A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 28 de Setembro de 2016

25/11/2015 13:07

Grupo chinês arremata por R$ 13,8 bi hidrelétricas na divisa de MS

Priscilla Peres

As hidrelétricas de Jupiá e Ilha Solteira foram leiloadas pelo governo federal nesta quarta-feira (25). As duas fazem parte de uma disputa judicial entre os estados de Mato Grosso do Sul e São Paulo que reivindicam a sede das usinas. Até o momento ambas foram controladas pela Cesp (Companhia Energética de São Paulo).

Veja Mais
Prefeitura entra com pedido de liminar para cancelar leilão de hidrelétricas
Depois de Três Lagoas, Selvíria tenta impugnar leilão de hidrelétricas

As duas usinas foram leiloadas no primeiro e maior lote (Lote E do Leilão nº 12/2015-ANEEL). A empresa China Three Gorges Brasil Energia Ltda arrematou o lote pelo valor de R$ 2.381.037.417,00 para um valor-teto de R$ 2.381.037.418,68. A bonificação pela outorga por 30 anos de concessão das duas usinas hidrelétricas é R$ 13.803.752.349,87.

De acordo com a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), no certame são ofertadas as outorgas de concessão de 29 usinas hidrelétricas que somam mais de 6.000 MW de potência instalada. A bonificação pelo total de outorgas é de R$ 17 bilhões e os contratos de concessão terão prazo de 30 anos contados a partir da assinatura.

O Leilão nº 12/2015 é denominado Leilão de Contratação de Concessões de Usinas Hidrelétricas em Regime de alocação de Cotas de Garantia Física e Potência. É declarada vencedora do lote ou sublote a proponente que ofertar o menor valor do somatório do Custo de Gestão dos Ativos de Geração – GAG (incluindo as melhorias a serem executadas durante o prazo da concessão) e da parcela de Retorno da Bonificação pela Outorga – RBO, o qual corresponde ao Preço Global pela Prestação do Serviço de Geração, em Reais por ano.

Impasse - As Usinas Hidrelétricas de Ilha Solteira e Jupiá tiveram seus domicílios fiscais alterados no dia 18 de agosto deste ano, quando o Ministério de Minas e energia publicou a portaria nº 384 no Diário Oficial na qual reconheceu que os dois empreendimentos estão no Estado de Mato Grosso do Sul, porém, os municípios paulistas de Castilho e Ilha Solteira questionaram a publicação.

Os municípios de Selvíria e Três Lagoas, alegam que as casas de máquinas das unidades estão em solo sul-mato-grossense, o que, consequentemente definiria a questão do domicílio fiscal das usinas, garantindo ao Estado o ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) das operações e aos municípios os royalties pelos empreendimentos, sendo importante para a economia.

Além disso, Três Lagoas poderia ser beneficiada com acréscimo da receita no ISSQN (Impostos Sobre Serviços de Qualquer Natureza). Estima-se que a arrecadação teria acréscimo de R$ 15 milhões a R$ 18 milhões por ano.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions