A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

11/06/2014 10:19

Menina ferida pela mãe que matou irmã e cometeu suicídio passa bem, diz hospital

Viviane Oliveira

Saila de Souza Cavalcante, 8 anos, que foi ferida pela mãe com um golpe de facão no pescoço, na madrugada de segunda-feira, continua internada no Hospital Santa Casa de Misericórdia de Paranaíba, distante 422 quilômetros de Campo Grande. Ela não corre risco de morte.

Segundo a assistente social do hospital, Sueli Messias Vieira, a menina não precisa mais da ajuda de aparelhos para respirar, já está conseguindo se alimentar e passa bem. Conforme a assistente social, Saila, quando chegou ao hospital, passou por uma cirurgia de reconstituição da região que foi ferida.

Veja Mais
Mulher que cometeu suicídio após matar filha já fugiu de clínica
Mãe que cometeu suicídio é velada junto com a filha morta por ela

Saila foi ferida a golpes de facão pela mãe, Luzia Marques de Souza Cavalcante, 38 anos. A mulher matou a outra filha, Sara de Souza Cavalcante, de 14 anos, e depois cometeu suicídio. Os corpos de Luzia e da adolescente foram sepultados às 7h de hoje, no cemitério local do município.

A Polícia Civil aguarda o resultado da perícia, que vai mostrar como estava a cena da tragédia. Até agora, segundo as informações repassadas, o que se sabe é que a mulher matou a filhas de 14 anos com um golpe de facão no pescoço,tentou matar a outra e depois se matou, enforcando-se com o fio de um secador, amarrado à grade uma janela.

Ela tentou, conforme registro policial, usar o fio para enforcar as filhas também. Elas pediram por socorro e chegaram a ser levadas pelo hospital, onde a mais velha morreu. No imóvel, havia rastro de sangue que levou até a mãe, achada morta no quarto. Os policiais tiveram de arrombar a porta. A luz do local ainda estava acesa.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions