A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

08/08/2012 10:15

Ibama quer reforço de helicópteros para combater queimadas no Pantanal

Aline dos Santos
Pantanal é atingido por incêndios. (Foto: Diário Corumbaense)Pantanal é atingido por incêndios. (Foto: Diário Corumbaense)

Com Corumbá liderando o ranking nacional de focos de incêndio, o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis ) vai pedir que helicópteros sejam deslocados para Mato Grosso do Sul. Enquanto a chuva não põe fim à estiagem, pelo céu pode vir a ajuda na luta contra as chamas.

Veja Mais
MS proíbe queimadas controladas a partir da próxima 6ª feira
Umidade em baixa e falta de chuva compõem o cenário de queimadas na Capital

De acordo com coordenador estadual do Prevfogo,Márcio Ferreira Yule, os helicópteros serão utilizados tanto para levar os brigadistas ao local do incêndio, quanto para jogar água nas áreas de queimadas, por meio de bolsas com capacidade para até 600 litros.

O superintendente do Ibama em Mato Grosso do Sul, Amarildo Cruz, está em Brasília, onde se reúne com a direção nacional do instituto e a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira.

De acordo com o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), nas últimas 48 horas, Corumbá registrou 117 focos. Liderando com folga o ranking nacional. Na segunda colocação, Manicoré (Amazonas) registra 42 focos de queimada.

No ano passado, entre primeiro de janeiro e sete de agosto, o Estado registrou 730 focos. Neste ano, já são 2.061 focos, colocando Mato Grosso do Sul na sétima posição nacional.

Conforme Yule, no ano passado, o Pantanal registrou uma grande cheia. Já em 2012, a chuva foi má distribuída. A queima controlada em Mato Grosso do Sul fica proibida a partir de sexta-feira. A restrição na região do Pantanal vai até 30 de outubro. Nas demais regiões do Estado, a proibição termina em 30 de setembro.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions