A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

05/08/2015 15:52

Equipe da ONU vistoria HU para construir nova unidade de atendimento

Deputado afirma que por demora em fazer projeto, UFGD perdeu R$ 12,9 milhões garantidos para construção de unidade voltada a atender mulheres e crianças

Helio de Freitas, de Dourados

Uma equipe formada por técnicos da Ebserh (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares) e do Unops (Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos) estará em Dourados nesta quinta-feira (6) para uma visita ao HU (Hospital Universitário) da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados). O grupo também participa de reuniões com setores envolvidos na elaboração dos projetos da Unidade da Mulher e da Criança, que será construída em anexo ao hospital para atendimento de saúde feminina e infantil a moradores da região.

Veja Mais
Feita antes da greve, pesquisa aponta satisfação de 99% entre pacientes do HU
Em greve, Hospital Universitário da UFGD vai receber R$ 350 mil da União

A unidade já deveria ter sido construída, mas de acordo com o deputado federal Geraldo Resende (PMDB), a demora na elaboração do projeto provocou o cancelamento da verba de R$ 12,9 milhões, garantida por ele no Ministério da Saúde. Ele responsabiliza a gestão do ex-reitor da universidade, Damião Duque de Farias, e afirmou que a saúde não é prioridade para a Ebserh, empresa criada pelo governo federal para administrar os hospitais universitários brasileiros. Os recursos terão de ser devolvidos pelo HU.

De acordo com a assessoria do HU, nesta quinta-feira às 8h30 a equipe fará uma explanação sobre o andamento do trabalho aos gestores do HU e da UFGD. Ainda nesta semana será feito o levantamento das necessidades da área, para serem incluídas nos projetos.

A parceria da Abserh com a Unops para a elaboração dos projetos foi firmada em maio deste ano, com a assinatura de um termo de cooperação para a construção da unidade como anexo do HU.

O escritório da ONU presta serviços de gerenciamento de projetos e ajuda os parceiros a complementarem suas próprias capacidades, aumentar a rapidez, diminuir riscos, impulsionar custo-benefício e melhorar a qualidade em construções de escolas, pontes e hospitais, por exemplo.

Ainda conforme a assessoria, nesta primeira etapa serão elaborados projetos estruturais, com previsão de conclusão no final deste ano. Após os estudos será aberta a licitação e depois começa a construção da unidade. Para a elaboração dos projetos o Unops receberá R$ 1,1 milhão do Rehuf (Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais).

Momento oportuno – Em nota encaminhada pela assessoria, superintendente do HU-UFGD, Mariana Croda, afirmou que a visita técnica, agendada há um mês, acontece em momento “bastante oportuno” em decorrência da necessidade de completa redefinição do projeto.

“Nos deparamos com uma situação crucial, pois os projetos e planos anteriormente elaborados já se mostravam insuficientes para atender as demandas, bem como se mostrou necessária uma nova reavaliação financeira", comentou.
A afirmação faz referência à decisão do Ministério da Saúde, que obriga a UFGD a devolver os recursos anteriormente disponibilizados para as obras da unidade. A devolução já foi providenciada e está em vias de finalização, segundo a assessoria do HU. Já para a Ebserh, paralelamente à elaboração de novos projetos, a fase agora é de captação de mais recursos para a viabilização das obras.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions