A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

12/10/2015 13:26

PMA autua duas pessoas por pesca ilegal e apreende barco e motor de popa

Flávia Lima
Fiscalização vai coibir captura de exemplares fora das especificações. (Foto:Divulgação)Fiscalização vai coibir captura de exemplares fora das especificações. (Foto:Divulgação)

Policiais Militares Ambientais de Aquidauana (MS) realizaram fiscalização ontem (11) no município e autuaram dois pescadores, por pescar sem licença ambiental. Eles pescavam embarcados no rio Aquidauana, no Distrito de Palmeiras, nas proximidades da Barra do rio Vermelho e não tinham capturado nenhum pescado. Foram apreendidos dois molinetes com varas, um barco e um motor de popa, com tanque.

Veja Mais
Operação especial da PMA prossegue até o feriado de Finados nos rios do Estado
PMA apreende carga ilegal de madeira e multas chegam a R$ 1,8 milhão

Os infratores, de 55 e 59 anos, residentes em Campo Grande (MS) foram autuados administrativamente e multados em R$ 300,00 cada um. Os infratores, de 55 e 59 anos, residentes em Campo Grande (MS) foram autuados administrativamente e multados em R$ 300,00 cada um.

A pesca sem licença não é crime ambiental. Trata-se somente de infração administrativa. Durante a operação foram abordadas várias embarcações e todos os demais pescadores respeitavam a legislação.

Prevenção – A PMA desenvolve, todo o Estado, uma operação especial para prevenir e reprimir a pesca predatória nos rios durante este período que antecede a piracema, com isso as fiscalizações estão intensificadas até o feriado de Finados, no dia 2 de novembro.

Com a movimentação intensa de turistas, os policiais irão manter a operação especial para coibir a captura de peixes, facilitada neste período.

Geralmente programada para acontecer a partir do dia 25 de outubro, até um dia depois do fechamento da pesca, 6 de novembro, na bacia do Rio Paraguai, há dois anos tem sido antecipada para o dia 1º de outubro, em razão do aumento de turistas e pescadores, devido aos feriados.

A “Operação Pré-piracema” envolve 380 policiais ambientais e se estenderá até o dia 6 de novembro às 8 horas. Os trabalhos preventivos serão intensificados, com participação das 25 subunidades da PMA no Estado, que darão maior atenção à repressão da pesca predatória.

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions