A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

23/05/2013 14:26

Testemunhas desmentem versão de policial que atirou em adolescente

Viviane Oliveira

Testemunhas ouvidas até agora pela Polícia Civil desmentem a versão do policial militar Nader Cáceres Charif, de 23 anos, de que o adolescente Alex Sandro da Silva Molina, de 17 anos, morto com um tiro na noite de terça-feira (21), em Ponta Porã, teria tentado atropelá-lo com a motocicleta.

Veja Mais
PM abre inquérito e afasta policial que matou adolescente em fuga
Garoto é morto por policial militar ao fugir de abordagem na fronteira

O adolescente foi morto pelo policial ao tentar fugir de uma abordagem, na rua Pedro Ângelo da Rosa, na fronteira com o Paraguai. “Ele tentou fugir porque estava com uma moto irregular do Paraguai, mas era trabalhador e estudava”, disse o delegado.

Em depoimento, testemunhas disseram que o policial disparou seis tiros, mas conforme Clemir, um tiro atingiu Alex nas costas, acertou o coração e transfixou no tórax. A vítima chegou a ser levada para o hospital, mas não resistiu ao ferimento e morreu.

“Existe uma contradição grande entre o depoimento do policial com os das pessoas ouvidas até agora. Caso seja procedente a versão das testemunhas, o policial pode responder por homicídio doloso, quando há intenção de matar”, explica Clemir.

Ainda de acordo com o delegado, o inquérito foi instaurado e tem um prazo de 30 dias para ser encerrado. “Ainda falta o laudo necroscópico, mas o caso já está bem adiantado”, afirma.

No momento da abordagem Alex voltava de uma lanchoente, onde trabalhava. Na manhã desta quinta-feira (23), a Câmara Municipal de Ponta Porã divulgou uma nota, lamentando o caso.

Versão da Polícia - De acordo com a versão da PM, os militares deram ordem de parada a quatro jovens que ocupavam duas motocicletas. Dois deles pararam e os que estavam na outra moto não: o garupa quis fugir a pé, mas foi pego, e o piloto jogou o veículo contra um soldado.

O policial se jogou ao chão para não ser atropelado e atirou em direção a moto. Após a conclusão da abordagem dos três jovens, os militares foram em busca do motociclista que havia fugido e o encontraram caído ao lado do veículo.

O adolescente foi levado ao hospital, mas, não resistiu ao ferimento na região lombar. O soldado da PM se apresentou espontaneamente na delegacia e entregou a arma utilizada.

Segundo a PM, será instaurado inquérito policial militar para apurar os fatos e as circunstâncias que levaram ao disparo de arma de fogo. O soldado ficará inicialmente afastado das atividades de rua, até que passe pela avaliação psicológica do Fundo de Assistência Feminino.

PM abre inquérito e afasta policial que matou adolescente em fuga
Após a morte de um adolescente em bloqueio policial em Ponta Porã, a Polícia Militar se manifestou e afirmou que vai instaurar inquérito para apurar ...
Garoto é morto por policial militar ao fugir de abordagem na fronteira
Um adolescente de 17 anos foi morto por um policial militar na noite dessa terça-feira (21), ao fugir de uma abordagem, na rua Pedro Ângelo da Rosa, ...
Jovens são rendidos em frente de casa por dupla armada durante a madrugada
Três jovens, todos com 21 anos, foram rendidos enquanto estavam em frente de casa por dois ladrões armados, que chegaram a pé. Eles foram obrigados a...



.Esse policial é totalmente despreparado, aliás todo a corporação que se encontrava na blitz são despreparadas, tem que punir rigorosamente esse policial, porque tem que aprender que não deve sair atirando em qualquer "um" apenas por achar que é suspeito, garanto que tinha viatura ou motos para iniciar a captura do fugitivo..cadeia para o policial..
 
sergio machado em 25/05/2013 01:20:58
mais é assim mesmo depois é tudo culpa do PM, para estes, na hora do apuro chame o SUPER HOME, pois se fosse o PM que tivesse morrido queria ver quem defenderia.
 
marcelo aparecido rodrigues de oliveira em 24/05/2013 22:49:06
Eis as três mentiras que contam no regime militar: "Isso não vai dá nada, se der vai dar pouco"; "vamos fazer todos juntos que ninguém vai ser punido"; "Vai lá que eu seguro a sua bronca". Se ficar provado por testemunhas que o policial agiu de modo desproporcional e atirou sem necessidade e ainda mentiu no Boletim de Ocorrência, tem que punir SIM o comandante imediato que coadunou com a mentira, e todos os da equipe policial que viram a ação errada e algum espertão disse pro soldado raso '' vai lá que eu seguro a sua bronca"...Pau neles Delegado.
 
Robson Avila em 24/05/2013 21:28:16
daqui uns dias o policial vai deixar de cumprir suas obrigações por medo de sofrer processos
 
Sérgio Marques de Alencar em 24/05/2013 20:14:19
Só no Brasil mesmo, a policia ganha uma micharia, arrisca a vida trabalhando de madrugada
em area de risco, e ainda é processado quando cumpre seu trabalho.
 
Luia silva em 24/05/2013 16:30:34
O policial é culpado? mal preparado? me poupem...o rapaz é menor de idade, com moto sem placa, não parou na blitz e fugiu, não parou aos tiros de advertência, e ainda é "coitado"? E isso tudo numa região das mais violentas do MS, por ser região de fronteira? Por essas e outras é que esse estado e esse país não vão para a frente!
 
silvio caldas em 24/05/2013 12:54:12
pera aí.. caros comentaristas, tudo bem que ter CNH é obrigatório, mas matar alguém porque fez a idiotice de fugir porque não tem .. é demais... então deixar de punir um maniaco que matou três pessoas... deixar de punir alguém que no mínimo roubou o carro da tia e saiu em alta velocidade, se envolveu em um acidente e deixou uma vitima com sequelas permanentes.. seria normal... que sociedade é essa?? normal matar uma pessoa que foge da blits e deixar por isso mesmo é mais uma vez descartar as regras sociais de punir delinquentes... sejam eles fardados ou não temos leis que devem ser cumpridas por todos... não devemos deixar de punir maniacos e delinquentes.. mas devemos punir todos!!! e morte só se for pena de morte com o devido processo legal e essa ainda não esta em lei!!!
 
vivian borges em 24/05/2013 10:57:28
Depois que morre todo mundo vira santo!
 
Maria da Silva em 24/05/2013 08:53:02
Isso chama-se despreparo para o serviço policial; garanto que não foi isso que ele aprendeu no curso que frequentou; todo policial sabe que nunca deve atirar em pessoas desarmadas e muito menos pelas costas só porque fugiu de uma abordagem,esses que estão defendendo essa ação desastrosa não falam a mesma coisa se fosse com um filho deles.
 
jose silva em 23/05/2013 21:39:05
meu caro robson avila aumente alguns comodos em sua casa e convide para morar com voce o maniaco da cruz e os demais menores bonzinhos que nossas"leis" punem com todo rigor.PARABENS soldado se todos os pm agicem assim teriamos um pouco mais de segurança
 
atalicio junior em 23/05/2013 21:31:01
Engraçado si não era bandido porque a fulga ,quem não deve não teme,o policial fez o trabalho dele....evitou uma fulga ...
 
odevair de brito oliveira em 23/05/2013 19:21:48
Não sei o porque do policial ser indiciado por homicídio! Tem de pegar esse que esta a acusar o policial e processá-lo por "associação ao crime", ja que o tal adolecente infrigiu as leis assim se tornando um criminoso. Não possui CNH, moto irregular, menor de idade na direção de automotor e infringiu a ordem de parada da polícia quem esta errado? O polícial cumpriu o seu trabalho. A ignorância neste país é tamanha ao ponto de criminosos terem direitos e estes direitos serem seguidos a risca deixando os direitos daqueles que cumprem suas obrigações em segundo plano! O rapaz comete 4 violações de lei de uma vez ea culpa é dos pais que não lhe derem educação que se aprende em casa, na escola se aprende estudar!
 
Alexandre de Souza em 23/05/2013 16:38:47
O cara que desobedece ordem de policial "pra não perder a motinha dele" imagina o que faz com o pai e a mãe. Ordem de policia e de pai e mãe e professor é pra ser respeitada.
 
Mateus Nunes em 23/05/2013 16:03:11
Esse povo que só critica os Policiais não devem saber de como são os perigos da fronteira ou só vão lá pra fazer compras, morei em Ponta Porã por 5 anos e lá os bandidos não respeitam ninguém,fazem e desfazem e fogem pro Paraguay e agora o policial tem que adivinhar se é apenas um trabalhador ou um bandido perigoso, quem corre da policia alguma coisa deve, queria ver se esse adolescente que infelizmente morreu fosse realmente um bandido que trás desgraças pra muitas famílias, estuprador, matasse um pai de família ou alguém da sua família você estaria criticando o policial, foi uma fatalidade e a ação desse infrator teve uma consequência infelizmente!!!

Agora eles são responsável pela nossa proteção e segurança e não pode exitar contra bandido, porque um bandido não exitaria em atirar!!!
 
Marcelo Abreu em 23/05/2013 16:01:21
o que um menor, estaria fazendo na rua pelas 2:30 da manha? segundo o irmão, ele estaria trabalhando, em que a essa hora, com uma moto, sem placa e do paraguay.
olha gente ele foi mais um coitado que encontrou Jesus, mas vamos ser justos, se fosse gente boa, não estaria nessa situação. todos sabem que se fugir de uma blits, o PM prega fogo mesmo. Eles não vao saber se fugiu pq é bonzinho, ou bandido. À principio, fugiu, é suspeito de algo ilícito. Portanto, ORIENTEM seus filhos, saibam da vida deles, pra depois ano lamentar ou culpar a PM por ter agido.
 
luciano marques em 23/05/2013 15:41:27
O PM achava mesmo que o delegado é ingenuo de acreditar nessa mentira deslavada. Tem que punir o PM e toda a Guarnição que estava no local e que MENTIU no BO.
 
Robson Avila em 23/05/2013 15:21:15
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions