A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

13/06/2014 16:00

Cadeia destruída em motim segue interditada em Maracaju

Aliny Mary Dias

Parcialmente destruída no último domingo (8) depois de um motim, a cadeia pública de Maracaju, distante 160 quilômetros da Capital, permanece interditada e não há previsão para o início da reforma do espaço.

Veja Mais
“A situação foi controlada”, diz prefeito de Maracaju sobre motim em cadeia
Polícia envia reforço para transferência de presos em Maracaju

O coronel da Polícia Militar da cidade, Marco Antônio, explica que o levantamento da condição do local foi feito durante a semana por equipes da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) e que um engenheiro também visitou a cadeia.

Toda documentação referente à obra foi encaminhada para a secretaria e não há data estipulada para os trabalhos de reforma da cadeia.

O coronel explica que a demanda de presos da cidade é baixa e que toda pessoa presa que precisar ser encaminhada para detença será transferida de Maracaju para Dourados, onde ficará na Penitenciária Harry Amorim Costa.

Motim – A confusão começou no início da manhã e foi controlada por militares do Batalhão de Choque de Campo Grande. Pelo menos 65 presos ocupavam os espaços nas celas onde cabiam 25 pessoas. Durante o princípio de rebelião, eles atearam fogo nos colchões e o Corpo de Bombeiros precisou ser acionado.

“A situação foi controlada”, diz prefeito de Maracaju sobre motim em cadeia
O prefeito de Maracaju, Maurílio Azambuja, afirmou, neste domingo (8), que o motim iniciado na cadeia pública da cidade teve fim. “A situação foi con...
Presos fazem motim em cadeia de Maracaju e ateiam fogo em colchões
Detentos da cadeia pública de Maracaju, a 160 quilômetros de Campo Grande, iniciaram um princípio de motim neste domingo (8) e atearam fogo em colchõ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions