A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 30 de Setembro de 2016

23/08/2014 11:57

Feira mostra o caminho ideal para tirar o próprio negócio do papel

Caroline Maldonado
Analista de atendimento explica como aproveitar as oportunidades da Feira (Foto: Marcelo Victor)Analista de atendimento explica como aproveitar as oportunidades da Feira (Foto: Marcelo Victor)

Quem tem ideia para criar uma empresa precisa superar o primeiro de muitos desafios: por no papel. Para ajudar nesse pontapé inicial, consultores do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequenas Empresas) atendem os aspirantes a empreendedor dando dicas e tirando dúvidas, durante a Feira do Empreendedor, que se estende até domingo (24), no Centro de Convenções Albano Franco, em Campo Grande.

Veja Mais
Feira do Empreendedor traz casos de sucesso e palestra com Zico
Feira do Empreendedor começa com recorde de público e 230 instituições

Para aqueles que já tem uma pequena empresa que está no ponto de crescer, o Sebrae tem um programa que financia até 80% do custo da consultoria. Ali mesmo, em meio aos 150 estandes da Feira, os consultores explicam os detalhes sobre o programa SebraeTec.

Logo na entrada, após o cadastramento gratuito, os interessados em montar um negócio recebem as primeiras orientações. O analista de atendimento, Gutemberg Oliveira, adianta o assunto que gera curiosidade na maioria das pessoas. “Em Campo Grande, as áreas que são tendência no momento são beleza; gastronomia em geral; segurança, desde monitoramento a vigilância, além de vestuário, que é algo que se mantém sempre entre os negócios que têm mais espaço”, afirma o analista.

Consultor ajuda participantes da feira a por a ideia no papel (Foto: Marcelo Victor)Consultor ajuda participantes da feira a por a ideia no papel (Foto: Marcelo Victor)
Bancos fazem plantão na Feira para tirar dúvidas (Foto: Marcelo Victor)Bancos fazem plantão na Feira para tirar dúvidas (Foto: Marcelo Victor)

Sonho no papel - Para aqueles que já têm uma ideia em mente, o caminho é o estande “Sua Ideia no Papel”. Lá, até domingo (24), a partir das 16h haverá palestras de hora em hora até as 21h. Quem sai da palestra já pode se reunir com um consultor e conversar sobre qual empreendimento quer criar. Juntos, eles vão montar o esboço do plano de negócio, com informações sobre o que se quer vender, para quem, qual deve ser o investimento inicial, entre outros pontos, até ficar tudo amarrado para os próximos passos.

“Muitas pessoas não sabem que não basta ter uma ideia legal, tem que estruturar isso, porque se não a empresa 'quebra'. As pessoas chegam com o sonho, nosso papel é transformar isso em oportunidade de negócio”, explica a técnica do Sebrae, Andrea Maria Fialho.

Financiamento - Animados com as perspectivas de começar um negócio, os visitantes da Feira continuam o percurso entre os estandes. Em um deles, quem já está na fase de pensar em como conseguir crédito ou, durante a conversa com o consultor, acabou de descobrir que precisa de uma quantia além daquela que já tem para investir conta com um espaço com representantes de oito bancos, prontos a informar sobre os financiamentos.

Estão no evento o Bradesco, Banco do Brasil, Caixa Econnômica Federal, BRDE, BRB, Banco da Gente, Credigente e Sicredi. A grande vantagem é que os interessados podem comparar as taxas de crédito ali mesmo, segundo a analista do Sebrae Luciene Mattos. “Aqui está tudo conectado. A pessoa entra e vai circulando e vendo que tem tudo que ela precisa para tirar as dúvidas que tem para o seu negócio”, avalia a analista.

Também é possível conhecer, no estande da operadora OI, como funciona o sistema de franqueados da empresa, que permite vender, mesmo para quem já tem um estabelecimento, produtos que vão de celular a linha de telefone fixo, em Campo Grande e no interior de Mato Grosso do Sul.

Criar um site é opção para inovar e aumentar a lucratividade (Foto: Marcelo Victor)Criar um site é opção para inovar e aumentar a lucratividade (Foto: Marcelo Victor)

Inovação – Inovar é preciso! Essa é a principal orientação para quem já tem uma empresa e não quer ficar para trás ou até “quebrar”. Um dos estandes da Feira do Empreendedor trata apenas desse assunto. Casos de sucesso são relatados e até mesmo algumas das pessoas que tiveram êxito com inovação estão participando do evento.

Só para situar o empreendedor que quer ir além, o gestor estadual do programa SebraeTec Pedro Paulo Loango explica que a inovação deve ocorrer em quatro áreas do negócio: marketing, produto, processo e serviço. O gestor dá exemplos de empreendimentos que alavancaram ao inovar.

“Tem uma empresa que inovou no design de embalagens para os alimentos de dieta que fornece, há ainda empresas que conseguiram aumentar a lucratividade inovando em processos e assim reduzindo os custos e agilizando a produção. Temos vários casos de sucesso aqui mesmo em Campo Grande”, relata o gestor, ao explicar como a consultoria com especialistas foi importante nesses casos.

“Há uma empreendedora que faz artesanato pantaneiro e com a ideia de criar um site ela hoje vende para os Estados Unidos e para a Europa”, destaca Pedro. O gestor explica que quando a consultoria envolve a criação de um site, o SebraeTec custeia 80% do projeto até ficar pronto. “A pessoa terá o site criado com ajuda do consultor pagando apenas 20% do custo da consultoria”, complementa.

Interessados podem fazer pré-inscrição no site www.feiradoempreendedorms.com.br e consultar a programação completa. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 0800 570 0800.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions