A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

07/04/2015 14:14

Estelionatário que dá golpes atrás das grades é ouvido em delegacia

Conhecido em todo o país por se passar por médico e até por padre para aplicar golpes, Valfrido Gonzales Filho prestou depoimento hoje

Helio de Freitas, de Dourados
Escoltado por policiais civis, Valfrido Gonzales Filho chega à 1ª DP de Dourados para depoimento (Foto: Osvaldo Duarte/Dourados News)Escoltado por policiais civis, Valfrido Gonzales Filho chega à 1ª DP de Dourados para depoimento (Foto: Osvaldo Duarte/Dourados News)

O homem que ficou conhecido em todo o país por se passar por médico e até por padre para aplicar golpes, Valfrido Gonzales Filho, 36, foi levado na manhã desta terça-feira para a 1ª Delegacia de Polícia Civil de Dourados, a 233 km de Campo Grande. Cumprindo pena na penitenciária de segurança máxima da cidade, Valfrido foi ouvido através de carta precatória em sete procedimentos que tramitam na Justiça da Capital.

Veja Mais
Estelionatário preso continua na ativa e dá golpes em pacientes de São Paulo
Autor de 40 golpes em 4 Estados, estelionatário é transferido para Máxima

Escoltado por agentes do SIG (Serviço de Investigações Gerais), Valfrido Gonzales Filho foi ouvido pelo delegado João Alves de Queiroz e em seguida levado de volta para o presídio.

Em junho de 2013, o Campo Grande News publicou reportagem mostrando que Valfrido tinha transformado sua cela na penitenciária de Dourados em um escritório para praticar estelionato. Mesmo recolhido num presídio de segurança máxima, ele conseguiu entrar em contato com familiares de pacientes internados em clínicas particulares da Capital para extorquir dinheiro.

Na época, a polícia descobriu que o golpista, se passando por médico, havia conseguido extorquir pelo menos R$ 38 mil de seis famílias de pacientes.

No dia 1º de março deste ano, o “Fantástico”, da TV Glovo, exibiu reportagem mostrando que Valfrido continua aplicando os golpes e estaria faturando até R$ 200 mil por mês.

Em janeiro deste ano, ele aplicou golpe contra a esposa de um homem internado no Hospital Paulistano, na capital de São Paulo. Com 20 ligações ao longo de dois dias, Valfrido conseguiu que a mulher, fragilizada e vulnerável com o quadro grave de saúde do marido, efetuasse quatro depósitos num total de R$ 8,6 mil na conta de um “laranja”, contratado por ele.

Entrevistado pelo programa da Globo, Valfrido confessou os golpes, mostrou como engana as pessoas, imitou as vozes de médico e de padre que usa para extorquir dinheiro e até zombou das vítimas.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions