A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

25/03/2013 07:00

Nem onda verde livra motoristas de congestionamentos na Capital

Mariana Lopes
Na Fernando Correa da Costa o congestionamento é grande em horários de pico (Foto: Marcos Ermínio)Na Fernando Correa da Costa o congestionamento é grande em horários de pico (Foto: Marcos Ermínio)

O trânsito em Campo Grande está a cada dia mais tumultuado. É só andar pelas principais avenidas da cidade para perceber as filas de veículos que são formadas no início da manhã e ao final da tarde.

Veja Mais
Em meio a chuva e alagamento, rotatória tem congestionamento
Em meio a congestionamento, carro onde estavam 4 crianças se envolve em acidente

Na avenida Fernando Correa da Costa, os motoristas enfrentam vários trechos congestionados, desde a rua Anhanduí, no Centro, até a rua Joaquim Murtinho, no bairro Miguel Couto. Nem a onda verde, que permite o tráfego de veículos no sentido Horto Florestal-shopping com o sinal aberto em vários cruzamentos, livra os condutores do transtorno de ficar parado nos horários de pico.

A média parados no mesmo semáforo é de 10 minutos em horário de pico, o que significa o sinal abrir e fechar pelo menos três vezes. Embora reclamem, a maioria dos motoristas estão conformados com a condição do trânsito de Campo Grande e tem consciência de que este é o preço a ser pago por morar em uma capital que está abandonando os ares de interior e assumindo a cara de “cidade grande”.

“Das 7h30 às 8h, tem que ter paciência, porque o trânsito é lento aqui, todo dia é assim”, adianta o cirurgião dentista Romano Gentim, 24 anos.

Para o programador Jean Carlo Marson, o problema no tráfego de veículos não é pontual na Fernando Correa da Costa, mas sim em toda a cidade. “O trânsito em Campo Grande está só piorando, em certos horários é complicado ter um fluxo normal”, aponta o motorista.

Consciente de que a cidade está crescendo e de que o tempo gasto em qualquer trajeto só aumenta, a jornalista Marycleide Vasques, 40 anos, observa que em muitos casos o trânsito não flui porque os motoristas demoraram para sair do lugar.

“A maioria deixa para engatar a primeira só depois que o sinal abre e quem está para trás não consegue nem mudar de marcha”, critica a jornalista.

Jean Carlo observa que o trânsito piorou em Campo Grande (Foto: Marcos Ermínio)Jean Carlo observa que o trânsito piorou em Campo Grande (Foto: Marcos Ermínio)

Mas para o mestre em psicologia do trânsito Renan da Cunha Soares Junior, esse tipo de morosidade não é o que gera o congestionamento. “O que acontece é que a frota aumentou e tem mais veículos nas ruas em horário de pico, a tendência é piorar”, explica.

Por outro lado, o congestionamento também pode ser evitado, ou pelo menos amenizado, com uma mudança de comportamento. “O brasileiro está sempre atrasado, não tem o costume de se programar, tem que aprender a sair mais cedo de casa”, orienta Renan.

Outra dica do psicólogo é os motoristas procurarem caminhos alternativos. “As pessoas têm o costume de trafegar sempre pelas avenidas principais da cidade, é preciso mais planejamento de comportamento no trânsito”, observa.

Os carros ficam em média 10 minutos no mesmo sinal (Foto: Marcos Ermínio)Os carros ficam em média 10 minutos no mesmo sinal (Foto: Marcos Ermínio)
Para marycleide, o problema é não desenvolver as marchas do carro (Foto: Marcos Ermínio)Para marycleide, o problema é não desenvolver as marchas do carro (Foto: Marcos Ermínio)



kkkkkkkkkkkkkkk
onda verde. isso é uma piada ou o que?
 
nelson gomides da cruz em 25/03/2013 18:04:00
Onda verde é pegar a bicicleta e parar de querer andar só de carro. Se as pessoas começarem a mudar seu hábitos vão acabar com este comodismo. Não é só pra andar de bicicleta feito doido também, mas dá pra conciliar hora carro/moto e hora bicicleta sem problemas.
 
joao britto em 25/03/2013 13:34:00
Onda verde? nasci em Campo Grande, e desde da primeira série ja era usuário do transporte coletivo e hoje aos 33 anos conheço com veículo proprio, e conheço muito bem o transito da capital. A realidade é o unico trecho pouco truncado na cidade é na rua Antonio Maria Coelho iniciando na Ernesto Geisel ate a rua Bahia, no restante a onda verde deixa muito a desejar, existe falta competencia e comprometimento de pessoas ligadas diretamente ao transito, tbm a falta de sincronismo semaforico deixa os condutores estressados e de um lado incentivando a "aproveitar do sinal" tomando uma postura de impaciente e acarreta em acidentes. Pense nisso... muitas paradas e transito lento é lucro para os postos de combustiveis, muitas autorididades sao socios de Postos...
 
Alexandre Nogueira em 25/03/2013 13:26:51
Onda verde? Onde?
 
Ricardo de Freitas em 25/03/2013 12:33:30
Quer dizer então que o povo vai continuar acreditando que a onda verde existe?
queria que alguem me demonstrasse um só exemplo da onda funcionando, aqui em Campo Grande a onda é a seguinte, voce anda um quarteirao e para, anda mais um e pára, pois os semaforos são regulados de maneira que voce nunca vai andar mais de um quarteirão sem ter que parar no sinal, a não ser que voce ande a 120 km por hora, aí sim voce pega o primeiro aberto e todo o resto, então devia ser onda VERMELHA, pois o acidente é certo, o que deve ter acontecido é que pegaram o dinheiro da cidade, dividiram e inventaram essa estória de ONDA, o transito de Campo Grande é ridiculo se notarmos a largura das ruas e a quantidade de carros na frota da cidade, tinha que trocar ou fechar o ciptran, aí melhora.
 
MAXIMILIANO RODRIGO ANTONIO NAHAS em 25/03/2013 12:30:19
Onda verde em Campo Grande? Hahahahahahaha. Isso é coisa pra inglês ver! Os semáforos daqui são sincronizados: quando um abre, o outro fecha! A engenharia de tráfego dessa cidade é desprezível (se é que podemos chamar isso de "engenharia de tráfego"!)! Sem dizer que Campo Grande agora, é a cidade dos semáforos! Toda esquina tem um! Isso sem levar em conta a falta de educação no trânsito. Nunca vi uma cidade no país com tanta gente barbeira e egoísta no trânsito!
 
Ricardo Franco em 25/03/2013 11:57:33
Além da falta de respeito do motorista campo-grandense, a falta de planejamento é o que mais afeta o trânsito daqui. A Afonso Pena por exemplo, tem onda verde e um tráfego intenso, as vezes congestionado. Já as ruas paralelas, como a barão e a 7 de setembro, que poderiam ser usadas como caminho alternativo e desafogar o trânsito é aquele anda e para, abre aqui e fecha o sinal ali. Enquanto o poder executivo e legislativo ficam de mimimi e esquecem da cidade e dos cidadãos que os elegeram, o problema está ai e nada de soluções para acabar com o problema.
 
Anderson Martins em 25/03/2013 09:50:33
Onda verde ? Fala sério, isso foi um engodo que custou milhões de reais com dinheiro suado pago pela população. Mais uma falácia da administração anterior.
 
Marcos Paulo Hypollito em 25/03/2013 09:33:35
Além da frota de veículos em CG que aumentaram, o que realmente atrapalha é maioria dos motoristas que mais parecem verdadeiros "zumbis" no trânsito. O cidadão não presta atenção quando o sinal abre, têm que levar buzinada para acordar e arrancar o veículo do lugar, e ainda acham ruim; ocupam faixa da esquerda andando a 20km/h, não abrem espaço para o colega ultrapassar e, muitas vezes por maldade; a maioria se acha o dono da rua ocupando duas faixas ao mesmo tempo; seta muitos nem sabem o que é, e para que serve. A falta de educação no trânsito é constante. Não consigo enxergar melhora neste trânsito de CG, e sim piora! Lamentável para todos nós que dependemos do trânsito para ir e vir. A cidade está em verdadeiro crescimento, mas a maioria dos motorista está em contínua desmedrança.
 
Eliane Silvério em 25/03/2013 09:13:20
vcs tem que todos os dia dar graças a DEUS por morar numa cidade abençoada como esta,vem morar aqui no RIO DE JANEIRO PRA vcs sentirem o que e transito engarrafado....parem de serem dramaticos.
 
jorge de souza em 25/03/2013 09:05:32
A AFONSO PENA SENTIDO CENTRO BAIRRO ESTA SEM ONDA VERDE, QUER CERTIFICAR? ALGUEM DA REDAÇÃO PODE DIRIGIR A PARTIR DA CALOGERAS ATÉ A PREFEITURA, AI SIM VAI TER CERTEZA DO QUE ESTOU DIZENDO. A ONDA VERDE SÓ FUNCIONOU ALGUM TEMPO AGORA NÃO TEM MAIS, AGETRAN E PREFEITURA ONDE ESTÃO AS VERBAS PARA A MANUTENÇÃO DOS APARELHOS.
 
ELIEZER ARCE em 25/03/2013 09:00:53
Sao frases de politico frustrado que nunca se elegeu, a respeito do transito em Campo Grande ser ruim, vamos dar susgestoes e nao criticas, sugerir melhoras.
 
Marcos Antonio Aroca. em 25/03/2013 08:15:24
Esqueci, tem os que estão dirigindo com celular no ouvido e o pensamento nas núvens. Precisa de Lei capaz de conter o problema no ato da infração. Como: multando o condutor, apreende o carro e manda pagar a multa; quando quitar a divida, mediante recibo de pagamento, retira o veículo.
 
luiz alves em 25/03/2013 08:08:57
Todos os problemas do transito estão nos condutores dos veículos. Tem o motorista distraido, o que não sabe aonde vai entrar, os que não sabem dirigir e nunca fez teste da CNH e ainda tem os que ficam procurando endereço e usando a mão errada. Diante disso vai ocorrer fila, nervosismo e batido.
 
luiz alves em 25/03/2013 08:05:48
esse transito nosso e fixinha,em vista de outras capitais...o unico problema e que a maioria do campograndensse e sem educaçao!!!
 
alan costa em 25/03/2013 07:45:02
Estamos precisando urgente e isso dependemos dos nossos governantes é um metrô, com certeza facilitará muito a vida do Campograndense.
 
Sandra Regina em 25/03/2013 07:40:19
minha dica para o transito de Campo Grande, andem de bicicleta!
Saiam mais cedo, peguem sua bike e bora trabalhar!
Ja estou ha quatro meses nesse ritmo e não pretendo parar, e não tenho problema de stress no transito, nem com buzinas ou outros motoristas problemáticos.
 
Leopoldo Albigesi Barbosa em 25/03/2013 07:34:11
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions