A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

20/08/2015 09:25

Ladrões furtam 10 computadores de telecentro fechado há seis anos

Caroline Maldonado
Telecentro, que será reformado, ficou sem os computadores. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)Telecentro, que será reformado, ficou sem os computadores. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Ao abrir um telecentro que nunca funcionou, servidores da prefeitura de Jaraguari, a 44 quilômetros de Campo Grande, descobriram que o local não tinha mais nenhum computador. No total, foram furtados 10 monitores, 11 computadores, uma máquina copiadora e uma câmera webcam. A Secretaria de Administração acredita que o furto ocorreu no último fim de semana, mas a perícia não encontrou impressões digitais no local e para a polícia é difícil saber se o caso é recente.

Veja Mais
Prefeito diz que primeira dama e servidora agiram por "inocência"
Primeira dama e servidora são presas por "sacarem" R$ 24 mil de idosos

Segundo o secretário de Administração, Ariel Fernandes Lima, o telecentro foi instalado há seis anos em uma sala ao lado do Centro Comunitário, que também não era utilizado. Ontem (19), um funcionário da prefeitura visitou o local para saber como estavam as instalações, que agora fazem parte de um plano de revitalização da atual gestão, segundo o secretário. 

Ariel conta que as instalações são “deficitárias”, por isso o local nao estava em uso. “O telecentro foi instalado em meados de 2009. Não tinha uso, porque foi feito de forma deficitária. Por exemplo, não tem ventilação, é escondido, a porta da sala é virada de frente para o centro comunitário, que hoje necessita de revitalização, não tem nem banheiros. Por esses motivos, não foi inaugurado. Desde que foi construído, o Centro Comunitário está abandonado”, explica Ariel. De acordo com ele, relatos de vizinhos levam a crer que o furto ocorreu no domingo (16).

Segundo a polícia, o furto pode ter ocorrido há tempos, já que o local está abandonado, sem vigilância e além disso, fica afastado do Centro da cidade. “O prédio fica em um lugar ermo, não era usado, estava com muita sujeira, abandonado. “Ficou difícil saber como ocorreu o furto, porque a perícia não conseguiu encontrar impressão digital”, detalha o investigador da Polícia Civil, Anderson Celin. Segundo o policial, o telecentro não tem muro e portão. Há dois cadeados na porta de entrada. O cadeado de baixo foi arrombado e a porta amassada para a entrada dos ladrões.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions