A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

30/10/2015 17:56

Licitação para privatizar trecho da BR-262 deve ser lançada em janeiro

Mariana Rodrigues e Renata Volpe Haddad, enviada especial a Três Lagoas
Ministra Kátia Braga, durante lançamento da pedra fundamental do projeto Horizonte 2 da Fibria. (Foto: Gerson Walber)Ministra Kátia Braga, durante lançamento da pedra fundamental do projeto Horizonte 2 da Fibria. (Foto: Gerson Walber)

Durante o lançamento da pedra fundamental do projeto Horizonte 2 da Fibria em Três Lagoas, distante a 338 km de Campo Grande, a ministra de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu, que representou a presidente Dilma Rousseff (PT), afirmou que estudos estão sendo feitos para lançar em 25 de janeiro de 2016 a licitação para privatização do trecho da BR-262 entre Três Lagoas e São Paulo.

Veja Mais
Sem Dilma, Fibria lança obra para mais que dobrar produção de celulose
Por mais competitividade, Reinaldo cobra pressa em concessões

"A previsão é que em 25 de janeiro do ano que vem faremos a licitação do trecho da BR-262 que faz divisa com Três Lagoas e São Paulo", disse a ministra.

Em Mato Grosso do Sul, o trecho abrange a BR-262 e tem previsão de interligar, por meio da ferrovia Norte/Sul, o polo agroindustrial de Três Lagoas com o interior de São Paulo. O Programa havia sido anunciado pelo Governo Federal em junho deste ano e tem previsão de investimentos de R$ 198,4 bilhões nos próximos anos.

O governo também estima o investimento de R$ 86,4 bilhões em ferrovias. Entre os trechos incluídos no programa estão os da ferrovia Norte-Sul, entre Palmas (TO) e Anápolis (GO) e entre Barcarena (PA) e Açailândia (MA).

O segundo trecho da Norte-Sul, que passa por Mato Grosso do Sul, tem 895 quilômetros e ligará Anápolis (GO), Estrela D'Oeste (SP) e Três Lagoas. O investimento estimado é R$ 4,9 bilhões, com o objetivo de, além de concluir o corredor Norte-Sul com o trecho sul da ferrovia, interligá-la com o polo agroindustrial de Três Lagoas.

No Estado, a iniciativa privada deve assumir 576 quilômetros das BRs 267 e 262. Os leilões abrangerão a BR-267 com 249 km, ligando Nova Alvorada do Sul a Presidente Epitácio, e a BR-262, com 327 km entre Campo Grande e Três Lagoas. A expectativa de investimentos é de R$ 4,5 bilhões.

O Programa deve dar mais competitividade e ajudar na logística do Estado com a privatização e a chegada da rodovia em Três Lagoas.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions