A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

31/01/2014 21:19

ALL apresenta cronograma de serviços e Prefeitura suspende interdição

Vinícius Squinelo

A interdição e a suspensão da inscrição municipal da ALL (América Latina Logística) foram canceladas e a companhia já pode retomar as operações em Corumbá. A liberação do embargo foi decidida nesta sexta-feira, 31 de janeiro, após os executivos da concessionária da malha férrea apresentarem à Prefeitura Municipal um cronograma para serviços de manutenção e limpeza da área de entorno da ferrovia – que é de responsabilidade da companhia – e comprovar que as ações já tiveram início.

Veja Mais
Após interdição, ALL diz que mantém limpeza de malha ferroviária
Prefeitura interdita e suspende ações da ALL em Corumbá

“Em razão de a ALL ter cumprido aquilo que estávamos exigindo na notificação, inclusive com cronograma das ações, fizemos um acordo e a Prefeitura vai acompanhar esse trabalho de manutenção. Em razão disso, a suspensão da inscrição e a interdição vão ser tornadas sem efeito e a empresa volta a operar normalmente na cidade de Corumbá”, afirmou o prefeito Paulo Duarte durante a reunião com os executivos da ALL Malha Oeste, de acordo com informações do site Diário Corumbaense.

Na quarta-feira passada, dia 29, a Prefeitura declarou interditada e suspensa a inscrição municipal da ALL por descumprimento de notificação que dava 48 horas para a concessionária realizar a limpeza da faixa de domínio da malha ferroviária na área urbana da cidade.

No encontro entre a concessionária da ferrovia e o Executivo Municipal ficou acertada uma parceria. A ALL vai ceder para uso do Município os prédios onde funcionavam um armazém de carga e um hotel de trânsito. A empresa não os utiliza atualmente. “Vamos ocupar esses espaços que estão desocupados, para em parceria com a ALL, desenvolvermos projetos e ações de resgate cultural e histórico”, completou o chefe do Executivo Municipal. “Inicialmente a cessão deve ser por 20 anos, renováveis por mais 20”, enfatizou o prefeito.

Diretor de Relações Institucionais da América Latina Logística, Pedro Roberto de Oliveira, informou que a cedência dos espaços ainda precisam ser formalizados junto ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). Uma reunião para discutir a formalização está prevista para 10 de fevereiro, com a direção do órgão em Brasília.

Almeida ainda informou que o projeto da Orla dos Ipês será avaliado pela ALL. Ele mesmo se comprometeu em viabilizar a área entre os bairros Aeroporto e Maria Leite, o mais rápido possível. “É um projeto que vai nos ajudar a preservar a faixa de domínio. Estamos juntos e vamos juntos à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e ao DNIT para viabilizar a liberação da área”, disse ao destacar que há toda uma situação de segurança que precisa ser observada com relação principalmente a distância com a linha férrea, ainda conforme o Diário Corumbaense.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions