A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

26/05/2015 08:40

Para conter gastos e enfrentar a crise econômica, prefeitura corta até férias

Renata Volpe Haddad
Prefeito assina decreto para redução de gastos do município de Ribas do Rio Pardo. (Foto: Divulgação)Prefeito assina decreto para redução de gastos do município de Ribas do Rio Pardo. (Foto: Divulgação)

Mais um município de Mato Grosso do Sul adotou medidas para redução de despesas. Desta vez, o prefeito José Domingues Ramos (PSDB), conhecido como Zé Cabelo, de Ribas do Rio Pardo - distante 103 km de Campo Grande, cortou férias, aumento de despesa com pessoal, aumento de salário, licença para tratar de assuntos particulares e criação de cargo ou emprego.

Veja Mais
Concurso Público da Prefeitura de Ribas do Rio Pardo será realizado em dois dias
Prefeitura de Ribas do Rio Pardo continua com inscrições abertas para 225 vagas

O decreto publicado no dia 21 de maio no Diário Oficial dos municípios, informa que a concessão de férias está suspensa por 90 dias, com exceção da quinzena de férias do grupo magistério já programada para julho, ou as férias que não vão gerar custos para a folha de pagamento.

Foi publicado também que fica vedada, até o prazo de 120 dias, a prática de qualquer ato que importe aumento de despesa com pessoal. Ficou determinado também a suspensão por 120 dias, a concessão de vantagem, aumento, reajuste ou adequação de remuneração a qualquer título, a não ser os de sentença judicial ou de determinação legal ou contratual, de acordo com revisão prevista no inciso X do artigo 37 da Constituição.

Segundo informações do site Rio Pardo News, para justificar sua decisão, o prefeito considera que é dever do administrador público defender e zelar pelo bom e regular funcionamento dos bens e serviços públicos em prol da coletividade. "A necessidade da adoção de medidas administrativas imediatas para redução de despesas com pessoal e a imperiosa urgência na contensão de despesas de forma a garantir o equilíbrio das contas públicas", comenta.

Outro artigo do Decreto determina à Secretaria Municipal de Administração que adote medidas administrativas imediatas para redução de despesas com pessoal, como suspensão de pagamento de vantagens pecuniárias provisórias a servidores públicos tais como suspensão de horas extraordinárias; progressões, ascensões e promoções funcionais; auxílios de qualquer natureza; diárias para realizações de cursos e capacitação; gozo de férias; e licença para tratar de assuntos particulares.

Não está permitida, também, neste período, a criação de cargo, emprego ou função; alteração de estrutura de carreira que implique aumento de despesa; provimento de cargo público, admissão ou contratação de pessoal a qualquer título, ressalvada a reposição decorrente de aposentadoria ou falecimento de servidores das áreas de educação e saúde; e novas contratações temporárias.

Concurso Público da Prefeitura de Ribas do Rio Pardo será realizado em dois dias
Foi publicado no Diário Oficial dos municípios desta sexta-feira o edital com as informações sobre dias, horários e locais de provas do concurso públ...
Prefeitura de Ribas do Rio Pardo continua com inscrições abertas para 225 vagas
A Prefeitura de Ribas do Rio Pardo continua com inscrições abertas de concurso público para preencher 225 vagas em diversas áreas para níveis fundame...
Justiça determina volta de vereadores afastados em Ribas do Rio Pardo
O Tribunal de Justiça (TJ-MS), anulou a liminar de primeiro grau da Justiça da Comarca de Ribas do Rio Pardo, e determinou que os oito vereadores afa...
Cigana é encontrada morta com um tiro na cabeça em Ribas do Rio Pardo
Uma jovem foi encontrada morta, na manhã de ontem (30), com um tiro na cabeça em Ribas do Rio Pardo, a 103 quilômetros de Campo Grande. A polícia ain...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions