiu a pista contrária e bateu de frente com uma caminhonete Ford F-250 na curva do Jaraguá.

O condutor do Gol, Sebastião Balbuena, 38 anos, e as passageiras Kênia Mara Arce, de 17 anos, e Jenifer Arce Barbosa, 21, morreram após a colisão, de acordo com o Imol (Instituto Médico e Odontológico Legal).

Na caminhonete, estavam o motorista de 34 anos e três passageiros, de 56, 52 e 48 anos. Segundo a PRF, os quatro sofreram lesões leves. Equipes do Corpo de Bombeiros e do Samu socorreram socorreram e transportaram os feridos para a Santa Casa.

A pista ficou interditada quase duas horas e meia para a realização dos trabalhos.

Capotagem - Na avenida Costa e Silva, em Campo Grande, às 2h55 desta sexta-feira (2), um jovem de 26 anos morreu depois de invadir o terminal Morenão, bater o carro na plataforma e capotar.

Segundo a Polícia Civil, Hugo Ferreira da Silva dirigia um GM Celta e estava com os passageiros Alan Eduardo Michaeli, Wesler Fernandes, Gleiciane Souza Freitas e Gleicimara Grolli dos Santos. Os quatro recusaram atendimento médico.

Hugo seguia sentido centro – bairro, quando entrou na parte onde os ônibus ficam estacionados dentro do terminal e bateu a roda esquerda dianteira na plataforma de embarque. Com o impacto, o veículo capotou duas vezes.

De acordo com a Polícia, os ocupantes do carro disseram aos policiais que Hugo vinha em alta velocidade, a mais de 100 quilômetros por hora.

Os cinco vinham da conveniência Fast Beer, na avenida Fernando Corrêa da Costa, próximo ao posto Trokar, quando o motorista entrou com o veículo no terminal. Hugo morreu na hora e os passageiros sofreram lesões sem graves ferimentos.

Identificadas vítimas do acidente entre carro e caminhonete no Indubrasil
O acidente aconteceu por volta das 21h55, na BR-262, entre a região do Indubrasil e o município de TerenosIdentificadas as três pessoas que morreram...
Colisão na saída para Terenos deixa três mortos e quatro feridos
Acidente envolveu um carro de passeio e uma caminhoneteColisão frontal entre carro de passeio e uma caminhonete deixou três pessoas mortas e outras ...



boa tarde, o numero de acidentes em campo grande-ms esta nesta cultura de ultima hora, ou só falta cinco minutos pra chegar, uma corrida desenfreada, a isso nunca acontecerá comigo, dando as situações de risco que acha que poderá evitar qualquer acidente devido a sua pratica ou pericia na direção, como educador de transito eu ja pude observar muitos relatos como esses inevitaveis desculpas.......
 
carlos ferreira de souza em 05/03/2012 01:30:18
Infelizmente este outro José é sem noção. Este acidente não é por falta de fiscalização, é por falta de noção, educação, de sujeição às leis e legislação, não tem como a fiscalização ficar cuidando quem está bebendo e vai dirigir. Deveríamos é cobrar dos legisladores leis mais rígidas, a fiscalização tem de ser de acordo com a lei(legisladores) e efetivo humano e material(prefeito, governador)
 
JOSE ANTONIO em 02/03/2012 11:18:10
Como eu digo só depois que alguém morre é que se aprende, se é que se aprende, provavelmente todos estavam bêbados, pois saíram de uma conveniência, e quem será responsabilizado?
Quem vai arcar com os prejuízos que devem ter causados no local?
Será que a falta de inteligência vai continuar sendo vista nessa cidade, dinheiro parece que não compra inteligência né!!!!
 
Oswaldo Benites em 02/03/2012 10:46:43
O unico problema do transito de campo grande è os motoristas.!!!!!
Nossar ruas e avenidas são de otima topografia, bem sinalizadas, otimo traçado, tudo que a Engenharia de segurança de transito preconiza nos temos, bastaria apenas os condutores fazerem sua parte.
 
Paulo Celso em 02/03/2012 10:21:25
Infelizmente mais acidentes, é muito triste, porém a imprudência novamente esperamos que as autoridades de trânsito fiscalizem com mais rigor. Ontem mesmo as 16:48h um veículo de fiscalização da Agetran "amarelinhos" dirigia acima da velocidade na Av: Tamandaré e com o braço para fora, é difícil quando temos quem deria dar exemplo e faz ao contrário.
 
José Elton em 02/03/2012 09:54:23
Tai! os jovens de hoje saem para se divertir no meio da semana, é sinal que não tem obrigação p o dia seguinte,não trabalham,vão encher a cara e saem a 100 km onde o limite max. é 50km. aí acontece acidente ,morrem, e agora? a culpa é da policia tambem?agóra tudo é culpa da policia!
 
Rosevaldo Pereira em 02/03/2012 04:16:10
os dois acidentes por causa de que? a velocidade o homem é tão burro ou o demonio que assopra no ouvido dizendo corre corre, que a pessoa perde a noção da consequencia de correr, se morre sozinho até que vai o problema é quando carona se ferra por causa do irresponsável
 
GREISSIELE GONZALES VILLALBA em 02/03/2012 04:03:26
Eu ñ estava presente na hora do acidente,mas estava no congestionamento no local,qdo cheguei no local as vítimas já ñ estavam,as quais(3) vieram a óbito por imprudência.Nossa foi horrível o impacto,marcas nos asfalto,vidros,sangue,objetos pssoais todos espalhados pela rodovia.O gol foi partido ao meio,restando apenas a traseira e a F 250 amassada na frente.Os condutores tem que ser+atenciosos.
 
Francinny Ayumy em 02/03/2012 01:57:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions