A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

06/11/2014 15:56

Operação na fronteira tira das ruas 4,6 toneladas de drogas e prende 28 pessoas

Liana Feitosa
Para secretário, Governo Federal precisa ampliar investimentos em segurança. (Foto: Marcos Ermínio)Para secretário, Governo Federal precisa ampliar investimentos em segurança. (Foto: Marcos Ermínio)

A Operação Brasil Integrado, que mobilizou um efetivo de 1.550 homens das forças de segurança do Estado, prendeu 28 pessoas, recuperou dois veículos roubados e apreendeu quatro armas, além de 4,6 toneladas de drogas. Também foram apreendidos 350 pacotes de cigarros e 141 munições.

Veja Mais
Operação contra o crime organizado envolve 10 forças de segurança
Polícia cumpre seis mandados de prisão durante operação Brasil Integrado

O nome da operação se deve ao fato de que a ação ocorreu, ao mesmo tempo, em 20 estados brasileiros durante terça e quarta-feira, dias 4 e 5. Foram 11 estados com fronteiras e nove do Norte do Brasil. Só em Mato Grosso do Sul são 44 cidades cujo território vizinho é outro país.

Fronteira - Foram abordados, com o auxílio de 22 equipes, 3.410 carros nas barreiras fixas e móveis montadas durante a operação, além de 532 motos.

Segundo o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini, a decisão de que a ação tivesse abrangência nacional foi do Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. No início da tarde, o secretário participou de uma videoconferência com o ministro e as lideranças de segurança dos demais estados participantes.

Balanço - "Os resultados foram excelentes. Não só os resultados, mas também a execução foi excelente em nosso território", conta Jacini. A operação também contou com a colaboração do Paraguai, que também realizou operação em 19 cidades da fronteira com Mato Grosso do Sul. O foco foi o mesmo do lado brasileiro: combater tráfico de drogas e armas, assim como crimes como homicídios, roubos, latrocínio e furtos.

No entanto, para Jacini, é preciso mais que mais esforços sejam feitos para melhorar a segurança. "São necessários mais investimentos do Governo Federal, assim como mais investimentos dos países irmãos. O crime não tem país, ele não respeita a fronteira", completa.

De acordo com o secretário, 83 operações do tipo ocorreram no Estado este ano e, segundo Cardozo, outras serão realizadas, unindo vários estados, no próximo ano.

Antes de coletiva à imprensa, secretário participou de videoconferência com Ministro da Justiça. (Foto: Marcos Ermínio)Antes de coletiva à imprensa, secretário participou de videoconferência com Ministro da Justiça. (Foto: Marcos Ermínio)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions