A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 30 de Setembro de 2016

29/05/2015 15:43

Águas Guariroba reajusta em 8,35% tarifa de água devido a energia cara

Priscilla Peres
Serviço de água ficará mais caro no próximo mês. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)Serviço de água ficará mais caro no próximo mês. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

O serviço de água e esgoto em Campo Grande ficará 8,35% mais caro, a partir de 1° de julho. O reajuste fora de época será feito para suprir gastos com a tarifa de energia elétrica, que impactou em 70% no custo das operações da Águas Guariroba, segundo informações da própria concessionária.

Veja Mais
Conta de água fica 8,17% mais cara em MS com Sanesul repondo inflação
Preço da energia pesa no bolso e prejudica produção avícola estadual

A decisão do aumento foi publicada no Diário Oficial de hoje e autorizada pelo prefeito Gilmar Olarte (PP), e, de acordo com a empresa, a revisão da tarifa é necessária para garantir o equilíbrio do contrato de concessão. O reajuste anual da Águas Guariroba acontece sempre no início do ano, dessa forma, em janeiro deste ano os consumidores sentiram aumento de 6,26% em suas faturas.

A concessionária alega que a energia elétrica é um dos principais insumos da produção e distribuição da água potável, coleta, tratamento de esgoto e representa o maior custo operacional da empresa. O aumento da conta de energia impacta diretamente os custos da Águas, apesar da preocupação com a economia.

Em 2008, a empresa tinha o indicador de 1,15 kilowatt hora e, em abril/2015, fechou em 0,89 kilowatt hora. Isso significa uma redução de 29,6% no indicador kilowatt hora. O que significa que a empresa tem utilizado menos energia na produção da água.

Impacto - De acordo com a concessionária, 99,7% da população têm acesso ao abastecimento de água. Desses, 51,3% consomem até 10 m³ e pagam a tarifa mínima pelo serviço que atualmente é de R$ 34,10 por dez mil litros de água tratada, a partir de junho esses clientes vão pagar R$ 36,90, ou seja, R$ 2,80 a mais.

A tarifa mínima pelo serviço de coleta e tratamento de esgoto, atualmente disponível para 75% da população, passará de R$ 23,80 para R$ 25,90 – um aumento de R$ 2,10. Para quem é usuário dos dois serviços, a conta de água/esgoto vai passar de R$ 57,90 para R$ 62,80 – um aumento de R$ 4,90.




É um absurdo, temos que pagar pelo o que não usamos, taxa minima mesmo se não tiver consumo. Cade os vereadores 2016. Socorroooooo mais um aumento.
 
Beto em 29/05/2015 17:26:45
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions