A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

28/02/2011 21:50

Três casas são interditadas pela Defesa Civil em Corumbá

Jorge Almoas

Na Estrada Parque, trânsito de carros pequenos é desaconselhável

Forte correnteza pede atenção de veículos tracionados para tráfego na Estrada Parque (Foto: Agesul)Forte correnteza pede atenção de veículos tracionados para tráfego na Estrada Parque (Foto: Agesul)

Após a forte chuva desta segunda-feira que atingiu Corumbá – com índice superior a 160 milímetros de precipitação – a Defesa Civil do município interditou pelo menos três casas no bairro Cervejaria, periferia da cidade. Outras três residências estão em monitoramento.

De acordo com o Diário Online, os imóveis não ofereciam condições de segurança para os moradores. As unidades interditadas ficam na Alameda Tamengo e na região da Cacimba da Saúde.

A vistoria da Defesa Civil constatou "pequenos deslizamentos de terra" em seis pontos na orla portuária de Corumbá, que abrange desde o bairro Cervejaria até a ladeira Dona Emília. Os deslizes de terra estão em nível inicial.

Caso as famílias que residiam nos imóveis interditados não tenham para onde ir, a Prefeitura de Corumbá vai disponibilizar alojamento em casas de acolhimento.

Como ação emergencial nos bairros, a Prefeitura desbloqueou bocas-de-lobo e efetuou limpeza de galerias de águas pluviais. Os pontos de inundação já são "conhecidos" e terão solução com a conclusão das obras nos bairros Centro América; Maria Leite e Aeroporto.

Nesta segunda-feira, o Corpo de Bombeiros registrou pelo menos 45 pontos de alagamento na cidade.

Alerta – A Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) informa que a chuva causou estragos na região da Estrada Parque.

No quilômetro 4,5 da MS-228, nas proximidades da Band'Alta, a água desce forte desde o Morro Grande.

Neste cenário, os veículos tracionados – como caminhonetes e caminhões – devem trafegar com muita atenção. No caso de veículos pequenos, como carros de passeio, a passagem é completamente “desaconselhável”.




rapaiz nao inundando o hotel nacional, nem a frei mariano, pode acabar tudo em agua, o que importa e onde vai descer o nosso bloco, depois sai aquele sol de 60 graus e seca tudo e volta ao normal, unica coisa que sei que tem que acabar e os pernilongos que estao levantando turista a uma altura de 15 metros.
 
luiz fernandes em 28/02/2011 10:47:19
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions