A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

26/12/2010 11:59

Sobrinho é preso por matar e violentar jovem em Ladário

Aline Queiroz

Rapaz nega que tenha estuprado a vítima

Luiz Jéferson de 24 anos é suspeito de matar Carolina de 19 anos. (Foto: Anderson gallo)Luiz Jéferson de 24 anos é suspeito de matar Carolina de 19 anos. (Foto: Anderson gallo)

Luiz Jéferson Macedo, 24 anos, está preso suspeito de matar e estuprar Carolina Rodrigues de Aquino, 19 anos. Ele era sobrinho por afinidade de Carolina, já que a mãe do suspeito é casada com irmão da vítima.

O crime ocorreu ontem, no Bairro Alta Floresta II, em Ladário, cidade distante 419 quilômetros de Campo Grande. Luiz foi preso pela PM na própria residência, que fica distante três casas da vítima.

Segundo o delegado de Corumbá, Enilton Zalla, responsável pelas investigações, Luiz confessa apenas que saiu com a vítima e tentou violentá-la, porém, nega que tenha estuprado e matado Carolina.

A jovem foi violentada e estrangulada, segundo laudo pericial.

No entanto, Luiz revela apenas que esperou a jovem chegar em casa com o namorado e, quando o rapaz saiu da casa, Luiz chegou.

Ele chamou pela moça e a convenceu a sair de casa. Ainda perto da residência, Luiz arrastou a moça para um terreno baldio e jogou-a no chão. Carolina bateu a cabeça em uma pedra e também foi estrangulada.

Preso em casa, Luiz tinha marcas de arranhão pelo corpo. Carolina também foi arranhada e Luiz tinha as unhas grandes. Para o delegado, é provável que tenha ocorrido luta entre os dois.

Uma cueca de Luiz, que estava suja de terra, também foi apreendida porque a Polícia acredita que ele usasse esta peça no dia do crime.

Como nega o crime, Luiz chegou a acusar um amigo, no entanto, testemunhas descartam a possibilidade, preliminarmente, de envolvimento com o assassinato.

O delegado revela que coletou material para fazer testes em três rapazes, no entanto, Luiz já ficará preso.

Luiz disse ao delegado que não cometeu o estupro porque estava embriagado.

No entanto, o delgado perguntou à esposa de Luiz se mesmo embriagado o casal mantinha relação sexual e ela confirma que sim.

Luiz também revelou ao delegado que sofria abuso sexual de um tio quando era criança.

Ele foi autuado em flagrante por homicídio qualificado pela emboscada.

Já quanto à acusação de estupro, laudo pericial poderá apontar se a violência sexual foi cometida com a vítima viva ou morta.




Parabens a policia pela dedicação, empenho e vontade em dar uma resposta rapida a sociedade, CADEIA NESSES PILANTRAS.
 
marcelo juliano em 26/12/2010 12:53:23
Polícia não tem pistas de quem matou e estuprou jovem
Crime ocorreu em Ladário e ninguém foi preso até o momentoA Polícia Civil ainda não tem pistas do autor de crime que abalou a cidade de Ladário onte...
Jovem assassinada em Ladário iria se casar no mês que vem
A jovem Carolina Rodrigues de Aquino, de 19 anos, encontrada morta com sinais de violência física e sexual em um matagal na periferia de Ladário, est...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions