A notícia da terra a um clique de você.
News Veículos
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

01/09/2014 23:06

Honda lança novo City

O modelo chega às concessionárias a partir de R$ 53.900

Márcio Martins
Fotos divulgaçãoFotos divulgação

A Honda lançou nesta segunda-feira, a nova geração do City no Brasil, o modelo será produzido na planta de Sumaré (SP), e as vendas começam a partir da segunda quinzena de setembro nas versões DX, EX e EXL.

Veja Mais
Telemetria – das pistas para o seu carro
Ford apresenta o Mustang Black Shadow E Blue Edition para A Europa

O novo City passou a ser equipado com o mesmo motor 1.5 flex de 116 cv com a tecnologia FlexOne que equipa o Fit, que dispensa o tanque auxiliar de gasolina para partida a frio. Além disso o sedã, recebeu uma versão inédita com transmissão CVT que simula sete marchas e paddle shifts atrás do volante nas versões EX e EXL. A variante de entrada, DX, continua com o câmbio manual de cinco velocidades.

Honda lança novo City

Na parte visual o sedã recebeu uma nova grade dianteira cromada e faróis redesenhados, e um novo design no painel, na traseira ganhou novas lanternas, com desenho mais moderno e esportivo. A partir da versão intermediária, são oferecidos itens de série como airbags frontais e laterais, ar-condicionado digital e áudio com tela multimídia de 5 polegadas, entre outros.

O preço inicial de R$ 53.900 é válido para a versão DX 1.5 com câmbio manual de cinco marchas. A configuração seguinte é a EX 1.5, que não teve o valor revelado, mas troca o atual câmbio automático pela nova transmissão CVT (polias, com "infinitas" relações, mas que no caso do novo Fit -- que usa o mesmo sistema -- não traz simulação de marchas). Por fim, teremos a EXL, também 1.5 com CVT, a R$ 69.000.

Na geração atual, o sedã compacto "premium" da Honda pode ser encontrado pelos seguintes valores: R$ 50.990 (DX manual), R$ 56.470 (Sport manual), R$ 60.450 (LX automático) e R$ 64.990 (EX automático). Assim, a configuração mais básica ficará R$ 2.910 mais cara (alta de 5%), enquanto a mais completa sobe R$ 4.010 (pouco mais de 6% de elevação).

 




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.