A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

29/07/2015 14:42

Com antecedentes, ex-marido matou universitária por ciúme doentio

Segundo a polícia, a vítima havia começado um novo relacionamento há pouco tempo

Mariana Rodrigues
Ogracenir da Silva Marcelino, 26 anos, não aceitava o fim do relacionamento. (Foto: Olimar Gamarra/Rio Brilhante News)Ogracenir da Silva Marcelino, 26 anos, não aceitava o fim do relacionamento. (Foto: Olimar Gamarra/Rio Brilhante News)

A Polícia de Rio Brilhante - distante 163 km de Campo Grande, trabalha com a hipótese de que Ogracenir da Silva Marcelino, 26 anos, matou a ex-mulher Layane Pereira de Jesus, 19 anos, por ciúmes já que ela havia começado um novo relacionamento recentemente.

Veja Mais
Ex-marido pula o muro e mata universitária de 19 anos a facadas
Mulher é presa após agredir ex-marido e quebrar salão de beleza

Segundo o investigador de polícia, Élcio Nunes, responsável pelo caso, Ogracenir é conhecido no meio policial devido as várias passagens que têm. Os boletins contra ele são por lesão corporal dolosa, ameaça e desobediência à medida protetiva, todos registrados pela ex. De acordo com o investigador Layane não tinha filhos com o acusado.

"Todos os crimes tiveram como vítima a Layane e ocorreram após o término do relacionamento deles, então a principal hipótese é que ele tenha matado a vítima por sentir ciumes doentio por ela, por não aceitar o fim do relacionamento", diz.

O autor do crime está foragido, mas a polícia já está em diligências para encontrá-lo. "Recebemos diversas denúncias de possíveis locais que ele poderia estar se escondendo, já estamos com o mandado de prisão em mãos e agora vamos averiguar todas as denúncias", afirma.

Ainda conforme Nunes, os policiais devem ir em assentamentos próximos a região de Sidrolândia, já que segundo informações o pai do acusado tem um terreno no local.

Caso - Ogracenir pulou o muro da casa da estudante universitária Layane, na Rua Emílio Foroni. Assim que ela o viu, saiu correndo em direção à rua. O acusado foi atrás e, armado com duas facas, desferiu quatro golpes contra a ex-mulher, em frente à residência.

Layane foi socorrida com perfurações nos braços, peito e pescoço e levada ao Hospital de Rio Brilhante. Devido a gravidade dos ferimentos, a vítima foi transferida para o Hospital da Vida, em Dourados, onde não resistiu e veio a óbito.

As duas facas e um aparelho celular da vítima foram recolhidos pela polícia e encaminhados à delegacia. O crime foi registrado como Feminicídio, por violência doméstica, considerado crime hediondo.

A Polícia Civil de Rio Brilhante orienta que quem souber o paradeiro de Ogracenir, denuncie pelo telefone (67) 3452-7464. As denuncias são mantidas em sigilo e a pessoa não precisa se identificar.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions