A notícia da terra a um clique de você.
News Veículos
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

20/07/2015 18:40

Ford testa nova tecnologia de faróis que identifica pessoas e animais no escuro

Márcio Martins
Fotos divulgação FordFotos divulgação Ford

A Ford está testando novas tecnologias de iluminação que vão permitir ao motorista identificar potenciais riscos nas estradas à noite, como pedestres, ciclistas e animais na pista, e ter uma viagem mais segura. O sistema avançado de iluminação dianteira baseado em câmera combina dois avanços já disponíveis em carros da Ford: o farol adaptativo - lançado agora no Brasil com a nova linha Focus - e o sistema de reconhecimento de sinais de trânsito, além de poder operar com GPS.

Veja Mais
Ford apresenta o Mustang Black Shadow E Blue Edition para A Europa
Volkswagen apresenta a picape Amarok 2017

Já o sistema "Spot Lightning" usa uma câmera infravermelha para detectar a presença de pedestres, ciclistas e animais na pista e alertar o motorista. Ele pode identificar até oito potenciais perigos e destacar duas prioridades máximas, por meio de faróis especiais e exibição na tela do painel.

Essas tecnologias estão sendo desenvolvidas no Centro Europeu de Pesquisa e Inovação da Ford em Aachen, Alemanha, e a expectativa é que estejam disponíveis no mercado em breve. Dados de segurança rodoviária mostram que há um aumento significativo da probabilidade de acidentes em estradas sem iluminação.

Ford testa nova tecnologia de faróis que identifica pessoas e animais no escuro

"Muitas pessoas que dirigem à noite já tiveram a experiência de reagir rapidamente a algo que surgiu de repente na pista. O sistema avançado de iluminação dianteira da Ford baseado em câmera e Spot Lighting ajuda a alertar o motorista sobre pessoas ou animais que possam representar perigo", diz Ken Washington, vice-presidente de Pesquisa e Engenharia Avançada da Ford.

Ford testa nova tecnologia de faróis que identifica pessoas e animais no escuro

O sistema avançado de iluminação dianteira baseado em câmera pode usar o GPS para iluminar melhor as curvas e depressões da estrada. Quando o sinal de GPS não está disponível, a câmera de vídeo montada na base do espelho retrovisor identifica as marcações da pista para prever a direção das curvas e iluminar a área de forma mais eficiente. Nesse caso, a câmera armazena a informação no sistema de navegação e quando o motorista utiliza a mesma via novamente os faróis se adaptam à estrada automaticamente.

O chamado "Spot Lighting", em fase de desenvolvimento, usa uma câmera infravermelha na grade dianteira para localizar e rastrear simultaneamente até oito pessoas ou animais grandes, incluindo cães de maior porte, a uma distância de até 120 metros. Ele destaca os dois perigos principais para o motorista, projetando luzes na estrada por meio de duas lâmpadas especiais de LED ao lado dos faróis de neblina. Os objetos também são mostrados na tela do painel, com uma moldura vermelha ou amarela dependendo da proximidade e do nível de perigo apresentado.

Ford testa nova tecnologia de faróis que identifica pessoas e animais no escuro

"A iluminação dianteira avançada baseada em câmera pode ajudar o motorista a viajar à noite em lugares desconhecidos e enxergar riscos inesperados. Nas rotatórias, por exemplo, ele ajuda o motorista a ver claramente as saídas e se há ciclistas e pedestres cruzando a estrada", diz Michael Koherr, engenheiro de pesquisa de Sistemas de Iluminação da Ford Europa. "E o Spot Lighting torna visíveis os potenciais perigos na estrada, seja um pedestre, um ciclista ou animal de grande porte."




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.