A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

19/08/2015 20:04

Prefeitura pagará R$ 40 mil a filho de vigilante morto no trabalho

Thiago de Souza

A Prefeitura de Maracaju, teve recurso negado, e terá de indenizar Maurício Fernandes da Silva Filho, em R$ 40 mil, por danos morais, conforme decisão unânime da 4ª Câmara Cível. O motivo é que o pai dele era vigilante em uma escola e foi morto a pauladas durante a madrugada, em pleno exercício da função. A decisão foi divulgada nesta quarta-feira (19).

Veja Mais
Pela segunda vez, Bernal consegue na Justiça extinguir ação de improbidade
Justiça determina quebra do sigilo bancário de vereadores da Capital

Pelo fato da vítima trabalhar em uma escola Estadual, a prefeitura de Maracaju nega responsabilidade no caso. Porém, segundo a Justiça, o trabalho do vigilante tinha contrato administrativo com o município. O executivo alegou também que o valor da indenização gera enriquecimento ilícito ao indenizado.

O relator do processo, desembargador Odemilson Roberto Castro Fassa, explicou que a responsabilidade do ente público responde à teoria do risco administrativo, para fundamentar uma responsabilidade objetiva, que dispensa comprovação da culpa, bastando a demonstração da conduta. Portanto, a responsabilidade do Estado só será excluída se este demonstrar a culpa exclusiva da vítima ou motivo de força maior. 

 

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions