A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

21/08/2015 19:39

Dono de fazenda registrou boletim para pedir reintegração de posse, diz polícia

Mariana Rodrigues
As famílias que estão na fazenda hoje fazem parte de quatro acampamentos da região. (Foto: Karina Vilas Boas)As famílias que estão na fazenda hoje fazem parte de quatro acampamentos da região. (Foto: Karina Vilas Boas)

O administrador da Fazenda Saco do Céu, em Casa Verde, distrito de Nova Andradina, a 300 quilômetros de Campo Grande, registrou na tarde de hoje (21), um boletim de ocorrência para entrar com ação de reintegração de posse do local que foi ocupado pelo MST (Movimento Sem-Terra), na madrugada desta sexta-feira. Cerca de mil famílias ocupam a propriedade que possui 5 mil hectares.

Veja Mais
Sem-terra invade fazenda e quer desapropriação de 5 mil hectares
Manifestação de sem-terra interdita mais um trecho na BR-163

Segundo informações da Polícia Civil de Nova Andradina, onde foi confeccionado o boletim de ocorrência, para poder pedir a reintegração de posse. Eles ainda informaram que os ocupantes cortaram as cercas da fazenda e não querem deixar os funcionários da fazenda sair, porém a clima é tranquilo.

De acordo com a assessoria do MST, uma das reivindicações que fizeram com que as famílias ocupassem a fazenda é o cadastro de novas pessoas no movimento e a morosidade do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), eles também pedem a retomada da reforma agrária e a nomeação de novo superintendente para o Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), em Mato Grosso do Sul.

"Está tudo tranquilo na fazenda, mas o proprietário ainda não nos procurou, desde o momento em que entramos na fazenda nesta madrugada". Ainda conforme a assessoria, cerca de mil famílias acampam na fazenda.

As famílias que estão na fazenda hoje fazem parte de quatro acampamentos da região, segundo a integrante da direção do MST em MS, Marina Ricardo Nunes. “As famílias não aguentam mais esperar. Naquela região do Vale do Ivinhema, já pedimos vistoria, pois é uma área improdutiva e já está na lista do Incra para desocupação há mais de cinco anos”, disse Marina.

Sem-terra invade fazenda e quer desapropriação de 5 mil hectares
O MST (Movimento Sem-Terra) ocupou, na madrugada de hoje (21), a fazenda Saco do Céu, em Casa Verde, distrito de Nova Andradina, a 300 quilômetros de...
Sem-terra bloqueiam cinco trechos de três rodovias federais em MS
Integrantes do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) bloqueiam cinco trechos na manhã de hoje (20), segundo a PRF (Polícia Rodoviária Fe...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions