A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

20/08/2014 11:25

Alunos protestam e UFGD diz que vai montar posto de atendimento de emergência

Marta Ferreira
Alunos protestam e UFGD diz que vai montar posto de atendimento de emergência

Um dia após a morte do universitário Anacleto Tamporoski, de 60 anos, no prédio da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados), estudantes fazem um movimento pela implantação de ambulatório médico no campus, para atender urgências e emergências. Ontem, eles reclamaram da demora no socorro ao colega. Em resposta, a instituição confirmou que o posto será ativado imediatamente.

"Estão dizendo que ele [Anacleto] foi vítima de um ataque cardíaco fulminante, mas o estudante agonizou por quase uma hora; os colegas ficaram fazendo massagem cardíaca, o socorro demorou para chegar e foi tarde demais", disse ao site Dourados Agora, nesta manhã, a estudante Lucimara Radel.

Ela estava, junto com colegas da universidade, à frente do movimento pró- ambulatório no campus que fica a 15 quilômetros do centro de Dourados e onde estão instaladas duas universidades, a UFGD e a UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul).

Veja Mais
UFGD afirma que universitário que morreu hoje era paciente cardíaco grave
Universitário de 60 anos morre na UFGD e colegas reclamam de demora no socorro

Resposta - Em nota, a assessoria de imprensa da UFGD, informou que vai ser implantado imediatamente o Posto de Primeiros Socorros, em espaço provisório, com início de funcionamento para os próximos dez dias.

"A implantação de um "Posto de Primeiros Socorros" na Cidade Universitária de Dourados é uma importante demanda da comunidade acadêmica, manifestada nos espaços de representação e debate da UFGD e já reconhecida pela administração da Universidade”, diz o texto.

A nota prossegue dizendo que a medida é previstas como uma das principais prioridades no Plano de Desenvolvimento Institucional e que já estava em andamento, “visando proporcionar estrutura e pessoal para os primeiros socorros e avaliação inicial do paciente, realizando, posteriormente e se necessário, o acionamento de transporte especializado para condução até uma Unidade de Atendimento Médico/Hospitalar mais próxima, para procedimentos mais complexos”.

Conforme a UFGD, as ações, em parceria com o Hospital Universitário, que preveêm a destinação de seis enfermeiros/técnicos de enfermagem que atuarão no Posto, já estão adiantadas, “aguardando a conclusão das obras do Centro de Convivência, onde o serviço será instalado em definitivo até o final deste ano".




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions