A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

01/06/2015 16:05

Prefeitura encaminha Plano Municipal de Educação à Câmara de Vereadores

Helio de Freitas, de Dourados
Prefeito Léo Matos quando recebia plano da comissão de representantes da educação (Foto: Divulgação)Prefeito Léo Matos quando recebia plano da comissão de representantes da educação (Foto: Divulgação)

Naviraí, a 366 km de Campo Grande, está entre as 2,6% cidades brasileiras que já concluíram o Plano Municipal de Educação. Nesta segunda-feira (01), o prefeito Léo Matos (sem partido) encaminhou para a Câmara de Vereadores o projeto de lei criando o primeiro PME da história do município.

Veja Mais
Centro de educação integral é inaugurado para atender 230 crianças
Prefeitos de oito municípios se reúnem para discutir saúde pública em MS

Até o dia 24 deste mês, o projeto será analisado e votado pelos vereadores e na sequencia sancionado pelo prefeito. Mantido na forma como foi aprovado em reuniões da comissão de representantes do setor, o plano estabelece diretrizes e as 20 metas e estratégias para a educação de Naviraí pelos próximos dez anos, tanto na rede pública quanto privada.

Para Léo Matos, o plano contribui com os avanços da educação municipal. Ele agradeceu a todos que contribuíram para a elaboração do projeto e disse que apesar de a educação do município ser referência, a meta é deixar um legado para as gestões futuras. “Estamos cumprindo mais um compromisso que assumimos com a educação da cidade”.

O gerente de Educação e Cultura, Ciro José Toaldo, disse que o Plano Municipal de Educação de Naviraí tem 247 páginas e foi elaborado com a participação de 200 integrantes da sociedade, entre professores, diretores, acadêmicos, membros de universidades, pais e alunos.

Metas ousadas – Algumas metas consideradas ousadas, levando-se em conta o prazo de dez anos para a efetivação e a necessidade de aportes financeiros, que dependem da colaboração do Estado e da União.

Entre as metas estão educação infantil na pré-escola para as crianças de 4 a 5 anos, alfabetizar todas as crianças até o final do 3º ano do ensino fundamental e implantar gradativamente a educação em tempo integral em no mínimo 50%.

Outras metas são elevar a escolaridade média da população de 18 a 29 anos, para alcançar no mínimo 12 anos de estudo, e triplicar as matrículas da educação profissional técnica de nível médio, além de elevar a qualidade da educação superior e ampliar a proporção de mestres e doutores do corpo docente.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions