A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

18/11/2014 09:56

Pronta há dois anos, UPA funciona em dezembro, anuncia prefeitura

Helio de Freitas, de Dourados
Com o prefeito Murilo Zauith, André vistoriou o prédio da UPA e anunciou convênio repassando R$ 500 mil durante 14 meses (Foto: Eliel Oliveira)Com o prefeito Murilo Zauith, André vistoriou o prédio da UPA e anunciou convênio repassando R$ 500 mil durante 14 meses (Foto: Eliel Oliveira)

Com prédio pronto há dois anos, a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Dourados, a 233 km de Campo Grande, começa a funcionar ainda na primeira quinzena de dezembro. O anúncio foi feito pelo secretário municipal de Saúde, Sebastião Nogueira Faria, após o governador André Puccinelli informar que vai fazer um convênio para garantir o repasse mensal de R$ 500 mil à prefeitura para investimento na saúde.

Veja Mais
André compara obras a filhos e diz que vai deixá-las para "padrasto" entregar
Com novo hospital, Dourados espera mais dinheiro do Estado para atender região

A prefeitura alegava não ter dinheiro para bancar os custos mensais da unidade, que vai funcionar durante 24 horas por dia. Entretanto, nesta segunda-feira, ao visitar a cidade para assinar a ordem de serviço de construção do Hospital Regional de Dourados, André conheceu o prédio da UPA, próximo ao estádio Douradão, e anunciou que vai transformar em convênio, com validade até dezembro de 2015, o repasse mensal de meio milhão de reais que atualmente é feito do fundo de saúde do Estado para o fundo municipal de saúde.

Em discurso no auditório da prefeitura, onde assinou a ordem de serviço, André disse que o repasse como vem sendo feito poderia ser suspenso pelo novo governo, sem qualquer justificativa. Já o convênio terá de ser cumprido pelo governador eleito Reinaldo Azambuja.

O secretário de Saúde de Dourados garantiu que os R$ 500 mil mensais serão destinados exclusivamente para a manutenção da UPA, que já tem o quadro de funcionários preenchido através de processo seletivo e está com os equipamentos necessários para ser ativada.

De acordo com Sebastião Nogueira, a prefeitura não tinha como dispor de R$ 1 milhão ao mês para o custeio. Agora, com esse apoio financeiro anunciado pelo governador, ele garantiu o funcionamento nas próximas semanas e afirmou que será um “presente de Natal” para a comunidade.

Com a UPA em funcionamento, a prefeitura deve desativar o PAM (Pronto Atendimento Médico), que funciona próximo à Vila Industrial. O projeto é transformar o local num centro de diagnóstico.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions