A notícia da terra a um clique de você.
News Veículos
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

25/02/2016 18:47

Testamos a Duster Oroch na versão Dynamique 1.6

Veja como foi nossa avaliação durante 10 dias

Márcio Martins
Oroch versão Dynamique 1.6 utilizada durante nosso teste de 10 dias. Foto: Márcio MartinsOroch versão Dynamique 1.6 utilizada durante nosso teste de 10 dias. Foto: Márcio Martins

Lançada no final do ano passado, a Duster Oroch chegou fazendo barulho, pois não foi apenas um lançamento comum, o modelo chegou inaugurando um segmento novo.

Veja Mais
Renault lança série especial Duster Dakar
Renault lança a picape Duster Oroch

A Oroch conta com dimensões menores que as picapes médias (S10, Hilux) e maior que as compactas (Strada e Saveiro nas versões topo de linha cabine dupla) disputando vendas com estes modelos e até tirando vendas de sedans. Porém a partir deste mês a Oroch ganha companhia da Fiat Toro, derivada do Jeep Nenegade, que passa a concorrer diretamente com ela.

Fabricada em São José dos Pinhais (PR) a Duster Oroch foi desenvolvida pela RTA (Renault Technology Americas), que tem o objetivo de desenvolver produtos voltados às necessidades e ao perfil do consumidor latino-americano. Como resultado deste desenvolvimento, o modelo traz suspensão traseira multilink em todas as versões, entre-eixos maior em relação ao Duster e dirigibilidade aprimorada para oferecer uma condução precisa e segura como a de um carro de passeio, tanto com a caçamba vazia quanto carregada. No total, foram 4.800 horas de desenvolvimento e 720 mil km de testes na França, Brasil e Argentina.

 

Modelo conta com suspensão multilink em todas as versões, entre-eixos maior em relação ao Duster (Foto Márcio Martins)Modelo conta com suspensão multilink em todas as versões, entre-eixos maior em relação ao Duster (Foto Márcio Martins)
Renaut Duster Oroch 1.6 Dynamique é meio-termo entre a compacta e a média (Foto: Kalina Pessoa)Renaut Duster Oroch 1.6 Dynamique é meio-termo entre a compacta e a média (Foto: Kalina Pessoa)

Durante um período de dez dias, testamos a Duster Oroch na versão Dynamique sedida pela montadora. A versão testada veio equipada com o motor 1.6 16v flex que rende 115 cv com etanol e 110 cv com gasolina, com câmbio manual de 5 marchas (na 2.0 são seis marchas). Em torque o motor 1.6 entrega 15,9 kgfm a 2.500 rpm, quando abastecido com etanol, e 15,1 kgfm a 2.500 rpm com gasolina. Já com o propulsor 2.0 entrega 148 cv quando abastecido com etanol e 143 cv com gasolina. Ambos recebem nota “A” em consumo no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV). Ainda este ano está previsto a chegada do modelo equipado com câmbio automático e tração 4x4.

No Brasil, as picapes são responsáveis por 80% do mercado de comerciais leves e por 13% do mercado total, com aproximadamente 450 mil veículos vendidos em 2014. Estes números evidenciam a importância destes modelos no mercado nacional. As vendas de picapes compactas cresceram nove vezes entre 2010 e 2014 em comparação com os veículos de passeio. No mesmo período, o volume de vendas das picapes cabine dupla aumentou 50%. Na América Latina, em 2014, o mercado de veículos utilitários representou 1,2 milhão de unidades e se consolidou como um dos mais importantes e concorridos da região.

O painel com desenho moderno tem novas cores e acabamento em Black Piano ao redor do sistema Media NAV Evolution. O painel com desenho moderno tem novas cores e acabamento em Black Piano ao redor do sistema Media NAV Evolution.
O espaço para joelhos é de 150 mm, maior entre as picapes compactas e próximo das médias. (Foto divulgação)O espaço para joelhos é de 150 mm, maior entre as picapes compactas e próximo das médias. (Foto divulgação)

Com quatro portas e cinco lugares, a Renault Duster Oroch oferece habitabilidade de um SUV. A picape tem 150 mm a mais no entre-eixos e 360 mm a mais no comprimento em comparação com o SUV Duster. No total, são 4.693 mm de um para-choque ao outro e 2.829 mm de entre-eixos.

Cinco passageiros viajam com certo conforto, se comparamos com as primeiras S10 o espaço para a perna é maior na Oroch. Quem se acomoda nos assentos dianteiros tem 856 mm de espaço para cabeça, mais do que em qualquer picape compacta. No banco traseiro são 877 mm de espaço para cabeças. O espaço para joelhos é de 150 mm.

Ao volante, o motorista encontra facilmente uma posição ideal de dirigir graças aos ajustes de altura do banco e da coluna de direção. A posição de dirigir elevada tem boa visibilidade, na cidade o carro desvia com facilidade dos buracos da via. O volante ergonômico tem boa empunhadura, teclas do piloto automático (controlador e limitador de velocidade) e o controle do rádio fixo na coluna de direção.

 

Testamos a Duster Oroch na versão Dynamique 1.6
Testamos a Duster Oroch na versão Dynamique 1.6
Márcio Martins durante teste em estradas vicinais de Ribas do Rio Pardo. Márcio Martins durante teste em estradas vicinais de Ribas do Rio Pardo.

 

 

 

 

 

 

 

Ao volante

Dirigimos a Duster Oroch na cidade e nos fins de semana pegamos alguns trechos de chão para ver como a picape se comporta. Por ser 4x2 e motor 1.6 o percurso que utilizamos foi um trecho tranquilo sem muitos obstáculos.

Carregada e com ar ligado o motor 1.6 sofre um pouco em baixas rotações, mas não chega a ser pacato, para quem vai usar o carro para trabalho ou carregar muito peso vale investir um pouco mais pelo motor 2.0.

Pegamos algumas estradas com muita areia e algumas valetas que foi vencido com facilidade, pegamos chuvas que nos seguiu a viagem quase que inteira, a tração dianteira dá uma dose a mais de segurança em situações de baixa aderência, onde as picapes maiores de tração traseira podem lhe recompensar com sustos.

Foto: Márcio MartinsFoto: Márcio Martins
Testamos a Duster Oroch na versão Dynamique 1.6
Testamos a Duster Oroch na versão Dynamique 1.6

A suspensão macia absorve bem os impactos, passando por buracos ou pedras com boa velocidade, onde um carro pequeno ou uma picape compacta teria que ir mais devagar, comparando a camionetes maiores a Oroch não fica pulando em buracos, isso acontece por que a Oroch é feita sobre monobloco e não em chassis como em picapes médias, sendo a primeira picape "quase média" a utilizar essa plataforma no Brasil.

Em nosso trecho urbano fez média de 8 km/l com gasolina, adandando em baixa velocidade tranquilo, andando mais forte o consumo cai pra 7 km/l. Na estrada faz média de 11 km/l rodando dentro do limite de 110 km/h.

Equipamentos

O modelo testado veio com bancos em couro, piloto automático com limitador e controlador de velocidade, e vidros com acionamento elétrico nas quatro portas, porém apenas na porta do motorista tem a opção one touch (fechamento com apenas um toque).

Não gostamos da posições do botão da regulagem elétrica dos retrovisores que fica embaixo do freio de mão e também do botão ECO e o botão do sensor de estacionamento que ficam um pouco longe das mãos do motorista.

A lista de itens de série inclui airbags duplos, freios ABS, direção hidráulica, sistema CAR (travamento automático a 6 km/h), computador de bordo com seis funções e abertura interna do tanque de combustível.

Testamos a Duster Oroch na versão Dynamique 1.6

Outro destaque fica por conta da central multimídia com rádio CD MP3 com 4 alto falantes (3D SoundbyArkamys) + USB + Bluetooth e GPS.

Para reduzir o consumo, tem a função EcoMode, que limita a potência e o torque do motor, além de reduzir a potência do ar-condicionado, que segundo a marca permite uma redução de 10% no consumo de combustível.

Outro recurso interessante da picape é o indicador de trocas de marchas, Gear Shift Indicator (GSI), o qual auxilia o motorista a dirigir de forma econômica, além disso há um sistema muito bacana que monitora a sua forma de dirigir, que lhe da estrelas conforme você dirige economizando combustível por exemplo.

Depois de conhecer a Oroch, mudei de opinião: passei a considerá-la um Duster aprimorado, com uma caçamba e uma cabine mais espaçosa. Na medida ideal para quem quer uma picape, não necessariamente média, mas com espaço para a família.

A Renault Duster Oroch parte de R$ 64.990,00.

Testamos a Duster Oroch na versão Dynamique 1.6

Ficha técnica

Motor: Dianteiro, tranversal, quatro cilindros em linham 16V, flex, injeção eletrônica, flex
Cilindrada: 1.998 cm³
Potência: 143/148 cv a 5.750 rpm
Torque: 20,2/20,9 kgfm a 4.000 rpm
Câmbio: Manual de seis marchas, tração dianteira
Direção: Hidráulica
Suspensão: Independente McPherson na dianteira e multilink na traseira
Freios: Discos ventilados na dianteira e sólidos atrás
Pneus: 215/65 R17
Comprimento: 4,69 m
Largura: 1,82 m
Altura: 1,69 m
Entre-eixos: 2,82 m
Tanque: 50 l
Porta-malas: 650 kg de carga e 683 litros de volume (divulgados pela Renault)
Peso: 1.346 kg

Aceleração

0 - 100 km/h: 10,1 s
0 - 400 m: 17,2 s
0 - 1.000 m: 31,7 s
Vel. a 1.000 m: 160,9 km/h
Vel. real a 100 km/h: 98 km/h

Retomada
40-80 km/h (3ª): 6,3 s
60-100 km/h (4ª): 8,6 s
80-120 km/h (5ª): 11,9 s

Frenagem
100 - 0 km/h: 45,6 m
80 - 0 km/h: 26,6 m
60 - 0 km/h: 16,1 m

 




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.