A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

29/09/2011 14:53

Liminar que soltou prefeito manda que ele fique longe da administração

Marta Ferreira

Manuel Nunes da Silva, acusado de mandar matar vereador de Alcinópolis saiu da prisão estã manhã

Prefeito saiu rapidamente da delegacia e entrou no carro, acompanhado de advogados. (Foto: João Garrigó)Prefeito saiu rapidamente da delegacia e entrou no carro, acompanhado de advogados. (Foto: João Garrigó)

A decisão do STJ (Superior Tribunal de Justiça) que colocou em liberdade o prefeito afastado de Alcinópolis, Manuel Nunes da Silva (PR), determina que ele deve se manter longe da atual administração, hoje sob o comando do vice-prefeito, Alcino Carneiro (PDT).

Alcino é pai do vereador Carlos Carneiro (PDT), assassinado em outubro ano passado, a mando do prefeito afastado, de acordo com a acusação que levou Manuel Nunes da Silva à prisão por 71 dias.

Ele é apontado como mandante do crime e havia sido preso no dia 20 de julho, junto com três vereadores, um comerciante e uma funcionária da prefeitura. Todos foram soltos.

Para impor ao prefeito afastado a ordem de ficar longe da administração, o ministro do STJ Adilson Macabu aplicou as novas regras para prisões no Páis, que estabelecem a liberdade com restriçõs.

A lei prevê a aplicação de medidas alternativas às prisões, com isso, só depois de transitada em julgado a sentença é que o condenado deve perder a liberdade.

Na decisão, o magistrado ressaltou que o prefeito permanece afastado do cargo enquanto durar a ação penal. O desembargador ainda sugeriu que, se possível, as atividades dele devem ser monitoradas.

Manuel Nunes da Silva deixou hoje a 3ª Delegacia de Polícia Civil em Campo Grande, no bairro Carandá. Ele saiu rapidamente do prédio, acompanhado de três advogados.




Ai está a Justiça do nosso Brasil!!!
Acho que estava muito cheia a prisão, ai eles falaram vamos soltar aquele gordinho,
ele ocupa muito espaço na prisão e ele come muito, só pode!
Palhaçada!!!
 
Vanderson Fávaro em 30/09/2011 08:28:13
Hé várias pessoas acusadas de crimes talvez menos grave, continuam presas; também são pobres sem Advogados famosos.
 
luiz alves pereira em 29/09/2011 08:35:49
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions