A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Setembro de 2016

02/10/2014 09:05

Greve dos bancários entra no 3º dia e atinge seis cidades na região

Helio de Freitas, de Dourados
Sindicato afirma que em Dourados e mais cinco cidades da região são 40 pontos fechados com a greve (Foto: Divulgação/Sindicato dos Bancários)Sindicato afirma que em Dourados e mais cinco cidades da região são 40 pontos fechados com a greve (Foto: Divulgação/Sindicato dos Bancários)

A greve dos bancários entra no terceiro dia nesta quinta-feira e na região de Dourados, a 233 km de Campo Grande, o movimento cresce a cada dia, segundo o Sindicato dos Bancários e Trabalhadores do Ramo Financeiro de Dourados e Região. Na segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul são 22 agências fechadas, além de unidades da Caixa chamadas Redur e alguns postos de atendimento.

Veja Mais
Greve entra no 2º dia e caixas eletrônicos ficam lotados em Dourados
Greve dos bancários fecha agências do Centro e da Caixa Econômica

Conforme o presidente do sindicato, Janes Estigarribia, dos 13 municípios que compõem a base territorial da entidade, seis já aderiram ao movimento, com 100% das agências fechadas – Dourados, Fátima do Sul, Deodápolis, Nova Alvorada do Sul, Vicentina e Glória de Dourados. “No total são 40 pontos fechados, entre agências, Redur da CEF e alguns PABs”, afirma.

Os bancários entraram em greve na terça-feira, dia 30, após considerarem insuficiente a segunda proposta dos bancos, que eleva o índice de reajuste de 7% para 7,35% (0,94% de aumento real) para os salários e demais verbas salariais e de 7,5% para 8% (1,55% acima da inflação) para o piso. “Os bancos nada apresentaram para acabar com as metas abusivas e o assédio moral, a rotatividade e as terceirizações, a insegurança e as discriminações”, completa Estigarribia. A categoria quer reajuste salarial de 12,5% e piso salarial de R$ 2.979,25.

Em todo o país, segundo o sindicato douradense, subiu para 7.673 o número de agências e centros administrativos de bancos públicos e privados fechados pela greve nacional dos bancários. Foi um crescimento de 16,75% (1.101 agências a mais) em relação ao primeiro dia de greve, quando 6.572 unidades foram fechadas.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions