A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

17/10/2013 08:50

Juiz se declara impedido e adia decisão sobre reintegração de posse em Miranda

Aline dos Santos

Tramitando desde terça-feira na Justiça Federal de Campo Grande, o pedido de reintegração de posse da chácara Nova Esperança, em Miranda, segue sem decisão.

Veja Mais
Após suposto conflito, PF reforça segurança em fazenda invadida em Miranda
Índios que invadiram área denunciam terceiro ataque em 5 dias

Ontem, o juiz federal substituto Jânio Roberto dos Santos se declarou suspeito para atuar no caso, por motivo de foro íntimo, e solicitou a designação de outro magistrado.

A área, que pertence a Ernesto Milani, foi ocupada em 9 de outubro por índios terenas. De acordo com o advogado Oscar Luiz Oliveira, em geral, a Justiça pede para ouvir a União, o Ministério Público e a Funai (Fundação Nacional do Índio) antes de decidir sobre a liminar. A chácara fica a 3 quilômetros da cidade de Miranda.

Os terenas denunciam que sofreram três ataques desde o começo da ocupação e a PF (Polícia Federal) deslocou equipe para o local. Os índios exigem que as demarcações de terra, que já tiveram início, sejam concluídas. Caso contrário, novas invasões devem acontecer.

Segundo os índios, a área de 7,2 mil hectares, que eles prometem invadir, abrange pelo menos cinco propriedades rurais e fica em frente às terras já ocupadas.

 

Após suposto conflito, PF reforça segurança em fazenda invadida em Miranda
Homens da Polícia Federal reforçaram a segurança da chácara Boa Esperança, em Miranda, a 201 quilômetros de Campo Grande, invadida desde a última qua...
Índios que invadiram área denunciam terceiro ataque em 5 dias
Os índios terenas que invadiram chácaras em Miranda denunciam que sofreram o terceiro ataque no período de cinco dias. “Foi ontem, por volta das 20h....
Mais de 300 índios invadem fazenda próximo a Miranda
Cerca de 300 índios da etnia terena, da aldeia Moreira, invadiram no início da manhã de hoje (9), por volta das 5 horas, a fazenda Trator Mil de 3,2 ...



apesar de não ser a nossa vontade esta decisão não causa surpresa vez que vemos o governo federal e a pp justiça amarrados as vontades da comunidade indígena ou será q devíamos dizer as forças sobrenaturais do exterior com seu avassalador poder financeiro? É uma pena que não tenhamos pessoas com tutano para se opor a estas manobras perdemos nós, perde o País que continuará sendo eternamente ö que podia ter sido "e nunca foi. LUTO!
 
Miriam Correa em 17/10/2013 12:31:41
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions