A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Setembro de 2016

29/04/2016 14:25

Frio movimenta comércio e eleva vendas de roupas em até 50%

Mariana Castelar
Frio pegou campo-grandenses de surpresa nesta semana.   (Foto: Marcos Ermínio)Frio pegou campo-grandenses de surpresa nesta semana. (Foto: Marcos Ermínio)
Vitrines mudaram para atrair os consumidores em busca de casacos. (Foto: Marcos Ermínio)Vitrines mudaram para atrair os consumidores em busca de casacos. (Foto: Marcos Ermínio)

Em uma semana, as vendas nas lojas de calçados e roupas infantis cresceram até 50% por conta do frio repentino que chegou a Campo Grande. Com temperaturas abaixo dos 10ºC, empresários afirmam que a semana foi de correria dos pais para agasalhar, principalmente os filhos.

Veja Mais
Com grosseria farta no comércio, atendente que dá "bom dia" acabou famosa
Frente fria agrada, movimenta comércio, mas já deve ir embora na sexta

A supervisora Aline Moura, da Loja 12 Confecções, conta que as vendas auemntaram em 50% depois do início do frio. “Foi um crescimento bem grande porque antes estava tudo parado, bem fraco”, conta.

Já a gerente da Loja Pandinha, Carol Boarato, diz que as vendas subiram cerca de 10%, e a expectativa é que esse índice só aumente. “No início do ano até agora estava tudo parado, sem movimento, mas esse frio deu uma melhorada na venda, e agora a tendência é crescer, já que o inverno mesmo chega lá por julho”.

Geralda Borges é uma das mães que teve de ir até o centro comprar roupa de frio para o filho Matheus, de 5 anos. “Não teve outro jeito. Os casacos de moletom mais quentinhos que ele tinha está tudo apertado”.

Já Karina Duarte, aproveitou as promoções das lojas para adiantar as roupas e calçados de inverno de seus filhos, Karla e Rodrigo, de 4 e 6 anos. “Sempre fico experimentando para ver o que dá e o que não dá e eles ainda estão com umas duas peças que deu pra usar essa semana, mas lá por julho que é quando começa o frio mesmo não terão nada”.

Quem também está comemorando com o frio, é o gerente Pedro Soares, da Loja B&K Calçados. Segundo ele, as vendas de sapatos fechados cresceram cerca de 20%. “A maioria são mulheres que vem comprar, porque elas tem mais opções e gostam de variar”.

Com uma procura bem alta por botas, a vendedora da Loja Passaletti, Karina de Freitas, fala que o frio deu uma aumentada na quantidade de clientes nas loja. “Na quinta-feira, vendemos muita bota”.

Frente fria agrada, movimenta comércio, mas já deve ir embora na sexta
Surpresa pra uns que virou negócio para outros... o que não faltou no centro de Campo Grande nesta terça-feira foi gente vendendo guarda chuva....
Ladrões invadem comércio e trancam vítimas em sala para roubar celulares
Dois ladrões armados invadiram um bar e durante roubo trancaram as vítimas de 24, 58 e 45 anos em uma sala. O crime ocorreu na madrugada desta segund...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions