A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

25/11/2014 16:45

Grávida foi morta de forma cruel porque não quis ir morar em fazenda

Caroline Maldonado
Rodrigo confessou o crime e mostrou como tudo aconteceu (Foto: Ivi Notícias)Rodrigo confessou o crime e mostrou como tudo aconteceu (Foto: Ivi Notícias)

Depois de preso, Rodrigo de Jesus Quintas, 25 anos, confessou que matou a esposa grávida de seis meses e disse que o motivo de ter se irado com ela foi o fato de Joelma Regiane Calegari, 34 anos, não querer morar junto dele na fazenda onde ele iria trabalhar.

Veja Mais
Acusado de esfaquear e atropelar esposa grávida é preso em hospital
Homem esfaqueia, atropela e mata esposa grávida de seis meses

No sítio onde mora o pai, em Novo Horizonte do Sul, a 329 quilômetros de Campo Grande, Rodrigo mostrou aos policiais onde estava a faca que acertou a vítima.

Segundo o jornal Ivi Notícias, a faca ainda com sangue foi apreendida. Na casa, os policiais encontraram ainda uma espingarda calibre 24, com 20 cartuchos do mesmo calibre deflagrados.

Após discutir com a vítima na casa do casal,no domingo (23), Rodrigo já fora da residência atingiu a mulher no pescoço com uma faca. Em seguida, ele pegou o carro saiu em alta velocidade fez retorno e atropelou a mulher.

Joelma foi socorrida pelo pai, que mora na frente do imóvel da filha. Ela foi encaminhada para o hospital municipal, mas não resistiu. A equipe médica tentou salvar o bebê, que também morreu.

Rodrigo foi preso ontem (24) no Hospital Regional de Nova Andradina. Segundo a polícia, após o crime, ele sofreu um acidente na rodovia e foi encaminhado ao hospital. Joelma foi enterrada no fim da tarde de ontem.




R$ 170.000.000,00 (milhões) investidos numa casa para abrigar peixinhos e pouco mais de R$ 6.000.000,00 (milhões) para prover segurança.

 
TOYOSHI SATO em 25/11/2014 18:36:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions