A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

12/03/2012 08:55

Em meio a protesto, juiz nega intolerância ao proibir culto em igreja

Fabiano Arruda
Passeata ontem à tarde foi reação da comunidade à decisão que proibiu cultos em igreja de Corumbá.Passeata ontem à tarde foi reação da comunidade à decisão que proibiu cultos em igreja de Corumbá.

A suspensão de cultos na igreja Assembleia de Deus – Ministério Belém, em Corumbá, teve caráter estritamente ambiental. "De longe não há questão de discriminação alguma, não há questão de intolerância religiosa, ao contrário", explicou o juiz Vinicius Pedrosa Santos, da 3ª Vara Cível do município.

Veja Mais
Acusada de poluição sonora, igreja evangélica recorre ao TJ para liberar cultos
Vizinha alega som ensurdecedor e juiz suspende cultos em igreja evangélica

A decisão judicial suspendeu os cultos até a instalação de equipamentos que façam o isolamento acústico e não perturbem a vizinhança.

A ação foi ingressada por uma senhora de mais de 70 anos, que se sentiu lesada pelo barulho e acionou a igreja judicialmente, considerando o som “ensurdecedor”.

“Se essa senhora entrasse contra um bar; casa de show, igreja católica [seria a mesma situação]. A questão está sendo distorcida, a meu ver. A questão é o barulho, poluição ambiental”, garantiu o magistrado.

"O Judiciário respeita todas as formas de religião”, afirmou. “Quaisquer segmentos devem respeitar as normas ambientais, principalmente em área residencial”, completou, usando como exemplo até o imbróglio da realização de shows na Expogrande no Parque de Exposições Laucídio Coelho em Campo Grande.

A suspensão dos cultos na igreja ocorreu no último dia 5 e não impede a realização de atividades como o funcionamento da secretaria da igreja; trabalho de funcionários e atendimento de fiéis pelo pastor, esclareceu o juiz Vinicius Pedrosa Santos.

Ontem à tarde, evangélicos de diversas congregações de Corumbá protestaram contra a decisão judicial. Cantando louvores, eles se uniram em carreata que contou com pedestres, motocicletas e carros.

O protesto foi organizado pela diretoria da Assembleia de Deus, que também coletou assinaturas.

O pastor da igreja, João Martins, disse que ingressou liminar no TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) contra a decisão e espera ter resultados ainda nesta semana. Além disso, revelou que contará com manifestação na Assembleia Legislativa, amanhã, em repúdio à decisão. “Vamos recorrer com todos os recursos possíveis para ter o direito livre aos cultos novamente".

A igreja também alega que não houve perícia técnica no horário e dias certos dos cultos para aferir o “barulho” e considera a decisão arbitrária. (Com informações do site Diarionline)




A questão é bem simples.

"Dai a Cezar o que é de Cezar e a Deus o que é de Deus". Ou seja, arrumem o som e voltem a cultuar.
 
Vandro S. Camy em 12/03/2012 12:36:04
Caros leitores,boa tarde!
É sabido da parte de todos que deve-se respeitar a paz e o sossego do proximo.Tambem e sabido que a referida igreja esta em reforma.
Mas cadê a açaõ do excelentissimo juiz nos casos das crianças que estão se prostituindo na ciadade, ou agora a pouco com o carnaval, foi fechado algum clube por causa do barulho???
então esta na hora de rever nossos conceitos!!!!!pense!!!
 
roberto portilho em 12/03/2012 12:27:53
INGRAÇADO ESSA ATITUDE, DO MAGISTRADO COM RELAÇÃO AO BARULHO DA IGREJA, PORQUE QUANDO É CARNAVAL, EXPOSIÇÃO E OUTROS MAIS AI NAO VEM NEM UM JUIZ PROIBIR O BARULHO E A ALGAZARRA QUE ESSE PESSOAL SAI FAZENDO POR AI, ACHO QUE TEM QUE CUMPRIR A LEI SIM MAIS ANTES TEM QUE FAZER UMA VISTORIA NO LOCAL PRA MEDIR O BARULHO NAO PROIBINDO POR PROIBIR.
 
CEZAR AUGUSTO DIAS em 12/03/2012 12:25:45
Concordo completamente com o Colega Valter, é um absurdo comparar uma igreja com um bar ou Laucidio Coelho. Vidas estão sendo salvas graças aos "GRITOS e BARULHO" Assim chamado pelos vizinhos.
 
Diego Correa em 12/03/2012 12:23:20
Esta senhora precisa de oração, pra que Deus tenha misericordia dela e deste Juiz tambem.
que eles encontre a salvação e vejam pra quem eles estão trabalhando, para o reino das trevas.
 
maria santos em 12/03/2012 12:11:58
Gostaria que agissem com essa energia no Carnaval também...

 
Pr. Elias Rodrigues em 12/03/2012 12:09:20
Nunca vi uma decisão tão acertada quanto esta deste Juiz, a lei tem quer para todos .Chega de prepotência,como pode alguém pregar o amor de Cristo sem respeitar os outros.
 
silvio areco em 12/03/2012 11:50:36
Por favor, DIGAM-ME como fazer para que uma decisão BRILHANTE como esta seja PADRONIZADA para, pelo menos, todo o estado de MS. O barulho advindo desses empreendimentos religiosos protestantes não é somente ensurdecedor, mas, simplesmente, enlouquecedor.
Parabéns ao juiz Vinicius Pedrosa Santos.
 
Alinny Moreira em 12/03/2012 11:45:46
Estaremos voltando à Idade Média? Deixamos de ser um Estado laico? O cristianismo (em todos os seus matizes e o Santo Ofício) imporão a fé pela força, de novo? Onde o respeito àqueles que creem em outros valores religiosos e até àqueles que não querer crer? Sem tolerância teremos novas Cruzadas e mais derramamento de sangue de gente inocente, que só quer paz para viver em silêncio.
 
Paulo Moreno em 12/03/2012 11:37:00
" O interessante que no tempo que a Igreja vem ajudando a resgatar almas colocando muitos ex-traficantes; ex-bandidos e muitos outros ex... E NINGUEM OLHA PARA ESSES BENEFICIOS FEITO PELA IGREJA"
 
Pr.Roni Oliveira em 12/03/2012 11:28:40
Não precisa gritar para falar com Deus, uma que Deus nao deve ser surdo e outra que ele ja sabe o que precisamos antes mesmos de pedirmos, então faça sua oração em silencio sem incomodar o outros.
Essas igrejas evangélicas exageram mesmos, e quem mora perto tem que reclamar mesmo.
 
Daiane Fernandes em 12/03/2012 11:27:27
Na verdade os Evagélicos de maneira geral tem que respeitar a privacidade das pessoas, praticamente todas as ingrejas que conheço eles fazem muito barulhos sem necessidade.
 
Eres Silva em 12/03/2012 11:18:51
Com tanto barulho hoje em dia fica difícil escolher um lugar tranquilo para morar em qualquer cidade!!!! E para quem está do lado de fora não importa se é instituição religiosa, ou uma festa. Outro fato é que a tecnologia de acústica é bem avançada e a igreja deve ter dinheiro para isso...E Deus vai ficar feliz se todos estiverem bem ne!!!!!
 
Aline Moraes em 12/03/2012 11:14:08
A casa de Deus deve ser reverente, realizar um culto moderado, ter um ambiente pacífico onde se sinta na presença de Deus, o tom de voz deve ser suave. Agora se exaltar e extrapolar é convidar o inimigo a fazer parte desta reunião, e falar em línguas então é pior ainda, é agir como possuído de espírito imundo, isso se realmente já não estão possuído por tais espíritos. Sejam moderados!
 
Pedro Paulo em 12/03/2012 10:55:39
A lei é para todos os segmentos. Não tem que abrir exceção. Estão abrindo Igreja em qualquer lugar. Qualquer um abre uma igreja. O poder público tem que rever o conceito das igrejas, pois virou comércio mesmo.
 
Cida Barros em 12/03/2012 10:51:51
EU ACREDITO QUE DEUS CONTINUARÁ HOUVINDO AS PRECES DESTES IRMÃOS,NÃO PRECISA DE BARULHO, PERTO DA MINHA CASA HAVIA UMA IGREJA QUE COLOCAVA AS CAIXAS DE SOM DO LADO DE FORA VIRADAS PARA RUA,COM A RECLAMAÇÃO DOS VIZINHOS ISSO ACABOU A IGREJA ESTA ATÉ HOJE LÁ E NÃO INCOMODA NINGUÉM TÉM QUE TER BOM SENSO.
 
SEBASTIAO MACEDO em 12/03/2012 10:47:28
Acredito que a decisão foi a mais acertada, pois nas imagens da televisão mostra o prédio da igreja sem nenhuma proteção de som, sem vidros, sem abafador de som etc., acho que a ação foi ajuizada em virtude do não atendimento de baixar o volume do culto, que geralmente, e´muito alto, dificil é ver e ouvir um culto que não seja com som nas alturas, é só andar e ver quais são as barulhentas.
 
Jeferson Ramos Saldanha em 12/03/2012 10:41:05
AGORA LICENÇA AMBIENTAL VIROU MODA!! ATÉ IGREJA!!
 
CARLOS DAMASCENO em 12/03/2012 10:36:42
Numa sociedade justa e humanitaria o direito de cada um termina quando começa o direito do outro. Eu moro a 50 metros de uma igreja evangelica e alguns dias a cantoria e gritos vão até tarde, ainda tenho paciencia pois devido a casa de laje ainda é possivel tolerar o barulho, mas basta sair para o quintal e fica dificil alem do que o assunto é mais no diabo do que em Deus. Até parece o contrar
 
Horlando P. de Mattos em 12/03/2012 10:33:36
Todos os achados históricos (bíblia e outros) dizem que o nosso senhor Jesus Cristo foi uma pessoa completamente normal, ou seja, não era surdo, não era cego e também não era paraplégico. Ora, se ele não é surdo para que gritar tanto? Outra coisa, se a intenção e fazer chegar as adorações aos céus, avisa ai que o som não se propaga no vácuo.
 
CLAUDIO MOREIRA em 12/03/2012 10:32:29
Ao Leitor Angelo que postou sua opiniao, existem pastores, que quer arrebanhar seus fieis no grito, quando se diz que nao e preciso "gritar k deus nao e surdo", e que vc pode falar com deus em suas Oraçoes de preferencia em silencio, afinal se vamos a uma Igreja e para que nos sentimos que estamos mais perto de deus, e se estamos mais perto, pra que gritar, Deus so Ouve e nos abençoa ele nao grita
 
Antonio Garcia em 12/03/2012 10:30:42
MINISTÉRIO DE BELÉM, A PALAVRA DE DEUS, DIZ QUE TEMOS QUE OBEDECER AS LEIS DE DEUS E DA TERRA, E DAÍ, PORQUÊ? ESTÃO QUERENDO DESOBEDECER, VEJA O QUE DIZ A LEI DA TERRA, CUMPRA, SE FOI VOTADA, É LEI, E LEI É SOBERANA, NÃO TENTE JOGAR A INGENUIDADE POPULAR, CONTRA A VERDADE, A LEI DO SILÊNCIO ESTÁ NAS POSTURAS MUNICIPAIS, QUE DEVEM SER RESPEITADA, CUIDADO BOM PASTOR, CUIDE E ORIENTE AS VOSSA OVELHA
 
PEDRO BRAGA em 12/03/2012 10:22:55
Se eu morasse próximo de qualquer igreja desse tipo com certeza também já teria feito o mesmo que essa senhora... fala sério, eles querem ser respeitados, mas jamais pensam em respeitar os outros que não fazem parte de seu grupo. Tem que fechar mesmo e exigir isolamento acústico. O pior disso tudo é ver os politicos pegarem carona nessa situação. Respeito é bom e faz bem pra sociedade!
 
Ana Cristina Ferreira em 12/03/2012 10:09:07
Acho que o magistrado não está agindo sem um amparo técnico legal para esta decisão, então quero também crer que durante o carnaval de Corumbá, que é considerado um dos mais agitados do MS, se acionado tomará a mesma decisão, pois o barulho também é ensurdecedor, causando dano ambiental. Justiça deve ser igual nos pesos e medidas. Não é senhor juiz?
 
Emerson Souza em 12/03/2012 09:52:31
A todos vocês que dizem que não precisamos gritar porque Deus não é surdo, tambem precisar se calar e ouvir Deus falar, por que ele tambem não é mudo.
 
Angelo Augusto dos Santos em 12/03/2012 09:49:03
Porque Vossa Excelência não proibe o carnaval também?
 
Leonardo Daguila em 12/03/2012 09:49:00
Tenho o maior respeito por todas as religiões, mas tenho certeza de que Deus não é surdo, portanto não há necessidade de tanto barulho. Vamos usar o bom senso e Deus na sua infinita misericórdia estará abençoando a todos.
 
João Márcio Escobar em 12/03/2012 09:36:04
Honestamente, não conheço a situação, mas que é púbico e notório que determinadas igrejas, evangélicas principalmente, abusam no barulho com seus cultos não há a menor dúvida. Pela foto postada da igreja, vê-se claramente que não há qualquer tipo de vedação, estando totalmente aberta, até sem janelas. Ora, se o magistrado determinou a suspensão dos cultos, motivo para tanto ele verificou.
 
Herculano Quintanilha em 12/03/2012 09:34:49
Evangélico leva tudo pelo 'pessoal' hihihihihi Tem que proibir mesmo, não é questão de intolerância religiosa. Ninguém é obrigado a ficar ouvindo os 'gritos' desnecessários de ninguém.
 
Emerson Torres em 12/03/2012 09:31:41
Ninguém tem o direito de proibir movimentações religiosas, desde que não pertubem os ouvidos alheios, orar, pedir ao Senhor proteção, aclamar, isso tudo é muito bom ainda mais nos dias de hoje com tanta safadeza, mais creio que podemos fazer isso em silêncio, sem gritos, tenho certeza que Deus irá ouvir nossos pedidos.
 
Edivaldo André em 12/03/2012 09:29:29
Se no passado, mataram o Cristo, fechar igrejas é fichinha. Se soubessem, o que significa o fechamento de uma igreja para o mundo espiritual, pensariam duas vezes. Agora comparar o fechamento da igreja com o parque de exposições de Campo grande, é´prá acabar. A igreja encerra suas atividades as 22.00 hs e luta por vidas, o parque de exposição, amanhecia o dia e as vezes vidas eram tiradas na bader
 
Valter Antunes em 12/03/2012 09:28:58
Temos que ser racional.
O Juiz proibiu os cultos até se adequar a lei.
Adequando volta ao normal.
Outra coisa, garanto que se o som não fosse alto os cultos estariam normal.

Eu não sou contra os cultos, só acho que algumas, igrejas exageram no som.

 
Nazil de Campos. em 12/03/2012 03:23:11
faço minhas preces em silencio....somente eu e deus...com certeza ele não é surdo....
e oque importa se é mudo? pois eu recebo as respostas diariamente em pequenas e constantantes amostras de amor e respeito.porque não tentam o mesmo? sábio este juiz......reflitam.
 
solange maria em 12/03/2012 02:57:23
Porque o judiciario, tão preocupado com o meio ambiente, não proibi os carros equipados com poderosos alto-falantes, com estupidas musicas eletrônicas, que não respeitam hora alguma de nosso sossego?
 
Antonio Francischini em 12/03/2012 02:50:57
Gostaria de bom censo e um pouco de esclarecimento. E isso é bem fácil de conseguir é só terminar o ENSINO FUNDAMENTAL e o resto lhe será acrescentado. Carnaval e festas públicas não acontecem toda terça no culto de libertação nem todo domingo no dia de pagar o dízimo. Voltem pra terra prometida logo. Eu ajudo a pagar a passagem.
 
Maiko Oriozola em 12/03/2012 02:34:20
tá certo o Sr. juiz, as pessoas tem que respeitar o Direito de outros, certo o meio Ambiente tem que por respeito e a Lei do silencio prevalece! porque todos os trabalhadores precisa de silencio para repousar e descansar para uma nova jornada de trabalho. As igreja tem que repeitar o silencio, com o idoso, as crianças, etc. vamos respeitar.
 
maria inacia da rocha em 12/03/2012 02:29:25
ENGRAÇADO PORQUE ESSA MULHER NÃO RECLAMA DO BARULHO DO CARNAVAL QUE ESSA CIDADE TEM, ISSO NINGUÉM DENUNCIA NE, AGORA QUANDO É A PALAVRA DE DEUS O DIABO SE MANIFESTA MESMO, PORQUE NÃO AGUENTA OUVIR A VERDADE. TEM QUE PROTESTAR MESMO PESSOAL.
 
suellen chaves em 12/03/2012 02:29:24
parabens senhor juiz / posso falar por que sou evangelico.e na biblia e clara ao dizer que temos que ser exemplo.como eu posso ser exemplo senao respeito a sociedade em que vivo. como posso falar do amor de CRISTO.nao respeito as leis do homem. nao podemos ser hiprocritas. IRMAOS PAREM DE BRINCAR DE VIVE CRISTO . VIVAM CRISTO!laqui no templo da igreja batista boas novas todas licenças
 
tadeu mendes em 12/03/2012 02:03:04
Não acredito em Ex.
Nem ex-esposa, nem ex-marido, nem ex-gay, nem ex-bandido.
Dizer que a instituição recoloca ou cura os ex, é complicado.
Quero ver recolocar uma ex-virgem.
Beijo nesse Juiz.

Mas que não fique tão glorificado ao ponto de desejar entrar para a política.
 
Orlando Lero em 12/03/2012 02:02:16
Não devemos generalizar as igrejas, realmente umas exageram no horário e no som, porém a lei deveria ser para todos, o que não é.... Há muito tempo sofro com som alto de vizinhos e até hoje nada se fizeram por mim. Mas graças a Deus, isso é um cumprimento da bíblia, só tenho dó dessas pessoas que vão se arrepender tanto no dia que o Senhor voltar. ~> Deus é amor mas também é justiça!
 
Keila Rocha em 12/03/2012 01:30:34
Como o sr Emerson Torres bem falou:ninguém pode ser obrigado a ouvir os gritos desnecessários de ninguém.Pois bem,porque somos obrigados a ouvir sons ensurdecedores em festas particulares na vizinhança,shows muitas vezes em áreas públicas (o carnaval é um belo exemplo) e nenhum juíz enxerga isso como dano ambiental.A lei deveria ser aplicada igualmente a todos mas infelizmente isso não acontece.
 
Josiane Agostini em 12/03/2012 01:27:04
porque não proibe essa porcaria que é o carnaval em corumba onde fica dias e dias as pessoas sem dormir,onde á prostituiçâo,safadagém,som em alto nivel ai ninguém proibe porque ??? o respeito vem da eduação não da safadagém,,,á maioria das pessoas não reclamam das escolas de samba.da bateria,dos carros,de som,das festas particulares que encomodam os trabalhadores....só sei que o fim vem....
 
peter marques em 12/03/2012 01:23:40
CARNAVAL, RODEIO, PANCADÃO, O ANO INTEIRO, COM ORGIAS DE TODAS AS NATUREZAS DEPOIS DESSAS DESSAS '"BADERNAS LEGALIZADAS" PELA PRÓPRIA "JUSTIÇA" QUE HOJE NÃO TEM MAIS NOÇÃO COMO VAI JULGAR AS COISAS MÍNIMAS, ´POIS ANTES DE METER A SENTENÇA DE POSSE DE UMA TOGA, E UMA CANETA BIC, É PRECISO TER BOM CENSO A PARTIR DAÍ, UMA NEGOCIAÇÃO AMIGÁVEL, ISSO É UM PALPITE DE LEIGO!! ESTOU AMPARADO NA CARTA MÁGNA
 
DANIEL MENDES em 12/03/2012 01:21:15
Jesus precisa de louvores, mas estes barulhos devem vir de dentro de sua alma e de seu coração, não de exageros! A igreja é um templo sagrado onde nos afastamos do mal do mundo, mas para isso precisamos estar de coração limpo. Irmãos ao invés de ficarmos aqui resolvendo quem tem razão, dobremos nossos joelhos e peçamos a Deus para que tudo isso se resolva de uma forma pacífica..
 
Juliana Prado em 12/03/2012 01:01:34

Quero deixar bem claro que muitos generalizam quando falam "EVANGÉLICOS" , pensam que todos que não são católicos apostólicos em Roma ou espíritas são "evangélicos". Eu sou CRENTE em Jesus Cristo, ou seja, sou Católica Apostólica em Cristo Jesus. E não compartilho com a ideia de gritar para falar da palavra de Deus. Deus é: Paz, Amor, Longânimidade e Sereno, por isso não combina com gritaria
 
Ester Schiavi do Nascimento em 12/03/2012 01:01:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions