A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

26/05/2014 11:35

Organizadora de concurso tem 24h para explicar tumulto em MS, diz PRF

Bruno Chaves
Tumulto por causa de possível extravio de malotes com provas foi registrado dentro e fora de colégio (Foto: Carlos Novaes)Tumulto por causa de possível extravio de malotes com provas foi registrado dentro e fora de colégio (Foto: Carlos Novaes)

Procurado pelo Campo Grande News, o Departamento de PRF (Polícia Rodoviária Federal), em Brasília, informou, nesta segunda-feira (26), que a organizadora do concurso para agentes administrativos da instituição em todo o País tem 24 horas para explicar o tumulto ocorrido durante a aplicação de provas na Capital sul-mato-grossense.

Veja Mais
Fundação diz que concurso foi "sucesso" e culpa candidatos por tumulto
Relatório da PRF indica que falha impediu 400 de fazer concurso em MS

Conforme a nota, “cerca de 415 candidatos de um dos blocos do colégio Dom Bosco, em Campo Grande, não receberam os cadernos de provas. Assim que tomou conhecimento do fato, a Polícia Rodoviária Federal acompanhou a situação no local e solicitou à Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt (Funcab), empresa contratada responsável pela organização do certame, o relato oficial do ocorrido. A Funcab tem 24 horas para se manifestar”.

Momentos antes do posicionamento da PRF de Brasília, a Funcab, que tem sede em Niterói (RJ), divulgou nota oficial à imprensa informando que as consequências geradas em função do tumulto registrado em Campo Grande estão sendo analisadas.

A entidade diz, no texto, que não houve quebra da lisura do processo seletivo e afirma que foram os candidatos que provocaram tumulto. Para a fundação, aplicação das provas do concurso foi "um sucesso" em todo o território nacional e o certame transcorre normalmente.

Conforme a PRF, as provas foram aplicadas em todas as capitais do Brasil para, aproximadamente, 260 mil candidatos inscritos. Em Mato Grosso do Sul 11.549 pessoas se inscreveram no concurso. Para o Estado, estão disponíveis 15 vagas, sendo três para deficientes.

Em Campo Grande, foram 12 escolas aplicando a prova. O único problema registrado aconteceu no Bloco E do Colégio Dom Bosco.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions