A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 29 de Setembro de 2016

24/04/2014 13:33

Fiems pede incentivos fiscais para 4,6 mil indústrias na Capital

Bruno Chaves e Luciana Brazil
Olarte (esquerda) e Longen (direita) durante reunião na Fiems (Foto: Cleber Gellio)Olarte (esquerda) e Longen (direita) durante reunião na Fiems (Foto: Cleber Gellio)

Pedindo a prorrogação de incentivos fiscais para as indústrias de Campo Grande, o presidente da Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul), Sérgio Longen, apresentou ao prefeito Gilmar Olarte (PP), nesta quinta-feira (24), o projeto intitulado “Campo Grande Mais Indústrias”. A entidade prevê que em torno de 4,6 mil empresas sejam beneficiadas com o projeto.

Veja Mais
No primeiro trimestre, indústria gera 2,2 mil novos postos de trabalho
Trabalho de detentos reduz déficit na indústria e muda realidade de prisões

A proposta apresenta quatro itens, principalmente, direcionados às empresas que já estão instaladas na Capital. O primeiro deles pede a garantia de concessão do benefício relativo ao IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) às empresas em instalação, ampliação e/ou reativação na cidade.

O segundo item afirma que “investimentos que demandarem a construção/reforma terão garantia de benefício relativo ao ISSQN (Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza) sobre a obra para empresas já beneficiadas ou em processo de instalação na Capital”.

Para empresas já instaladas em Campo Grande e que tenham novos planos de investimento, a terceira condição diz que a prefeitura deve estabelecer um marco zero na concessão do benefício relativo ao IPTU.

Por último, a Fiems pede que o quadro proposto também possa ser utilizado como parâmetro para concessão de benefícios para empresas em processo de instalação na cidade. Em contrapartida, a federação ofereceria 11 mil vagas em cursos profissionalizantes para a qualificação de trabalhadores industriais.

Conforme o estudo, a capacitação será feita nos 19 Cras (Centros de Referência de Assistência Social) de Campo Grande, além de também ser oferecida nos 28 containers que estão instalados nas várias regiões da cidade, locais onde são oferecidos 280 cursos.

“A avaliação é positiva e vem de encontro com a nossa visão e aí nós encontramos um parceiro preparado e estruturado. Não temos nenhuma dificuldade na questão da vontade. A prefeitura vai entrar com espaço físico e a Fiems com a capacitação”, comentou o prefeito Olarte.

Já o presidente da Fiems lembrou que o projeto existia em outras cidades do Estado e que a viabilização do estudo na Capital completa um ciclo. “Faltava Campo Grande. Agora precisamos ter o apoio dos vereadores para possibilitar o projeto, que vai contemplar empresas que já estão instaladas”, explicou.

“Nós temos mais ou menos 4.600 empresas no setor industrial de Campo Grande. Dentro da nossa proposta, nós vamos criar produtos para que essas empresas apresentam projetos de investimentos. Se elas apresentarem, serão beneficiadas com incentivos fiscais do município, como IPTU e ISSQN, por exemplo”, concluiu Longen.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions