A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

05/03/2013 11:37

Com boato de Maníaco no Facebook, Unei nega acesso à internet

Francisco Júnior
Página com o nome e foto do Maníco no Facebook. (Foto: Divulgação)Página com o nome e foto do Maníco no Facebook. (Foto: Divulgação)

O superintendente de Medidas Sócio-Educativas, Hilton Vilasanti, negou que Dionathan Celestrino, de 21 anos, conhecido como Maníaco da Cruz, tinha acesso à internet na Unei (Unidade Educacional de Internação) Mitaí, em Ponta Porã. Dois perfis de Facebook levam o nome do rapaz e os responsáveis têm postado mensagens ameaçadoras desde o ano passado.

Veja Mais
Mesmo que seja recapturado, não há lugar em MS para Maníaco da Cruz
Dias de medo e revolta para parentes de vítimas do Maníaco da Cruz

Conforme Vilasanti, todas as unidades educacionais são equipadas com um laboratório de informática para qualificação dos adolescentes internados, porém segundo ele, os computadores não estão conectados a internet.

No perfil assinado "Dionathan Celestrino" constam fotos antigas dele, de quando ainda era adolescente, no período em que cometeu os crimes em Rio Brilhante. As imagens em questão são as mesmas que Dionathan havia postado no Orkut, antes de ser preso, não há nenhuma recente. Uma das postagens diz: "Me deixem em paz, não quero nada de vocês! Parem de me encher o saco!" Na página, criada em junho de 2012, a informação é de que o responsável reside em São José do Campestre, no Rio Grande do Norte.

No outro endereço, a última frase literal é: "muito bem Dourados, vcs vai ser os prosimos a sofrer". Os textos são tão caricatos que indicam que são falsos.

 

Conforme Vilasanti, o Maníaco já havia cumprido as medidas sócio educativas que foram impostas pela justiça . “ O artigo 121 do Eca (Estatuto da Criança e Adolescente) diz que e em hipótese nenhuma o período máximo de internação excederá a três anos e o artigo 5 diz que a liberação será compulsória aos vinte e um anos de idade”, explica ressaltando que Dionathan estava na unidade há 4 anos e quatro meses, além de já ter completado 21 anos.

Ele informa que as autoridades de segurança de Ponta Porã estão empenhas na captura do rapaz.
Conforme a Polícia Civil, as buscas estão concentradas na área do município. A Polícia paraguaia está ajudando na procura de Dionathan.

Ele fugiu da unidade na madrugada de domingo (3) ao estourar as grades do alojamento 11, no bloco 3, onde estava recolhido. Funcionários perceberam a ausência do rapaz só pela manhã.

Dyonathan completou 18 anos dentro da unidade e hoje tem 21 anos. Os crimes em série foram cometidos por Dyonathan aos 16 anos. Três pessoas foram mortas por ele.

Na época, ele confessou ter matado sozinho o pedreiro Catalino Cardena, 33 anos, em 24 de julho; a frentista Letícia das Neves, 22 anos, em 24 de agosto; e a estudante Gleice Kelly da Silva, 23 anos, no dia 7 de outubro, por considerar todos ateus. Depois de mortas, as vítimas eram deixadas em posição de crucificação. Por isso virou o "Maníaco da Cruz".

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions