A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 30 de Setembro de 2016

31/10/2014 16:28

Contribuintes lotam Central em busca de desconto maior para pagar IPTU

Liana Feitosa
Contribuinte tem até dia 23 de dezembro para renegociar dívidas. (Foto: Marcelo Calazans)Contribuinte tem até dia 23 de dezembro para renegociar dívidas. (Foto: Marcelo Calazans)

A partir de segunda-feira (03), o contribuinte de Campo Grande que quiser negociar dívida de IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano) poderá receber desconto de 60% da atualização monetária e abatimento de 80% dos juros de mora. O benefício faz parte do PPI (Programa de Parcelamento Incentivado) da prefeitura.

Veja Mais
Prefeitura entrega dois carros 0 km no último sorteio de prêmios do IPTU
Sem acordo, prefeito propõe reajuste de 18% no IPTU e Câmara vai decidir

Segundo o chefe da divisão de lançamento de tributos, Expedito Félix, hoje (31) foi o dia mais movimentado do mês na central. "As pessoas sempre deixam para última hora, por isso hoje foi mais movimentado que os dias anteriores. Mas acreditamos que o mês recorde será dezembro, que é quando encerra o último prazo", analisa.

A data final para negociações de IPTU em atraso é 23 de dezembro. Antes disso, os contribuintes com dívidas de IPTU vencidas até 31 de dezembro de 2013 que aderiram ao PPI até hoje puderam conseguir desconto de até 70% na atualização monetária com desconto de 90% de juros de mora, além de ter possibilidade de parcelamento em até 12 meses.

Opção - A professora aposentada Floripedes Porto não tem como pagar à vista. Para ela, o parcelamento foi a melhor opção. "Vim aqui porque só vou conseguir parar meu IPTU em atraso se parcelar. Não posso pagar tudo de uma vez só. Já tenho um IPTU parcelado, agora quero conseguir parcelar de outro imóvel que tenho", afirma.

Até hoje, os que estavam com parcelas do IPTU/2014 em atraso, tinham acesso à quitação da dívida com isenção dos juros de mora (de 1% ao mês). Já em relação às multas, era concedido desconto de até 70% na quitação.

A dona de casa Ana Lúcia Martins, de 28 anos, foi até à central de atendimento do PPI porque procurava bom desconto para quitar a dívida à vista. "Foi ótimo o desconto que consegui. Foi cerca de mil reais de desconto e o restante vou pagar à vista. Com o dinheiro, vou conseguir investir um pouco mais na minha casa", comemora.

Negociações - Com a nova data, é dada isenção de 60% da atualização monetária e dos juros de mora, desconto de 75% do valor total da multa ou infração administrativa, entrada e mais uma parcela.

Para quem optar por parcelamento em até 12 meses, o PPI concede 50% de desconto dos juros de mora e 70% de desconto da multa de infração, se houver. Já aqueles que já negociaram ou desejam renegociar dívida, a adesão a partir da próxima semana confere isenção dos juros do financiamento e desconto de 30% sobre o saldo da dívida.

O contribuinte que deseja quitar dívida parcelada à vista ou pagar dívida de reparcelamento em atraso, pode conseguir 80% de abatimento dos juros do financiamento das parcelas vencidas e desconto de 20% do saldo remanescente atualizado.

O atendimento ocorre na central montada na rua Arthur Jorge, 500, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions